sábado, 23 de junho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Após quatro horas moradores liberam Rio-Santos; protesto interditando a pista foi contra vandalismo em escola; veja o vídeo

Após quatro horas moradores liberam Rio-Santos; protesto interditando a pista foi contra vandalismo em escola; veja o vídeo

Matéria publicada em 7 de junho de 2018, 07:41 horas

 


Angra dos Reis – Após quatro horas, moradores decidiram liberar a Rodovia Rio-Santos, no Km-115,  nas proximidades do Brachuy, interditada na manhã desta quinta-feira, dia 7 , em  protesto  contra o ato de vandalismo ocorrido ontem, quarta-feira, 6, na Escola Municipal Áurea Pires da Gama, no mesmo bairro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal a manifestação foi pacífica. De acordo com a PRF, o tráfego foi  interditado desde às 5h, nos dois sentidos da estrada, e o congestionamento chegou a três quilômetros.

Por conta do ato de vandalismo, as aulas foram suspensas devido ao estado caótico em que estava a unidade de ensino, que amanheceu ontem, com paredes pichadas, com frases ameaçando a segurança da população e profissionais. Móveis e eletrônicos foram quebrados e banheiros destruídos.

Funcionários da unidade de ensinp, que não puderam se identificar por medo de represálias, disseram que as ameaças a alunos e professores vem ocorrendo há vários meses. Por conta disso, segundo eles, as aulas no período noturno acabaram, deixando de ofertar o curso EJA (Educação de Jovens e Adultos), para a comunidade.

Em nota, enviada à Imprensa, ontem, quarta-feira, 6, a Secretaria Municipal de Educação de Angra dos Reis lamentou o ato de vandalismo e considerou a ação como tentativa de intimidação a profissionais da Educação. No comunicado a SME disse que, ao tomar conhecimento do fato fez contato com os órgãos de segurança competentes (Superintendência de Segurança Pública, Polícias Militar e Civil), que já estão cientes da ocorrência.

14 comentários

  1. ???????????????????? protestando contra vandalismo fazendo vandalismo???????? As únicas pessoas que eles conseguem atrapalhar são: pessoas vindo do trabalho, após uma madrugada gelada, pessoas indo para o trabalho, que provavelmente perderão o dia de serviço e serão descontados, pessoas que precisam ir a procura de atendimento médico, crianças e bebês que ficam presas no transito etc. Vão para a frente da casa do prefeito, do delegado, do comandante da PM, da guarda municipal. Aaaaaa mas é longe de casa né? vai dar trabalho. bando de vagabundos.

  2. Eu entendi isso?

    Eles protestaram contra Vandalismos. PROMOVENDO VANDALISMO??

  3. Palhaçada! Falta de borracha no lombo!

  4. Agora é normal, promove-se um vandalismo protestando contra um outro, fechar e atear fogo em rodovias é vandalismo também, os moradores estão cobertos de razão, só que estão cobrando da maneira errada e das pessoas que nada irão fazer, vão protestar na prefeitura, a responsabilidade da preservação das escolas e logradouros públicos municipais é da guarda municipal, aí vão dizer, a escola é estadual ou federal, pelo amor de Deus, está na cidade, parem de empurrar o problema com a barriga, deixem a politicagem de lado, os ordinários que vandalizam as escolas têm de ser tratados como bandidos, se seu filho, irmão está fazendo isso ele é bandido vagabundo.

  5. A escola é municipal e a segurança pública é responsabilidade do governo do estado. O que os usuários da rodovia têm a ver com isso? Quem vai se responsabilizar e alguém morrer por falta de socorro com a estrada bloqueada? Sem falar que crianças e idosos podem passar fome e sede nessa situação. Façam protestos em frente a prefeitura e/ou secretaria municipal. Quem sabe em frente ao batalhão da PM ou algum outra instituição da secretaria de segurança pública do RJ?

  6. O que uma coisa tem a ver com a outra?
    Pichação é crime, vandalismo, também, mas isso não tem nada a ver com a rodovia.
    Agora tudo que acontecer vão fechar rodovias?
    Pelo amor de Deus…
    Falta pulso firme para organizar esse país…
    O bem comum prevalece sobre particulares.
    Daqui há pouco, tirei nota baixa , fecho a rodovia; meu cachorrinho sumiu ,fecho a rodovia; minha sogra é chata fecho a rodovia…

  7. “Segundo a Polícia Rodoviária Federal a manifestação foi pacífica”. Foi pacífica sim, só queimaram lixos no meio da rua e impediram o direito de ir e vir de centenas de pessoas.

    Façamos uma reflexão, será que pelo menos uma pequena parcela dos familiares dos alunos prejudicados por esse vandalismo não conhece quem fez isso ou de onde partiu a ordem? Que tal então denunciar? Vale lembrar que ainda a polícia ou o poder público não possui bola de cristal, logo, a denúncia para que se prenda esses responsáveis se torna imprescindível.

    Mais vale por a mão no telefone e denunciar dando todas as características e informações possíveis para se chegar aos autores do que impedir o direito de pessoas de bem que nada tem a ver com isso de ir ou vir.

    E esse papo de ter medo de denunciar já não tem mais espaço. Ou supera o medo momentâneo de denunciar ou deixe a bandidagem se criar e aí sim ficar com medo sempre, só esperando ser a nova vítima.

  8. Ao invés de interditar porque não denuncia quem fez?

  9. Ao invés de fechar a estrada obstruindo passagem das pessoas que seguem para suas casas cansados de mais um dia de trabalho, estes moradores deveriam sim, é denunciar onde os bandidos que fizeram isso e controlam o tráfico local se escondem. Outra, não deveriam deixar essas pragas se criarem dentro de seus bairros. Mas preferem participar de bailes funk promovidos por estes vermes e ainda permitem que seus filhos e filhas se ofereçam para esses vagabundos. Viva a pátria educadora!!

    • Apoiado. Essa M… de país ja passou a anarquia a mto tempo. Saudades dos aureos tempos do Regine Militar que agora é implorado nas manifestações de trabalhadores.

  10. Morador de Angra.

    Eu ouvi por aí, que tem uma tal de intervenção militar no estado do Rio. Será que é verdade ?

    • Cara militar não faz nada nesse país é apenas um cabide de emprego pra quem não quer trabalhar, onde uma corporação vai dar certo com tanto pajé e poucos índios. E outra militar não é honesto não hein!!! já fui militar e pude ver os absurdos que são cometidos lá dentro, essa força, que é uma de nossas fraquezas deveria ser feita uma reforma, a começar para deixar de “fabricar” menos oficiais, pois lá dentro o que mais têm é oficial, em uma guerra haverá muitos para mandar e poucos para agirem, portanto já sabemos como isso vai acabar.

    • Tem que ter intervenção no Brasil, ou seja mudar o regime de civil para Militar. Fechar o STF e mandar esses ministros pelegos pra pqp e enaltecer os ministros do STM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document