ÔĽŅ Ca√ßando buracos negros - Di√°rio do Vale
quinta-feira, 16 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Ci√™ncia ‚Äď Por Jorge Calife / Ca√ßando buracos negros

Caçando buracos negros

Matéria publicada em 7 de junho de 2018, 07:27 horas

 


Galáxia explosiva M-82 pode ter vários buracos de tamanho médio

 

Galáxia: O ponto brilhante no detalhe é um buraco negro.

A descoberta dos buracos negros, estrelas t√£o densas que nem a luz consegue escapar delas, foi uma das grandes conquistas da astronomia. As estrelas negras tinham sido previstas pela teoria da Relatividade, mas at√© a d√©cada de 1970 ningu√©m falava nelas. Ent√£o o primeiro buraco negro, o Cisne X-1 foi detectado com a ajuda de sat√©lites em √≥rbita, como o telesc√≥pio de raios X Uhuru. Depois outros foram detectados, e eram todos do tipo ‚Äúburaco negro estelar‚ÄĚ, produzidos pelo colapso gravitacional de estrelas gigantes.
√Ä medida que os telesc√≥pios espaciais ficavam mais sofisticados e sens√≠veis, surgiram evid√™ncias da exist√™ncia de super buracos negros, no centro das gal√°xias. S√£o buracos negros enormes, com massas de milh√Ķes ou at√© bilh√Ķes de s√≥is. Uma descoberta que levantou outra quest√£o. Como √© que eles se formam? Uma teoria √© de que esses monstros gal√°cticos surgiriam da fus√£o de buracos negros de massa intermediaria. Agora evidencias da exist√™ncia desses buracos negros m√©dios foi detectada na gal√°xia M-82. Uma gal√°xia explosiva que parece estar lan√ßando parte de sua mat√©ria no espa√ßo sideral.
Gal√°xias explosivas sempre chamaram a aten√ß√£o dos astrof√≠sicos. H√° duas semanas comentei aqui o caso da M-82, que lan√ßa um feixe de energia no espa√ßo, ela cont√™m um buraco negro gigante, com a massa de 3,5 bilh√Ķes de s√≥is. A M-82 √© bem menor e seu n√ļcleo parece estar explodindo. Observa√ß√Ķes feitas com o telesc√≥pio de raios X Chandra, que √© bem mais sens√≠vel do que o antigo Uhuru, e com o telesc√≥pio espacial Spizer permitiram detectar um buraco negro de massa intermediaria, o M-82 X-1 que aparece como um ponto brilhante no detalhe da foto a√≠ ao lado.
Mas se os buracos negros não emitem luz, como é que eles aparecem como pontos brilhantes? Na verdade a luz captada pela foto vem do disco de acreção, um redemoinho de matéria incandescente que envolve o buraco negro. Matéria do espaço e de outras estrelas é capturada pela gravidade do buraco negro e gira ao seu redor em velocidades relativísticas. Essa matéria é aquecida a altas temperaturas e como está quente demais para emitir luz visível emite raios X.
Uma teoria sobre a forma√ß√£o desses buracos negros de tamanho m√©dio diz que eles se formam devido √† colis√£o de estrelas no centro de aglomerados globulares. Esses aglomerados s√£o enxames de estrelas que orbitam em torno do n√ļcleo da maioria das gal√°xias. Segundo o site Space.com, a pesquisa desses buracos negros √© liderada pelo astrof√≠sico russo Igor Chilingarian, que conseguiu a proeza de trabalhar, ao mesmo tempo, no Observat√≥rio Smithsoniano dos Estados Unidos e na Universidade de Moscou.
Ele espera que a nova gera√ß√£o de telesc√≥pios espaciais, que inclui o eRosita, que ser√° lan√ßado ao espa√ßo no ano que vem permita confirmar essas hip√≥teses. A pesquisa de buracos negros ajuda os astr√īnomos a entenderem melhor a evolu√ß√£o do universo e das gal√°xias.
At√© agora a Pesquisa Celeste Sloan 305 objetos, que podem ser buracos negros de tamanho m√©dio, localizados no n√ļcleo de gal√°xias pr√≥ximas. At√© mesmo a nossa gal√°xia, a Via Lactea, parece ter um buraco negro em seu n√ļcleo, mas deve ser um buraco de tamanho grande. Esses astros s√£o chamados de ‚Äúburacos‚ÄĚ porque eles sugam tudo o que se aproxima deles e consomem estrelas inteiras. E tudo o que cai no buraco negro desaparece para sempre. Pelo menos no que se refere ao nosso universo.
Uma teoria, n√£o comprovada, diz que dentro dos buracos negros podem existir passagens para outros universos, mas essa hip√≥tese deve ficar para sempre no campo da teoria. Os buracos negros est√£o muito longe, al√©m do alcance das nossas naves e sondas espaciais. E mesmo que uma sonda rob√ī pudesse entrar num deles, ela n√£o conseguiria mais se comunicar com o universo exterior.

Por: Jorge Luiz Calife – jorge.calife@diariodovale.com.br

2 coment√°rios

  1. Abril confirma, em comunicado a assinantes, o fim dos quadrinhos Disney na editora.
    O buraco negro os sugou.

  2. Tudo o que cai no buraco negro desaparece para sempre…
    Meu filho de 12 quando perde material na escola, diz que caiu no buraco negro…

Untitled Document