sábado, 20 de janeiro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Diocese Barra do Piraí-Volta Redonda possui 50 bens tombados

Diocese Barra do Piraí-Volta Redonda possui 50 bens tombados

Matéria publicada em 16 de dezembro de 2017, 19:50 horas

 


Comissão vem conseguindo captar recursos para dar prosseguimento a alguns de seus projetos de restauração

Volta Redonda – Em meio às dificuldades financeiras que o Estado do Rio está atravessando no momento, a Comissão de Patrimônio Histórico da Diocese de Barra do Piraí-Volta Redonda está conseguindo captar recursos para dar prosseguimento a alguns de seus projetos de restauração. O grupo é coordenado pelo Padre Marcio Moraes,

De acordo com Edna Fernanda Feitosa, que atua na diocese como assistente de patrimônio, a comissão foi criada em 2014 com a finalidade de salvaguardar o patrimônio material e imaterial existente na Diocese de Barra do Pirai-Volta Redonda. Da mesma maneira, orienta os procedimentos em relação ao bem tombado, captando recursos para realizar as restaurações do patrimônio. Segundo Edna, nos 12 municípios da diocese existe um total de 50 bens tombados pelo patrimônio histórico municipal.

Segundo Edna a captação de recursos para as reformas de restauração é feita através de incentivos fiscais, seja estadual ou federal através da lei Rouanet de incentivo a cultura.

– E esta captação é a maior dificuldade da comissão, sendo que geralmente são as empresas que nos apoiam. Mas para ter direito a uma verba é necessário primeiro ter um projeto. No caso da empresa, ela pode patrocinar ou doar a verba para o projeto, seja pelo ICMS (imposto sobre circulação de mercadorias e serviços) ou através da lei Rouanet – lembra.

Com relação à Volta Redonda, Edna explica que a diocese tem dois bens tombados, a Igreja de Santo Antônio, em Niterói e a Igreja de Santa Cecília, na Vila. Além de dois em intenção de tombamento que são a fachada da Igreja Nossa Senhora da Conceição no Conforto e a Igreja de São Sebastião, no bairro Sessenta.

A assistente confirma que o trabalho da comissão é constante. Outro projeto de restauração já está com continuidade garantida: trata-se da restauração da Catedral de Sant’Anna, em Barra do Piraí, onde foi feito um trabalho emergencial no telhado, com recursos próprios da comunidade.

– A nossa previsão é retomar as obras de conclusão do telhado ainda no primeiro semestre de 2018. Também está em andamento o projeto de restauro do telhado da Igreja Nossa Senhora da Piedade em Ipiabas e da Igreja de Sant’Anna em Piraí. A de Ipiabas no primeiro semestre de 2018, já a de Piraí ainda não tem prazo – esclarece.

Outro projeto que está em fase de conclusão, ressalta Edna, seria a restauração do Casarão conhecido como Casarão de Arrozal, distrito de Piraí, mas que está sendo coordenada pela Irmã Elizabeth, da Associação dos comunicadores de Arrozal, juntamente com a Pastoral da Criança.

Arrumando: Comissão atua para ajudar a salvar bens tombados na área da Diocese (Foto: Divulgação)

Arrumando: Comissão atua para ajudar a salvar bens tombados na área da Diocese (Foto: Divulgação)

 

3 comentários

  1. Liberdade e propriedade

    Sei que sou suspeito para falar, mas a Igreja mas bonita da região é sem dúvida a matriz de Resende, principalmente por seu interior, com seus arcos e colunas romanas, que remete também ao gótico, não existe outra igreja similar na região. Além de beleza possui também, tamanho grande em área, são 4 filas de bancos.

  2. Obrigado ao DV por nos brindar com assuntos de relevante interesse. Devemos entender que a Igreja Católica é a Instituição mais antiga do ocidente. Aproveito a oportunidade para agradecer aos nobres parlamentares da Câmara Municipal de Volta Redonda pela brilhante homenagem feita aos padres da cidade. Precisamos unir todas as forças para que o BEM possa vencer as artimanhas do capiroto. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. REI dos reis.

Untitled Document