quinta-feira, 15 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / E o mundo está melhor, apesar de tudo

E o mundo está melhor, apesar de tudo

Matéria publicada em 15 de junho de 2018, 08:18 horas

 


O passado só é atraente nos filmes e nas novelas

Decapitação: As maravilhas da Idade Média.

As vezes o mundo parece ruim, a beira de uma catástrofe, mas na verdade a humanidade, como um todo vem evoluindo. É claro que ainda existem bolsões de ignorância e miséria no planeta Terra, mas numa média geral, se você não nasceu na Somália ou no Sudão o mundo de hoje está bem melhor do que nos séculos anteriores. Daí que eu não entendo esse saudosismo das pessoas que adoram filmes, livros e novelas sobre a Idade Média. Que já foi chamada, apropriadamente, de “idade das trevas”.

Morar num castelo, andar a cavalo ou lutar espada pode parecer romântico na ficção. Mas na verdade a Idade Média não teve nada de romântico, não havia saneamento básico e o esgoto era despejado em valas nas ruas. O que provocava a proliferação de ratos e as epidemias de peste bubônica, que dizimavam a população nos países da Europa, hoje limpa e civilizada. Quando não morriam com a peste as mulheres morriam de parto ou de infecções pós-parto, que era feito por parteiras em quartos imundos, sem qualquer preocupação com assepsia. Qualquer corte ou ferimento podia acabar em gangrena e morte. E as doenças venéreas se espalhavam como praga.

Num mundo assim a população de idosos era bem reduzida. Porque a maior parte da população morria com 30, 40 anos de idade. Tem uma novelinha na televisão, passada num mundo medieval, onde os reis vivem se visitando. O que é outra fantasia. Numa época onde o cavalo e a carroça eram os únicos meios de transporte as viagens eram muito raras. Os potentados enviavam emissários quando precisavam acertar alguma coisa. A maioria das pessoas vivia e morria no mesmo lugar onde tinha nascido.

Depois que a Idade Média acabou a situação não melhorou, a escravidão humana só foi considerada imoral e combatida a partir do século dezenove. Os esportes cruéis, como a tourada e a briga de galos, ainda eram aceitos em meados do século vinte. As guerras também foram parte do dia a dia da humanidade durante a maior parte da história humana, duravam décadas e matavam centenas de milhões de pessoas. Nos séculos dezenove e vinte, com o desenvolvimento de armas modernas o tempo médio de duração de uma guerra caiu para alguns anos, mas o número de mortos cresceu exponencialmente. Vide o massacre que foi a guerra do Paraguai aqui mesmo, na nossa América Latina ou a Primeira e a Segunda Guerra mundial no século passado.

O episódio recente, entre os Estados Unidos e a Coréia do Norte, mostra que vivemos numa época bem mais light, apesar das ameaças. No século passado os líderes do ocidente e do oriente trocavam ameaças como inimigos mortais. O russo Nikita Krushev batia com o sapato na assembleia da ONU e prometia “enterrar os americanos”. John Kennedy, o líder americano, mandou assassinar seu desafeto, Fidel Castro. Dizem que Castro ficou sabendo, dobrou o preço e mandou matar o americano. Era a política estilo mafioso.

Trump e Kim Jon Um andaram se estranhando, mas acabaram sorrindo e apertando as mãos em apenas seis meses, poupando a Coréia e o mundo de uma nova guerra. Hoje em dia os seres humanos já aprenderam que guerra não é um bom negócio, na verdade ela só é boa para os fabricantes de armas.

Vivemos no melhor dos mundos possíveis. A menos que você more no México, na Venezuela ou no Brasil. E o futuro vai ser ainda melhor. De minha parte eu sofro de saudosismo em relação ao futuro. Queria viajar em aviões supersônicos sub-orbitais, passar férias na Lua ou viver em uma cidade cibernética cheia de cápsulas de transporte e elevadores transparentes.

Voltar ao passado, nem em sonho.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Entre 1932-1933 o comunista Stálin levou mais de um milhão de ucranianos para a morte, pois Stálin impediu o acesso de alimentos para o povo da Ucrânia…
    Hoje em dia, nem mesmo os malditos comunistas conseguiriam fazer essa maldade extrema, que na História ficou conhecido com o nome de Holodomor!
    Hoje em dia, devido à facilidade de comunicação haveria uma pressão tremenda não só do Ocidente como também do Oriente para que o ditador Stálin fosse preso e condenado por Crime contra a Humanidade!
    Hoje, estamos num mundo melhor, pois se até 1989 quase metade do mundo era comunista… Hoje, podemos contar nos dedos os países comunistas!

