quinta-feira, 15 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Enriquecimento Ambiental

Enriquecimento Ambiental

Matéria publicada em 27 de junho de 2018, 07:23 horas

 


Você sabe a importância para a vida do seu animalzinho?

O enriquecimento ambiental para cães é uma maneira inteligente de gastar energia física e mental – Foto: Reprodução Internet

Para entendermos o que vem a ser o Enriquecimento Ambiental e sua importância para os animais, vamos usar como exemplo os cães, pois o enriquecimento ambiental pode ser usado para qualquer outro animal doméstico.

Como sabemos, os cães são descendentes dos lobos, e mesmo tendo sido domesticado há muitos anos, ainda hoje eles apresentam instintos herdados dos seus ancestrais, como busca por alimento, água e abrigo, disputas por territórios e pelo parceiro sexual e fuga de predadores. Ou seja, os lobos vivem na natureza em constante atividade, vivendo diariamente novas experiências, e os cães, trazem em sua genética essas necessidades.

Hoje, infelizmente, com a correia do dia a dia, as pessoas estão cada vez mais ocupadas com suas atividades, na grande maioria, fora de casa e com isso dedicando menos tempo aos seus animais. Sendo assim, os animais de estimação passam a maior parte do tempo sozinhos dentro de casa. E quando me refiro a dentro de casa, é dentro de casa mesmo. Antigamente ainda era possível ver uma quantidade maior de animais soltos em quintais, mas hoje em dia, com a expansão das grandes cidades e consequentemente, a falta de espaços, essa situação se reverteu passando a ser a maioria, os animais que vivem dentro de casa.

A consequência imediata disso é que deixar animais sozinhos por longos períodos do dia, sem muitas atividades físicas ou recreativas, não é nada saudável para a saúde física e mental desses animais. Sendo assim, muitos deles acabam desenvolvendo problemas comportamentais graves como compulsões, comportamentos repetitivos, apatia, latidos em excesso, ansiedade de separação, dentre outros. Daí a importância do enriquecimento ambiental.

Então, resumindo, o enriquecimento ambiental para cães é uma maneira inteligente de você gastar energia física e mental do seu animalzinho e reconectá-lo com seus instintos primitivos, fazendo com que ele fique muito mais equilibrado, calmo e feliz.

Existem várias formas de você fazer o Enriquecimento Ambiental, e na internet é possível encontrar essas técnicas de acordo com cada espécie desejada. Porém, aqui, darei algumas dicas de enriquecimento ambiental para cães, que são os animais que a grande maioria dos nossos leitores possuem, mas que também servem para lhe dar uma noção do que venha a ser enriquecimento ambiental, facilitando que você faça para seu animalzinho, caso ele seja de outra espécie.

Pois bem, o objetivo é criar brincadeiras e distrações que incentivem a atividade física e estimule os instintos, do seu animalzinho.

 

No caso do cão, você pode estimular:

– o olfato: espalhe temperos em potes, no alto, pela casa para gerar uma mistura de odores e fazê-lo sentir cheiros diferentes;

– a caça: escondendo bolinhas e petiscos ao invés de dá-los direto na boca;

– a mente: dando brinquedos que liberem a ração aos poucos, ao invés de dar no pote. Isso fará com que o cão passe mais tempo comendo, se divertindo e tendo estímulo mental. Ele utilizará o faro e solução de desafios, como seria necessário em um habitat natural;

– os sentidos: apesar das patas dos cães não terem a mesma sensibilidade que nossos pés e mãos, é importante lembrar que eles também precisam de diferentes sensações e estímulos, sendo assim é importante que o cão tenha outros tipos de chão para pisar, como grama, asfalto, rampas, escadas, pedrinhas, água e até grades. Você pode também oferecer alimentos com diferentes consistências. Além da ração, você pode oferecer alimentos naturais para seu cão (N-A-T-U-R-A-I-S-!), como cenoura, maçã, pepino japonês, coco verde, abobrinha, beterraba, melancia e melão. São texturas diferentes, para que aprenda a mastigar qualquer tipo de alimento.

Enfim, existem no mercado pet diversos brinquedos, jogos, petiscos, várias coisas que você pode utilizar para o enriquecimento ambiental do seu animal, ou até você mesmo pode criar essas distrações pegando dicas pela internet. Mas lembre-se o enriquecimento ambiental minimiza sim possíveis problemas de saúde e também os comportamentais, porém pode não ser a solução de todos os problemas. Ao mesmo tempo é importante passear com seu animalzinho e dedicar um tempo do seu dia para ele. Lembre-se, mais tempo brincando, é menos tempo lambendo a pata, latindo ou roendo seu sofá.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document