sexta-feira, 20 de outubro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Incêndios mantêm em alerta Bombeiros e Guarda-Parques do Inea na região

Incêndios mantêm em alerta Bombeiros e Guarda-Parques do Inea na região

Matéria publicada em 21 de setembro de 2017, 10:23 horas

 


incendio materia

Helicóptero do Corpo de Bombeiros em ação no combate ao incêndio no Parque Estadual da Serra da Concórdia, em Valença
(Foto: Divulgação)

Estado do Rio- Equipes do Corpo de Bombeiro e Guarda-Parques do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) permanecem de prontidão em todo o estado devido a temporada de incêndios nas florestas. Na quarta-feira (20) foi registrado um foco no Parque Estadual da Serra da Tiririca, em Maricá, na Região dos Lagos, mas o fogo já foi controlado. A operação rescaldo continua em alguns pontos atingidos nos últimos dias. O Inea notificou mais de 30 focos no estado em menos de uma semana.

O Parque Estadual da Serra da Concórdia, em Valença, registrou a maior queimada da história ao ter uma parte da unidade de conservação atingida junto com pastos da região. O fogo destruiu cerca de 400 hectares (o equivalente a 400 campos de futebol). Já no Parque da Pedra Branca, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, cinco hectares foram atingidos pelas chamas.

Além da ação do homem, que muitas vezes provoca o fogo, a estiagem e a alta temperatura são fatores predominantes para este tipo de acidente. Com a ocorrência de ventos e a irregularidade dos terrenos, o trabalho de combate fica bastante prejudicado. No entanto, as equipes contaram com um importante aliado. Um caminhão tanque doado ao Corpo de Bombeiros pela Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), que serve para abastecer os helicópteros do Inea, dos Bombeiros e da Polícia Militar que atuam neste tipo de ação, foram fundamentais para agilizar a ação de bombeiros e guarda-parques.

O Grupamento de Operações Aéreas dos Bombeiros utilizou o veículo para multiplicar a capacidade operacional de combate aos incêndios florestais, que na maior parte das vezes necessita do apoio de aeronave.

Além do dano ambiental, em meio a toda a crise, o governo do estado gastou cerca de R$ 60 mil somente com o uso de helicópteros para atuar no combate às chamas no Parque Estadual da Concórdia, devido ao fogo ter atingido o ponto mais alto do local, que é de difícil acesso.

O trabalho dos guarda-parques foi incansável. As equipes atuaram também em ações preventivas. Várias pessoas foram autuadas e notificadas nos últimos dias por provocar incêndios em diversas regiões do Estado. Elas terão que recuperar as áreas incendiadas.

Cartilhas com orientações para evitar queimadas estão sendo distribuídas nas Unidades de Conservação de todo o estado afim de promover a conscientização da importância de preservar o meio ambiente e evitar incêndios tão devastadores como o ocorrido no Parque Estadual da Concórdia danificando a Flora e a fauna de toda a região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document