  2. Caro jornalista, não sei se vive no mesmo planeta que eu, mas referir-se à Idade Média como sendo totalmente obscura comparada a que vivemos, é uma idéia bastante otimista de sua parte. Há um hábito saudosista de se referir aos tempos antigos como melhores ou piores, mas na minha opinião, considero-os diferentes. Houve uma devastação da humanidade devido à falta de saneamento, mas as mortes na Síria e países de guerra urbana como África e Brasil provavelmente matam tanto quanto mataram as pestes mundiais. A diferença é que somos mais pessoas a nível global, onde haviam bem menos pessoas na Idade Média. Somos capazes hoje de combater um vírus que assola um país, sim, modernismo tecnológico, não deixando avançar. Mas essa mesma tecnologia na fabricação de produtos enlatados e cancerígenos matam mundialmente pessoas a nível alarmante, contando também a poluição mundial e os efeitos sobre o planeta que representam as causas de tsunamis que devastam ilhas e países matando milhões. As pessoas morriam antigamente por uma simples sífilis, hoje curável, surgiu a AIDS que é incurável, até esse momento. Os presidentes rivais fizeram as pazes, sim, onde antes as guerras mundiais devastavam vidas, mas sabemos que isso são estratégias políticas, pois hoje se sabe que se investir em uma guerra mundial é muito mais degastante para um país a nível econômico, social e político e que os prejuízos financeiros não favorecem nenhum lado. Antigamente as guerras mundiais expandiam territórios, reinos etc, hoje é briga de ¨cachorro grande¨. Orgulho e poder. Isso se faz com uma boa e velha politicagem. Não acho que vivemos em um mundo melhor do que era antigamente, somente diferente, o ser humano continua ganancioso, mesquinho, preguiçoso, alienado, arrogante como era antes. Algumas situações mudaram, outras pioraram. Antigamente, por exemplo, as crianças, acredito que até na Idade Média podiam brincar livremente na rua, hoje uma menina de 12 anos é raptada por engano (?) e assassinada brutalmente. Na Idade Média as mulheres eram cortejadas, hoje é tanta futilidade, um sexo sem sem prevenção, que é o pior. As mulheres eram, na Idade Média protegidas por seus maridos, hoje, são assassinadas por eles. Sei que também eram no passado. No entanto, ouvir que uma mulher é cachorra em uma música é de doer!
    Então, se olharmos verdadeiramente o passado, relatos, livros, fotos, etc veremos que há um pouco de bom e mau do passado, assim como hoje. O que devemos refletir é que se continuaremos mudando as políticas mundiais, os esquemas globalizados, a cultura, os valores ou se realmente atentaremos para situações importantes como: um mundo que ainda sofre de pouca evolução humana. Não sei, talvez hoje eu me deixei levar pelo pessimismo quando vi a linda pintura de crianças brincando de pintores famosos como Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral e vi que hoje as crianças são as maiores vítimas de uma sociedade ocupada demais com tanta tecnologia, no celular, na televisão, nas notícias e ao saber da menina Vitória de 12 anos hoje encontrada morta, com requintes de crueldade, me fez pensar: – esse mundo ainda tem jeito?

    • Diana, você relatou a realidade pura e amarga, torcia para que Vitória fosse encontra sã e salva, confesso que me senti muito mal quando soube o que aconteceu, olha quem nem conheço essas pessoas, imagino os parentes e amigos como ficaram. Quanto a tecnologia, é bom, maravilhosa, salva vidas, etc, só é ruim quando quem a usa de forma errada. Nem sei mais o que escrever, mas te dou parabéns não pelo comentário pois o que escreveu é na verdade o Texto que deveria esta lá em cima para que todos possam ler e acordar para o que acontece no mundo, ao nosso redor, dentro de nós mesmos. Um abraço e obrigada

    • Está com saudades da Idade Média?
      Vá morar em uma república islâmica aderente à Sharia.

Untitled Document