Arrependimento - Diário do Vale
quarta-feira, 15 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Arrependimento

Arrependimento

Matéria publicada em 13 de outubro de 2015, 13:45 horas

 


Não sou dos que veem muitas dificuldades para a classificação brasileira nessas eliminatórias

wp-coluna-entornando-o-papo-nelson-rodrigues-filho

Quer dizer que o presidente, agora ex, da Portuguesa, foi às Laranjeiras se desculpar pela acusação que ele fez de o Fluminense de ter dado grana para a Lusa escalar um jogador que não tinha condições de jogo na última rodada do Brasileirão do ano passado..
Na ocasião, se a Portuguesa não tivesse incorrido neste erro, intrigantemente absurdo, o rebaixado teria sido o Flamengo que já havia cometido a mesma impropriedade.
Porém, o Tricolor foi o alvo.
Não entendi porque  a justiça esportiva não chegou a fundo na questão, porque não abriu um processo para ver quem foi quem nesta história.
O Fluminense levou a fama quando nada fez. Apenas seguia o regulamento, o mesmo regulamento que, com os mesmo pontos, fazia o Tricolor ficar abaixo de um concorrente na tabela pelos critérios de desempate.
O regulamento estava valendo até o momento que era o Fluminense quem ficaria rebaixado.
Quando a perda de pontos atingiu o Flamengo e o Rubro-negro, sim, iria cair, eis que houve aquela substituição macabra para a Portuguesa.
O clube, a Portuguesa, desceu ladeira abaixo (me permitam a redundância) e queda ainda não teve seu final.
Se o acusador  confessa que errou, e se o Fluminense nada teve a ver com aquela substituição absurda, resta saber como aconteceu e quem, ou quais as pessoas ou clube responsável por um ato tão grave.

As eleições de 2014, os anjos e os demônios

Apesar de o relator fazer propaganda de seu voto, conclamando seus colegas  a votarem com ele em frente às câmeras, e afirmar que não é golpe, trata-se, de fato, de uma tentativa descarada de golpe. Uma facada na democracia.
Quer dizer que houve problemas nas contas? Será que houve mesmo? Problemas sempre há em contas de eleição. É fácil achar alguma coisa. Em todas as chapas. Com todos os partidos.
De repente, as eleições presidenciais, que só fazem parte deste rol de tentativas para reverter o resultado das urnas, porque outras iniciativas abortaram, vão ser questionadas a ponto de quererem derrubar a chapa vencedora, numa corrida eleitoral disputada palmo-a-palmo.
Por que não verificar a eleição como um todo?
A política, o interesse de acabar com um partido, não está levando em conta nossa querida democracia. Está valendo qualquer coisa.
Nossa sociedade agora, como querem, estará se dividindo entre anjos e demônios.
Uma perguntinha para terminar: Quem é anjo e quem é demônio?

Seleção

Não sou dos que veem muitas dificuldades para a classificação brasileira nessas eliminatórias.
Se o Neymar viesse a ficar de fora em todos os jogos, a parada seria mais dura. Ainda assim, não tem mata-mata. Todos jogam contra todos.
Tem que se fazer um grande esforço para não se classificar
Mesmo se acontecer dificuldades sem o melhor jogador, há mais jogos pela frente e a seleção é outra com ele.
Gostaria de saber, apenas, porque o David Luiz é convocado e tem essa banca toda e o Tiago Silva fica de fora.

NELSON RODRIGUES | nelson.filho@diariodovale.com.br

Untitled Document