quinta-feira, 15 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Grupos que auxiliam adoção se reúnem neste sábado, em Resende

Grupos que auxiliam adoção se reúnem neste sábado, em Resende

Matéria publicada em 8 de junho de 2018, 15:38 horas

 


Encontro acontece na Paróquia de São Sebastião, no bairro Campos Elíseos, em Resende

Juntos: Grupo discute processo de adoção e troca experiências durante encontros mensais

Resende – A reunião dos grupos “Filhos do Amor” e do Grupo de Adoção
Universitária acontece neste sábado, às 15 horas, no salão da
Paróquia de São Sebastião, no bairro Campos Elíseos. O Grupo de
Adoção Universitária é formado por universitários e o principal
objetivo é a desmistificação do que é a adoção e dos seus processos.
O grupo existe há aproximadamente dois meses e os encontros acontecem
todo segundo sábado do mês, no mesmo dia e horário do encontro dos
“Filhos do amor”, para que haja interação com as famílias. O encontro
funciona como uma roda de conversa.
A universitária Mylena Caixeiro, aluna do curso de psicologia.
afirma que a troca de informação é importante, tanto para a formação
profissional quanto crescimento pessoal. Ela ressalta que a adoção
está ligada à diversas profissões, não só a parte judiciária.
– Já estive envolvida com outros trabalhos voluntários, mas nunca
tive esse contato com eles. Para mim o contato com os pais foi muito
importante. É bastante enriquecedora essa troca de experiências. As
histórias de adoção tardia, que ainda é um tabu muito grande, são
muito bonitas – relatou Mylena.
A adoção tardia é a adoção de crianças com cinco anos ou mais, visto
que geralmente as pessoas procuram adotar crianças mais novas,
explicou Claudio Mendonça membro dos “Filhos do Amor”. Ele comenta
também sobre a adoção de crianças com irmãos, e diz que também são
menos frequentes.
– As adoções chamadas tardias e de grupo de irmãos começaram a
acontecer a partir dos encontros dos Filhos do Amor. Criamos uma rede
de acompanhamento pós-adoção, o que nos trouxe muitas alegrias –
disse.

Filhos do Amor

O grupo Filhos do Amor é formado de casais que queria informação
sobre adoção. Em 2013 surgiu o grupo sobre o processo de adoção, com
a participação de profissionais do poder judiciário, membros dos
abrigos e um advogado para auxiliar nos encontros voluntariamente.
O grupo começou fazendo estudo de leis e dos Grupos de Apoio à Adoção
no Rio de Janeiro e nacionalmente, com a criação de uma agenda mensal
de temas para os encontros. Atualmente o espaço onde acontecem as
reuniões informa pessoas que passam buscando por informações e
auxílio sobre o assunto.
Outros grupos surgiram em Volta Redonda, Barra Mansa, Resende, Barra
do Piraí, Rio das Flores, Paracambi, Cachoeira Paulista, Cruzeiro,
Caçapava e Itajubá.
A ideia surgiu depois que Claudio e Ana Clara, fundadores do grupo,
adotaram seu filho. O nome foi ideia do filho do casal.

– Inspirado pelas visitações constantes aos abrigos o menino percebeu que muitas
crianças e adolescentes necessitavam de amor, não como forma de
caridade, mas como uma forma incondicional –  conta o pai.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document