domingo, 21 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / E o cacique Cunha continua exacerbando

E o cacique Cunha continua exacerbando

Matéria publicada em 3 de outubro de 2015, 09:06 horas

 


Não importa que tenhamos pela frente um buraco nunca jamais visto, importa é ferrar o governo

wp-coluna-entornando-o-papo-nelson-rodrigues-filho

Enquanto a Suíça vem confirmando as contas do presidente da Câmara, que se pensa fruto de propinas (claro que são apenas fortes indícios, por enquanto) ele vai aprontando, armando o que pode e o que não pode, para apostar todas as fichas, ainda no quanto pior melhor.
Desta vez, conseguiu embananar o Senado.
E ele ainda tem esperanças num Impeatchman para vir a ser presidente.
Um amigo fez uma reflexão, mais do que reflexão, um vaticínio de que isso acontecesse estaríamos, todo o Brasil, numa máquina do tempo tipo Voltando para um passado, ainda não vivenciado.
Não importa que tenhamos pela frente um buraco nunca jamais visto, importa é ferrar o governo, ainda que o Brasil também se ferre.
No mínimo, uma total irresponsabilidade.
O Vasco, mais uma vez, acabou com o Flamengo. Quem diria que, das fronteiras da Segunda Divisão, a nau vascaína afundou as esperanças dos rubro-negros de uma boa colocação, ficando mais longe do G4.
O Vasco terá pela frente nas próximas rodadas pelo menos três adversários diretos, com jogos de seis pontos.
Vencer o São Paulo com o time reserva, não dava mesmo. O 1X1 ficou de bom tamanho.
Os tricolores, sim, curtiram seu 1X1 de montão, resultado que o classificou para enfrentar o Palmeiras que, recentemente, lhe enfiou 4X1.
Um sofrimento. O Fluminense “adora” fazer faltas, algumas próximas da sua grande área. O complicado, por uma questão de nervosismo, é que essas faltas acontecem com os adversários quando estão cercados ou de costas, sem que apresentem perigo imediato.
E aí, são bolas alçadas perigosamente na área. E os torcedores que tenham coração forte.
Mais uma rodada decisiva para o Vasco se segurar na Primeirona e para o Fluminense, quem sabe? Uma volta ao G4. Afinal sonhar não custa nada, tanto que agora só faltam 4 jogos e dois adversários para o título da Copa do Brasil e a vaga para a Libertadores.
Vale sonhar. O time vem melhorando jogo a jogo.
E o Gum, hein? Jogou muito bem. Como o Fred, cuja entrega contamina o time da mesma forma que o Cavalieri transmite toda segurança do mundo.

 

NELSON RODRIGUES | nelson.filho@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. O ódio é o desabafo do reacionário que já não tem argumentos, vc provávelmente deve ter votado no psdb ( com minúsculas mesmo) e por ter memória curta (coisa comum nos ignorantes) não deve se lembrar ou até mesmo faz questão de esquecer o sufoco que este povo passou nas mão do fhc .ACORDA.

    • Eu voto sempre para mudar aquele que está no cargo, sabendo que nenhum deles resolverá nossos problemas.

      No 1 turno eu votei na Marina e no 2 turno os eleitores corruptos só me deram uma alternativa (PSDB) para tirar o PT do governo.

      Vc sabe o que é DRU? O maior programa legalizado de desvios de recursos que acontece até hoje neste MEU BRasil que começou com o Itamar (PMDB), continuou com o FHC (PSDB), com o Lula (PT) e agora a Dilma (PT) quer ABRIR AINDA MAIS A TORNEIRA. Nem na época do Brasil colônia desviava tanto para Portugal.

      Como pode ver eu me lembrei do tempo colonial de D. João VI.

  2. ÊTA POVINHO corrupto

    e quem votou neles… e quem votou no PT, PMDB, PP e demais partidos coligados exacerbaram tbm.

    Em VR temos 95 mil deles, além dos 44 mil que FICARAM EM CIMA DO MURO votando em branco, nulo e que deixaram de votar e concordaram com a continuação dos pilantras.

Untitled Document