terça-feira, 24 de outubro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Conferência em Volta Redonda debate direitos dos animais

Conferência em Volta Redonda debate direitos dos animais

Matéria publicada em 11 de outubro de 2017, 17:36 horas

 


Volta Redonda – A Secretaria de Meio Ambiente realizou anteontem, no auditório do Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB), no Aterrado, a I Conferência Municipal de Proteção e Defesa dos Animais. O evento teve como objetivo a formação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais. Duas palestras foram ministradas, com os temas: ‘Projeto Felinos: Lidando com colônias de gatos em espaços urbanos’ e ‘Desafios nos diagnósticos da leishmaniose’. O prefeito Samuca Silva afirmou que para o ano que vem está estudando a possibilidade do ‘Castra móvel’, um veículo equipado para a castração de animais.

Para o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, esse é um importante passo para os direitos dos animais. “Fico emocionado em saber que estamos construindo juntos essas políticas públicas para os animais. Estamos aumentando o número de castrações do Centro de Zoonoses. Colocamos no IPPA o Castra Móvel para aumentar ainda mais esse número. Sabemos que a saúde anda alinhada com a Vigilância Epidemiológica e Vigilância Ambiental. Trabalhamos em conjunto para melhorar a cidade”, enfatizou o secretário.

O conselho é formado por 10 integrantes do Executivo, quatro do Conselho Regional de Medicina Veterinária e cinco de entidades associativas, que tenham por objetivo a promoção, proteção ou defesa dos animais, criadas há pelo ao menos dois anos. Ao todo são 24 membros entre titulares e suplentes. Segundo o delegado adjunto da 93 DP (Volta Redonda), Marcelo Russo, a iniciativa é louvável.

– Realizar ações voltadas para os animais é uma iniciativa maravilhosa. A delegacia está sempre disposta a ajudar quando o assunto é causa animal, pois somos sensíveis a essa causa. Mesmo com todas as dificuldades que enfrentamos no dia a dia, me ponho à disposição para colaborar – disse Russo.

Para Rosimar Medeiros, do Grupo Amor em Pelos, esse foi um passo significativo para a causa. “Ainda precisamos discutir diversas coisas, mas a iniciativa é boa para começar a tratar das políticas públicas direcionas aos animais. Nosso grupo acolhe animais e principalmente fêmeas que estão gestantes. Após o nascimento, castramos e colocamos para a adoção. Esse processo é caro e longo, por isso precisamos do apoio de todos”, comentou Rosimar.

10-10-2017 - conferencia direito animais - gabriel borges (3)

 

5 comentários

  1. Tudo que Samuca prometeu em relação a proteção animal, até agora NADA ! Foi só blá blá blá mesmo.

  2. Concordo, entretanto, há por parte do poder público Municipal, total desprezo pelos cães abandonados, na medida em que não fiscaliza e nem pune quem os abandona, aplicando as sanções previstas na legislação pertinente.
    Encontramos o GESTOR na foto. É o que mais sabe fazer: aparecer.

  3. Muito bom. Aproveito a oportunidade e pergunto o que essa SECRETARIA ESTÁ FAZENDO, que ainda não viu o crime ambiental, que vem sendo praticado na RUA 33, com as árvores ? As novas lojas que estão sendo construídas, (algumas já prontas ) estão derrubando ás árvores para PRIVILEGIAR o AUTOMÓVEL. Isso numa cidade POLUÍDA como a nossa. É só ir lá e ver. VAMOS TRABALHAR NÉ ?

  4. Sao 5 vagas de titular para o executivo, 5 para entidades associativas, 1 para universidade e 1 para o crmv. Cada vaga tem seu suplente. Por isso 24 ao todo.

  5. Tem que proibir a venda de animais em lojas de agropecuárias tais como pintinhos galinhas coelhos entre outros,
    Ficam presos em gaiolas muito pequenas durante muito tempo até aparecer um cliente para comprar as vezes um ou dois animais.
    Acabem logo com isto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document