sábado, 24 de fevereiro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeitura de Barra Mansa intensifica vacinação contra febre amarela nas áreas rurais

Prefeitura de Barra Mansa intensifica vacinação contra febre amarela nas áreas rurais

Matéria publicada em 23 de janeiro de 2018, 17:45 horas

 


Imunização: Seis equipes estão visitando casas, fazendas e sítios durante toda a semana - Paulo Dimas

Imunização: Seis equipes estão visitando casas, fazendas e sítios durante toda a semana – Paulo Dimas

Barra Mansa

Com o compromisso de vacinar toda a população do município, a Secretaria de Saúde tem percorrido os distritos e áreas rurais da cidade vacinando os moradores contra a febre amarela. Ontem (23), as equipes estiveram no distrito de Antônio Rocha, incluindo as localidades de Cafarnaum, Ataulfo de Paiva e Santa Helena. A imunização foi acompanhada pelo prefeito Rodrigo Drable, o subsecretário de Saúde, Silvio Daniel; o secretário de Meio Ambiente, Cláudio Cruz (Baianinho) e o vereador Roberto Beleza. Em Barra Mansa, não existe nenhum caso da doença.
Ao todo, seis equipes estão visitando as áreas rurais, incluindo casas, fazendas e sítios, durante toda a semana. A intenção é imunizar o máximo de moradores dessas localidades que não têm condições de irem até a cidade para se vacinar contra a febre amarela. A campanha continua em todas as 49 unidades básicas de saúde do município de 8 às 17 h.
– A secretaria tem intensificado a vacina nos distritos e áreas rurais que são as localidades mais afastadas para conseguirmos alcançar nossa meta de imunizar toda a população barra-mansense”, salientou o subsecretário de Saúde, Silvio Daniel, frisando que o objetivo é imunizar cerca de 155 mil moradores, e para isso, foi preciso intensificar a campanha nas áreas rurais. Até ontem (22), mais de 113 mil moradores já haviam sido imunizados em todo o município. Ainda faltam aproximadamente 42 mil pessoas.
Durante a vacinação, os enfermeiros têm explicado aos moradores sobre as recomendações após a vacina e sobre as contraindicações, além de reforçar que a febre amarela do tipo silvestre é transmitida apenas por mosquitos (Haemagogus e o Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios. Tem explicado também que os macacos são vítimas, assim como os humanos. A morte deles em áreas de mata seria apenas um indicador da proximidade da doença e confirma a necessidade da vacina. No entanto, somente exames podem confirmar.

Untitled Document