segunda-feira, 18 de junho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / RJ-163 fica interditada por tempo indeterminado

RJ-163 fica interditada por tempo indeterminado

Matéria publicada em 9 de março de 2018, 13:10 horas

 


Prefeito Diogo Balieiro indica rota alternativa para turistas em um dos bloqueios

Prefeito Diogo Balieiro indica rota alternativa para turistas em um dos bloqueios


Resende
-Embora as equipes do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), e prefeituras de Itatiaia e Resende, estejam trabalhando na limpeza da RJ-163 (Penedo a Visconde de Mauá), a pista segue interditada e sem previsão para liberação parcial do trecho.

Técnicos do órgão afirmam que por se tratar de uma estrada-parque, a rodovia possui trechos que dificultam o processo de limpeza e recuperação da via. Previsões otimistas, ainda que extraoficiais, apontam para três meses de trabalho. Em uma análise mais pessimista, a recuperação pode levar até seis meses.

O prefeito Diogo Balieiro (DEM), que tem acompanhado os serviços e estudos geológicos de perto, voltou a pedir que os bloqueios na RJ163 sejam respeitados. Da mesma maneira, lembrou que a alternativa mais segura é pela RJ-161, conhecida como estrada da “Serra do M”.

– A RJ-163 está desimpedida, mas segue interditada pelo risco que oferece. Muitas barreiras ameaçam cair e há muita água descendo ainda das encostas. Os bloqueios foram montados por segurança. Nós tivemos uma tragédia aqui, mas que até agora foi uma tragédia material. Não tivemos vítimas – disse ele, lembrando do trabalho para desobstrução da Serra do M:

– A prefeitura trabalhou incansavelmente para liberar a RJ-161 e peço a todos que usem a estrada da Serra do M. Ela está liberada e em boas condições, além de contar com trabalhos constantes das nossas equipes – disse.

Outra rota alternativa é a RJ-151 (Levy Gasparian a Maromba), passando pela localidade de Rio Preto.

Técnicos do DER continuam monitorando as condições das rodovias da região. Na RJ-163, estima-se que ocorreram pelo menos 55 pontos com barreiras, sendo algumas consideradas perigosas que podem agravar ainda mais o deslocamento de terra. Parte do asfalto da pista cedeu, podendo aumentar ainda mais o trecho danificado, devido a umidade do solo.

A prefeitura de Resende reforçou que o laudo técnico afirma que, mesmo sem chuva, podem ocorrer novas quedas de barreiras e que a rota alternativa – Serra do Eme – continua sendo a opção. Por esta pista, no entanto, passam apenas carros de passeio. Durante todo o percurso funcionários da prefeitura com o apoio do exército estão auxiliando motoristas, já que esta rota alternativa não é asfaltada.

 

Um comentário

  1. Na boa só chega a Mauá, com a 163 fechada, apenas, pela RJ-151 se for somente pela essa rodovia RJ-161 vc acabará indo parar em Bocaina de Minas, quem vai pra Mauá não chega na serra do M, somente quem vai pra Bocaina de Minas, mesmo que a prefeitura afirme isso, tenha em mente que nem eles conhecem a região é só olhar nos mapas, é triste ver a informação sendo passada de forma errada, atentem a isso.

Untitled Document