terça-feira, 11 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Mutirão da Saúde atendeu quase três mil mulheres em 2017 em Resende

Mutirão da Saúde atendeu quase três mil mulheres em 2017 em Resende

Matéria publicada em 16 de abril de 2018, 18:58 horas

 


Exames de mamografia foram intensificados na rede municipal de Saúde de Resende

Exames de mamografia foram intensificados na rede municipal de Saúde de Resende


Resende – 
O “Mutirão da Saúde”, realizado em 2017, atendeu quase três mi mulheres, segundo informações da Prefeitura de Resende. Para alcançar o número de exames realizados diariamente, a prefeitura informou que ampliou os horários de atendimento do Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) na rede municipal (onde são feitas mamografias) e firmou convênios com a iniciativa privada para acelerar a realização dos exames. As ações foram intensificadas entre maio e dezembro do ano passado.

De acordo com o secretário de Saúde, Alexandre Vieira, a decisão de incluir a mamografia na série de exames realizados durante o mutirão, levou em consideração o fato de o câncer de mama ser o que mais mata mulheres no Brasil, segundo dados oficiais.

– A fila de espera por exames e cirurgias na rede municipal de saúde era muito grande no início de 2017 e este foi o motivo pelo qual decidimos realizar o super mutirão. No caso das mamografias, que é um exame fundamental para garantir a saúde da mulher, esta fila chegava a quase três mil pessoas – disse o secretário, lembrando que o exame, indicado para mulheres acima dos 40 anos, deve ser realizado ao menos uma vez ano.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde, em dezembro de 2016, 2.607 mulheres aguardavam pela realização de exames de mamografia em Resende. Apenas um mês depois, em janeiro de 2017 quando a atual administração assumiu a prefeitura, o número já havia subido para 2.907. Com a realização do mutirão, a fila, que em alguns casos chegava a quase dois anos de espera, foi zerada, abrindo espaço para a normalização do serviço. Hoje, as pacientes aguardam, em média, duas semanas para fazer o exame e colocar sua saúde em dia.

Na rede municipal os exames são feitos no Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI), localizado na Avenida Marcílio Dias, anexo ao Hospital de Emergência. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h.

Aspectos e Sintomas

O câncer da mama, responsável por um em cada quatro óbitos por câncer em todo o mundo, manifesta-se principalmente em mulheres acima dos 40 anos. Além da idade, outros fatores também contribuem para o aparecimento da doença como a menstruação precoce (antes dos 12 anos); menopausa após os 50 anos; predisposição genética; consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo, além das mulheres que não amamentaram. No entanto, algumas desenvolvem a enfermidade mesmo sem fazer parte do grupo de risco.

Entre os sintomas estão diversas alterações no aspecto da mama. O mais comum é o surgimento de um nódulo não palpável. Mas também pode haver o aumento da mama ou deformações, bem como vermelhidão, inchaço, dor e a presença de líquido no mamilo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document