quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Campanha quer sensibilizar moradores de Resende sobre o trabalho infantil

Campanha quer sensibilizar moradores de Resende sobre o trabalho infantil

Matéria publicada em 11 de junho de 2018, 20:05 horas

 


Programação faz parte do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado dia 12 de junho

Resende –  Com o objetivo de prevenir e combater o trabalho infantil, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), vai promover na terça-feira, dia 12, uma campanha de conscientização sobre o assunto, no Calçadão de Campos Elíseos. A ação, que será realizada das 8 às 12h, contará com a distribuição de folhetos que trazem à tona o problema da exploração de crianças através do trabalho, e buscará conscientizar a sociedade de que está prática, muitas vezes comum e rotineira, é uma das mais graves violações dos direitos das crianças e dos adolescentes.

A programação faz parte das comemorações pelo Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado dia 12 de junho. De acordo com a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Jaqueline Primo, durante a ação no Calçadão, a população será informada sobre o que é e o que não é considerado trabalho infantil; conhecerá os riscos que esta prática pode trazer para a saúde de meninos e meninas, como a ocorrência de lesões estruturais muitas vezes irreversíveis aos ossos e músculos; e ainda será conclamada a não repetir esta experiência com seu filho, caso tenha trabalhado durante sua infância.

Campanha de conscientização sobre trabalho infantil será feita no Calçadão de Campos Elíseos

– A melhor ferramenta para combater o trabalho infantil é a intensa mobilização da sociedade contra a exploração das nossas crianças e adolescentes. Esta prática, considerada um abuso, atinge um público que está em vulnerabilidade e risco social, e que muitas vezes é usado para ajudar no sustento da casa. Com isso, elas acabam tendo seus direitos tolhidos, pois a maioria abandona a escola ou continua estudando, porém com baixo rendimento escolar. Com esta mobilização, queremos chamar a atenção da sociedade para o respeito a esta importante fase da vida, que é a infância. Criança tem que estudar e brincar, e é dever do poder público proteger e garantir seus direitos – enfatiza a secretária Jaqueline Primo.

Além da campanha de conscientização e sensibilização que será realizada no Calçadão, o trabalho infantil também será tema de atividades que serão realizadas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), como rodas de conversa, palestras, distribuição de folhetos e debates sobre documentários, vídeos e textos que abordam a questão.

 

Erradicação do Trabalho Infantil

O PETI é um programa do Governo Federal, que é operacionalizado nos municípios e se traduz num conjunto de ações que visam retirar crianças e adolescentes menores de 16 anos do trabalho precoce, exceto na condição de aprendiz a partir de 14 anos. Os princípios fundamentais do Programa são:

– Reconhecer a criança/adolescente como sujeito de direito e pessoa em condição peculiar de desenvolvimento que não pode, em nenhuma hipótese, vivenciar situações de trabalho

– Garantir os direitos da criança/adolescente retirado da prática do trabalho infantil

– Reconhecer que o trabalho infantil é proibido no Brasil, exigindo a eficaz e imediata intervenção pública para interrupção, não reincidência e prevenção dessa situação.

Onde denunciar

Conselho Tutelar: 3360.9347

Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS): 3360.9516

Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS): 3360.9939

Disque 100


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Estranho , trabalhar nao pode.
    Agora usar droga,matar,roubar e estudar pode.
    Trabalhei quando criança, estudei ,apanhei dos mês país fui educado e hoje entendo que foi necessário.
    Agora com este tipo de educação moderna,olha que merda temos nas ruas.
    Devo ser muito iguinorante mesmo!!!

Untitled Document