sexta-feira, 20 de outubro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Barra Mansa e região passam a ser área de recomendação da vacina contra febre amarela

Barra Mansa e região passam a ser área de recomendação da vacina contra febre amarela

Matéria publicada em 5 de julho de 2017, 21:01 horas

 


Postos de saúde abrirão neste sábado até o meio-dia; atendimento será feito por ordem de agendamento

Rio de Janeiro foi incluído nos estados em que toda a população deve se vacinar

Rio de Janeiro foi incluído nos estados em que toda a população deve se vacinar

Barra Mansa – Por determinação do Ministério da Saúde, o Rio de Janeiro é o vigésimo estado da União a ter que vacinar toda a população contra a febre amarela. Com isso, os postos de saúde em Barra Mansa abrirão neste sábado (8), das 8h às 12h. Antes a orientação era fornecer dose apenas para quem fosse viajar para áreas endêmicas, mas a partir deste sábado estará disponível para toda a população.

De acordo com a coordenadora do Setor de Imunização, Marlene Fialho, as vacinas serão recebidas gradativamente até dezembro e a aplicação será feita por agendamento nos postos de saúde em um dia da semana, para evitar desperdício de dose.

– A meta é vacinar pelo menos 90% da população até o final do ano. Para vacinar é só procurar um posto de saúde e agendar o horário – disse.

Marlene destacou que a imunização é recomendada para pessoas com idade entre seis meses e 59 anos, que não tenha tomado nenhuma dose da vacina, e pessoas com mais de 60 anos também devem tomar, mas com recomendação médica por se tratar de vírus vivo.

– A vacina é administrada em dose única, que confere imunidade por toda a vida, segundo o Ministério da Saúde – informou Marlene.
A coordenadora alertou a população para que procure os postos de saúde, mesmo que o inverno seja período de baixa sazonalidade e diminuição de mosquitos.

– A população infelizmente só se preocupa com a vacina quando alguém morre, mas a prevenção é de extrema importância. Todos devem se vacinar, é recomendação do Ministério da Saúde – afirmou.

A doença

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos, que possui dois ciclos epidemiológicos distintos: silvestre e urbano. Desde o início do ano, o estado do Rio registrou 23 casos da doença em humanos, com oito mortes. No país, são 797 casos de febre amarela confirmados e 275 mortes.

Postos em atendimento no sábado:
Sirene I – Boa Sorte
Sirene II – Vila Nova
Sirene III – Nove de Abril
UBS Centro, Rialto, Amparo, Santa Rita de Cássia e Km 4.

6 comentários

  1. Luis Pedro marcolongo

    Edinho Filho de Pelé, é um cara legal, só é desestabilizado psicologicamente, porque na verdade nunca teve uma família, isso vem de berço, Pelé nunca se preocupou em ser pai, a única coisa que interessava a ele era a fama, dinheiro e mulheres, esquecendo de tudo até da suas origens, e como filho do Rei, também ficou famoso, abrindo caminho para amizades obscuras e de aproveitadores, a final ser amigo do filho do Rei era ter mais crédito, e assim foram usando seu lado fraco que era o raciocínio, e deu no que deu, hoje o choro do Rei deve ser de arrependimento de não ter sido pai.

  2. Muita humilhação doenças tipicamente de países subdesenvolvidos ainda matar no século XXI, país entregue as traças!

    • Concordo! É muito triste!

    • Pois é! Um descuido de alguma secretaria de saúde de algumas cidades que deixaram o vírus se alastrar novamente. Agora precisamos gastar uma fortuna para conter o vírus.

      A Administração Pública por si só já é ineficiente porque elegemos qualquer candidato para ocupar um cargo eletivo. Daí eles nomeiam até Veterinário para uma secretaria de saúde ou Engenheiro Elétrico para o HSJB ou para o SAAE.

      Os eleitores votam em Administrador de empresa, Empresário, Economista, Dentista, operador de Raio-X, Assistente Social, Militar, e até Contador para a PMVR. Nada contra estes profissionais que podem ser excelentes nas suas áreas, mas NADA CONHECEM da Administração Pública e NADA ENTENDEM de Gestão Pública.

      Eu penso que os Conselhos destas profissões deviam se manifestar contra por estarem levando seus profissionais a exercerem um cargo inapto, além de denegrirem os demais profissionais diante da incapacidade deles. Por aí.

Untitled Document