Motorista deve redobrar atenção na estrada que dá acesso a Angra - Diário do Vale
sábado, 18 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Motorista deve redobrar atenção na estrada que dá acesso a Angra

Motorista deve redobrar atenção na estrada que dá acesso a Angra

Matéria publicada em 30 de dezembro de 2017, 11:00 horas

 


Barra Mansa/Angra dos Reis – Nos próximos dias, em razão das festas da virada de ano, das férias de janeiro e, em seguida, o Carnaval, a Rodovia Saturnino Braga, a RJ-155, que liga Barra Mansa a Angra dos Reis deverá receber um grande fluxo de veículos com destino ao litoral da Costa Verde. A estrada, que não vem recebendo manutenção do governo do estado, por meio do DER (Departamento de Estradas de Rodagens) requer muita atenção e cuidado dos motoristas que, por conta do mato alto, não consegue identificar informações importantes das placas de sinalização ao longo da rodovia.

Quem já pegou a estrada com destino a Angra, para passar o ano novo, conta que placas que indicam a aproximação de uma curva acentuada, sobre o risco de animais na pista e o trafego de pedestres estão completamente cobertas pelo mato. “Nós optamos em ir nesta quinta-feira, 28, para fugirmos do trânsito nos próximos dias. Mesmo sendo a luz do dia, está difícil identificar o que está nas placas, porque elas estão cobertas pelo mato. A noite a situação deve ser pior e o cuidado tem que ser redobrado”, disse a comerciante Daniele Cristiane Oliveira, de 32 anos.

Outro problema apontado por quem já passou pela rodovia é a questão do acostamento, que também está coberto de vegetação, impedindo uma parada em caso de emergência. O empresário Marco Aurélio Gonçalves, de 42 anos, também passou pela RJ-155, na manhã desta quinta-feira, e disse ter se assustado com a situação.

– Tem trecho do asfalto que já está sendo tomado pelo mato. A gente sabe que o estado do Rio enfrenta uma crise financeira muito grande, mas a manutenção de estradas, nessa época do ano, deve ser uma prioridade, por se tratar da segurança de várias pessoas que aproveitam essa época para viajar com a família – contestou Gonçalves.

Para o aposentado Gilberto de Mello, de 63 anos, o cuidado na estrada deve ser ainda maior de motoristas que não têm o costume de trafegar pelo local. Segundo ele, por ser uma rodovia de mão dupla e estreita, a RJ-155 já requer mais atenção dos condutores.

– Quem tem o hábito de passar por ali já sabe onde deve redobrar o cuidado e reconhece os pontos mais críticos, mas quem não está acostumado geralmente utiliza a sinalização que, infelizmente, não está ajudando – finalizou o aposentado.

Em nota, assessoria de comunicação do DER-RJ informou que o departamento está aguardando a entrada de recursos para atuar nesta via. Por conta da crise financeira do Estado o órgão está trabalhando com orçamento reduzido e não há como delimitar um prazo para execução dos serviços. Também nos próximos dias, a RJ-155 terá um fluxo maior de ônibus da empresa Colitur, com destino a Angra dos Reis e Perequê. O DIÁRIO DO VALE entrou em contato com a empresa, no entanto, o levantamento sobre o índice do aumento do efetivo ainda não havia sido fechado.

Ruim: Com mato alto e sinalização precária, situação RJ-155 preocupa motoristas (Foto: Enviada via WhatsApp)

Ruim: Com mato alto e sinalização precária, situação RJ-155 preocupa motoristas (Foto: Enviada via WhatsApp)

 

10 comentários

  1. As estradas ESTADUAIS de Minas e RJ, são uma vergonha. Mão dupla, mato nas margens, sem acostamento, buracos, sinalização horrorosa, e já passou da hora de privatizar. Estradas meus amigos, é em São Paulo . Tem pedágio mas tem estrada.

  2. se houvesse pena de morte para estes bandidos, nos nao teriamos tantos problemas e preocupaçoes, é so matar um pouco ja alivia, prender bandido nao adianta, as cadeias do brasil, nao é para recuperar e para ensinar a ser mais bandido ainda, se eles fossem presos e tivessem que trabalhar para se sustentar e sustentar a familia, com certeza seria diferente, mais eles vao presos e nos que trabalha temos de pagar para eles comerem e ainda por cima pagar para a familia ficar a toa, levando drogas e armas para eles. so quando tivermos governanates de saco roxo vai mudar, pois o que tem la e um bando de incopetentes e incapazes.

  3. estrada perigosa..qualquer erro pode ser fatal

  4. HAhahahaha a estrada é o menor problema. Hoje mesmo uma família de Volta Redonda teve o carro alvejado por criminosos da comunidade do Belém. Eu não recomendo Angra nem pro meu pior inimigo.

  5. Meu Deus, como nós somos atrasados.

  6. Angra virou antro de filhos da feia Rosário, do Lindinho Farinha e do Marcelo Frouxo.
    Além dos riscos com a estrada e bandidos, há ainda a fábrica de multas.
    De fato tá difícil ir pra lá.

  7. Liberdade e Propriedade

    Assim como coube uma privatização da BR-101 até Friburgo, acho que cabe uma da Dutra até Angra.

  8. Não só se preocupar com a estrada. Angra está um inferno. Baixada Fluminense pura. Bandidos assaltando a luz do dia na estrada, bairros tomados por elementos armados com armas de grosso calibre. Eu trabalho em Angra, posso falar, e dou um conselho a quem queira seguir: escolham outro local ou fiquem em casa mesmo. Angra, definitivamente, não dá.

Untitled Document