sábado, 17 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Representante do consulado americano visita UniFOA

Representante do consulado americano visita UniFOA

Matéria publicada em 20 de junho de 2018, 15:26 horas

 


UniFOA recebe visitante que alerta para importância do inglês fluente


Volta Redonda – 
O UniFOA recebeu a visita de representantes do Consulado Americano, nessa segunda-feira, 18, para conversar com os acadêmicos sobre intercâmbio e visto para estudantes. O encontro aconteceu no auditório do curso de Medicina, no campus Olezio Galotti, e foi promovido pelo Núcleo de Internacionalização (Unex).

Atualmente, são cerca de 13 mil brasileiros estudando nos Estados Unidos, espalhados por mais de 4700 universidades. Ter domínio do inglês é a principal dica para quem deseja se ampliar a estatística, segundo Vanessa Rozier, vice-cônsul do Consulado Americano do Estado do Rio de Janeiro.

– Percebi que os brasileiros estudam, mas não praticam muito o inglês.  Outra dica importante é pesquisar instituições confiáveis para esse processo – pontuou.

O UniFOA foi escolhido para a palestra pelos membros do consulado após uma série de pesquisas, segundo Fernando Dantas, assistente de visto do órgão. “O preenchimento errado dos documentos necessários e mentiras relacionadas à vida acadêmica são os principais erros cometidos e nosso objetivo com essas visitas às instituições é minimizar esses casos, além de divulgar os programas oferecidos. Escolhemos o UniFOA após realizarmos pesquisas e optarmos por visitar as maiores instituições de ensino da região”, citou.

O Núcleo de Internacionalização foi o setor responsável pela organização do evento. “O objetivo do Unex é, justamente, trazer para os alunos informações sobre intercâmbio. Promover o contato dos nossos acadêmicos com o órgão faz com que eles tenham acesso a informações precisas de assuntos que não são complicados, mas se complicam devido à falta de conhecimento a respeito do processo”, pontuou o professor Marcello Silva, responsável pelo núcleo que é composto por ele e mais dois professores: Igor Braz e Stella Aragão.

A aluna do 4° módulo do curso de Medicina, Joana de Almeida, já participou de outro programa de intercâmbio. “Fiz um curso de curta duração em Londres, mas tenho me interessado bastante pela ideia de fazer um novo intercâmbio, dessa vez com foco na pesquisa na área médica, antes de terminar a graduação. A palestra de hoje foi fundamental para me ajudar a entender melhor como devo agir no planejamento do próximo intercâmbio”, comentou a aluna.

A vinda do órgão ratifica a grandiosidade da instituição. “Estamos abrangendo uma série de convênios com universidades e consulados que podem fazer contraparte no que diz respeito à mobilidade internacional. A ciência se faz com cooperação e grande parte da ciência no mundo é feita lá fora, então precisamos fomentar novas possibilidades aos estudantes”, concluiu o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Alden dos Santos Neves.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document