terça-feira, 17 de outubro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Acaba não, mundão!

Acaba não, mundão!

Matéria publicada em 24 de setembro de 2017, 07:00 horas

 


Se você estiver lendo isso, mais uma previsão fajuta sobre o fim de tudo foi para as cucuias

wp-coluna-e-nos-com-isso-paulo-moreira

Este colunista já perdeu a conta de quantas datas de fim do mundo foram anunciadas, principalmente por algumas páginas que levam a sites de místicos e pseudocientistas no Facebook. A mais divertida foi 21 de dezembro de 2012, que acabou sendo o “gancho” de um dos melhores filmes-catástrofe dos últimos anos. A mais recente foi ontem. E se você está lendo isto é porque, como todas as outras, tratava-se de uma imensa bobagem.

Seguinte: nada é eterno e um belo dia o nosso planetinha vai se dar muito mal. A versão mais aceita é que o Sol vai se expandir engolir a Terra com Lua e tudo. A ciência calcula que isso vá ocorrer em algo como cinco bilhões de anos, mas não dá pra ter uma data exata.

Antes que se passem cinco bilhões de anos, a lei das probabilidades diz que é praticamente certo um asteroide ou cometa atingir a Terra. Um evento como esse pode ser previsto com anos, meses dias ou horas de antecedência – depende de uma série de fatores.

Claro que seria um assunto tratado com extrema cautela pelos governos – e isso abre espaço para um monte de sujeitos apavorados ou mal-intencionados construírem teorias de conspiração sobre pedregulhos espaciais que iriam nos acertar num determinado dia.

E só pra acrescentar, esse perigo rendeu filmes também, como “Impacto Profundo” e “Armagedon”.

A lista de catástrofes que podem acabar com a Terra – ou pelo menos com o que chamamos de civilização – continua:

Pode ser uma pandemia mortal, como em “Guerra Mundial Z” e “Contágio”.

Uma erupção gigantesca de massa coronal – basicamente um pedaço do Sol se desprendendo e vindo torrar nosso planetinha – pode ter efeitos que vão de auroras boreais ao fim de toda a vida no planeta, passando por blackouts globais. “Presságio” é um filme que conta uma história dessas de forma interessante.

As mudanças climáticas também podem acabar com a civilização, como em “O dia depois de amanhã”.

Uma invasão alienígena é um conceito meio absurdo, mas já que estamos falando de bobagens, é bem provável que exista alguém por aí dizendo que estamos para ser visitados por grays, reptilianos ou coisa que o valha. Mais uma vez, o assunto foi tratado em um monte de filmes, e “Independence day” é um deles.

A origem dos fins

Se o leitor não percebeu, vou chamar a atenção agora: para cada modo de fim de mundo que citei, há um filme – ou um monte deles.

O motivo? É que os inventores de fim de mundo, além de serem mentirosos que espalham o pânico para se divertirem, também são adeptos da teoria do menor esforço: usar uma tragédia global que já foi testada e consagrada pelo cinema é bem mais fácil do que inventar seu próprio apocalipse.

E não se pode esquecer que o cinema também não inventou esses cenários: alguns deles, como os da colisão com asteroides ou cometas, têm base científica, enquanto outros, como a data mística 21 de dezembro de 2012, são resultado de interpretações erradas de crenças – nesse caso específico, a data corresponde a um fim de grande ciclo no calendário maia.

A propósito, em boa parte desses filmes, a humanidade sobrevive. Wishful thinking.

Live and let die

Este é o título de um dos melhores filmes da série 007, na opinião do colunista. Mas não entra aqui como exemplo de ficção que retrata o fim do mundo, até porque não faz isso.

A ideia é resumir uma sugestão: você pode até ler esses posts apocalípticos que pipocam nas redes sociais, já que vai poder rir depois. Mas não se deixe afetar por eles.

Aproveite a vida da melhor forma que puder, seja “metendo o pé na jaca” ou passando um fim de semana comportado em família. Divirta-se, trabalhe (tem gente, como este colunista, que considera o trabalho uma forma de prazer), ame muito e sem moderação. E não se preocupe. Se o mundo acabar, acabou.

Em resumo: “Viva e deixe morrer”.

Adeus mundo cruel: Em ‘Impacto profundo’ a Terra sobrevive (Imagem: Reprodução internet)

Adeus mundo cruel: Em ‘Impacto profundo’ a Terra sobrevive (Imagem: Reprodução internet)

 

 

 

 

PAULO MOREIRA | paulomoreira@diariodovale.com.br

10 comentários

  1. Simony Aparecida da Silva

    Bem, como o autor disse, teorias e filmes sobre o fim do mundo tem um monte…..calendários, cálculos, interpretações do Apocalipse……vou dizer minha humilde opinião: mais uma insana ou não, diante de tanta gente que também dá opinião. Putz! Digamos que se a bíblia for verdade, o velho testamento já aconteceu…….o novo também.então falta a 3ª parte…..a que fala exatamente do APOCALIPSE. Lá se fala em tragédias, luta do bem contra o mal em alegorias ou metáforas, ninguém sabe. Dizem que a besta de dez cabeças é a união de vários países…e que a grande prostituta é a Igreja Católica……se pegaram o you tube……chovem teorias….cálculos sobre o numero 666, vários e infindáveis cálculos. E do amigo aí em cima, bem, respeitando a crença dele é mais uma junto a mihha humilde opinião. O que a humanidade realmente quer? Que se cumpra as profecias com um tribunal a céu aberto onde todos seremos julgados como descrito? Querem os mortos de volto a vida e um lugar de eterna paz? Querem é viver e não se preocupar com tantas teorias que nunca se cumprem…..pois o melhor da vida é vivê-la não é! Então, para que tanta discussão tola todos os dias exatamente nesse jornal, sobre qualquer assunto…..divagações? comentários? falta do que fazer? É só ficar em casa, ligar a tv e curtir horas e horas a fios um reality show enfadonho que já cansa qualquer um…novelas…….futebol…….por que não? eu curto tudo isso, vejo tudo isso, tenho meus momentos merecidos de futilidade, de lazer, de diversão da massa e acreditem….é muito bom……ATÉ PORQUE SE PREOCUPAR DEMAIS COM O FIM DO MUNDO JÁ SE BANALIZOU TANTO QUANTO AS PESSOAS QUE VEM UM MENDIGO PEDINDO ESMOLA, UMA CRIANÇA MORRENDO NO HOSPITAL….UMA CRIANÇA SOFRER E CHORAR POR MAUS TRATOS, UMA MULHER SER MORTA PELO SEU COMPANHEIRO……..PARA QUÊ? POIS SE JÁ ACHAMOS GRAÇA DO FIM DO MUNDO……………IMAGINA DO RESTO………..

  2. Geninha, os médicos dizem que se contrariar o cara é pior…

    • Realmente você está certo Ary Góis, pois Lula aquele que é “o cara”, segundo Barack Obama, sempre que fica contrariado começa a dizer que está sendo perseguido pelas elites só porque é operário trabalhador… Me engana que eu gosto}!!!

    • Ary Góis: Vc não acha que de uns tempos atrás, ele piorou ? kkkkkkkkkkkkkk

  3. Eu vejo o fim do mundo próximo, contudo não será mais por um Dilúvio, mas será por fogo que descerá do céu matando 2|3 da população e o outro terço ficará invejando os mortos!
    Isso tudo não aconteceria se a Rússia tivesse abdicado da doutrina comunista e aceitado o domínio de Deus sobre o mundo. Ela não apenas rejeitou Deus como espalhou a doutrina satânica comunista pelo mundo, levando ao terror vários povos da Ásia, África e América Latina!
    A Justiça Divina tarda, mas não falha!
    DEUS NÃO ESTÁ MORTO!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document