segunda-feira, 24 de julho de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / O inverno e as idiotices da moda

O inverno e as idiotices da moda

Matéria publicada em 14 de julho de 2017, 07:00 horas

 


Para cada estação existe uma roupa mais adequada; calça rasgada perde a sua função principal de aquecer as pernas

wp-coluna-espaco-aberto-jorge-calife

O inverno chegou com força total e nossas noites ficaram glaciais. Semana passada eu estava em um ponto de ônibus, todo agasalhado em um frio de 16 graus e fiquei observando as pessoas ao meu redor. Eram umas 19h e o ponto estava cheio de estudantes universitárias esperando a condução para a faculdade. Entre elas umas três ou quatro mocinhas com aquelas calças jeans rasgadas e esburacadas que estão na moda. O que não é uma vestimenta adequada para uma noite de inverno.

Uma calça rasgada perde a sua função principal de aquecer as pernas. Sei disso porque fiz uma experiência antes de escrever esta crônica. Tinha uma calça velha lá em casa, com um buraco na perna esquerda, que eu ia jogar fora. Resolvi vesti-la e sair com ela em uma noite fria. Como eu esperava, a perna direita, sem furos, ficou protegida. Já a esquerda, com o rasgo, ficou gelada.

O jeans rasgado, assim como o short curto, é uma moda de verão. Não de inverno. Mas para aquelas meninas no ponto de ônibus mostrar o corpo é mais importante do que se aquecer. Fiquei pensando no que diria o falecido poeta e escritor americano John Updike, se ainda estivesse vivo e pudesse observar aquelas meninas de calça rasgada em uma noite gelada. Provavelmente ele atualizaria o famoso comentário que fez sobre as calças legging das jovens americanas.

Ao contrário do jeans rasgado a legging é uma vestimenta adequada para o clima frio. Por isso se popularizou primeiro nos Estados Unidos, antes de chegar aqui no sul do Equador. A legging permite a mulher exibir suas formas sem ficar com frio. Nos Estados Unidos essas calças de malha fina fizeram sucesso já na década de 1960 e as americanas preferiam as cores berrantes, ao contrário das brasileiras que preferem o preto e os tons escuros.

John Updike achava a legging uma vestimenta futurista, espacial, e disse o seguinte: “Aquelas calças justas que as moças estão usando agora, com cores como vermelho morango e verde elétrico faz com que elas pareçam mulheres do espaço. São tão apertadas que revelam cada músculo da perna, até a fenda entre as nádegas. Para que servem? Para exibição. Animais jovens têm necessidade de se exibirem”.

As calças vermelho morango e verde elétrico de que fala o Updike ainda não chegaram por aqui. Mas, certamente, fariam sucesso, e evitariam muitos resfriados entre nossas jovens exibicionistas. Outro dia, em uma matéria sobre games de computador na televisão, a repórter elogiou um novo game porque a personagem feminina não exibia o corpo. Uma contradição já que, na vida real, as mulheres adoram mostrar o corpo em decotes, minissaias, vestidos curtíssimos e calças rasgadas que ficam perfeitas no verão escaldante, mas não no inverno.

Aqui no Brasil a história andou em círculos. Quando os portugueses desembarcaram na Bahia, em 1500, ficaram escandalizados com a nudez dos nossos índios. E trataram de catequizá-los e cobri-los com roupas adequadas a moral e aos bons costumes. Fico pensando no que diria Cabral e Pero Vaz de Caminha se chegassem em uma praia do Rio de Janeiro, no verão passado. Iam olhar para aqueles biquínis minúsculos e concluir que os índios tinham vencido, no final.

Outra moda estranha é a das tatuagens. Homens e mulheres do século XXI gostam de cobrir o corpo com desenhos como se fossem membros da tribo Maori, da Nova Zelândia. A tatuagem é uma coisa fácil de fazer, mas difícil de tirar e vai criar um problema sério daqui algumas décadas.

Por enquanto tudo bem. As moças enchem o corpo de tatuagens e contam com a beleza da juventude para compensar a feiura daqueles desenhos. Mas como vai ser quando elas tiverem 40 ou 50 anos e ficarem cheias de rugas e pelancas por baixo das tatuagens?

Vai ser uma visão do inferno.

Legging: Mostrando as formas no clima frio

Legging: Mostrando as formas no clima frio

 

JORGE LUIZ CALIFE | jorge.calife@diariodovale.com.br

38 comentários

  1. A César o que é de César

    Falava de política sem entender de política, agora fala de mulher sem entender de mulher, pois uma mulher de 40 ou até mesmo de 50 anos que se cuida continua muito gostosa e com zero de pelanca ao contrário do que ele disse.

  2. Quanto ao frio sente quem quer, apesar de eu como mulher nunca ter entendido como umas moças no inverno saiam para shows à noite com vestidos de verão em pleno inverno.
    Enquanto eu morria de frio com blazer e calça.
    Tatuagem não tenho , mas isso é pessoal, pois não gosto , pois é definitivo.
    Agora quarentena pelancuda exagerou, pois tenho quarenta e não tenho pelanca,,assim como a maioria.Se ainda fosse sessentona.. Sobrancelhas micropigmentadas, sugiro que não façam muito mais grossa, apenas cubram falhas , senão fica fake.
    Terminando o importante é ser feliz , pois o que seria do laranja se todos gostassem do amarelo.

  3. Acho que é muito barulho por nada o que estão fazendo aqui nos comentários. Entendo que cada um tem o direito ao mau gosto e pode se vestir do jeito que quiser, mas todos também tem o direito a criticar o mau gosto dos outros. Ainda somos um país livre e democrático, apesar de todos os esforços em 13 anos do governo do PT no poder e a tentativa frustrada de nos transformarem em uma ditadura nos moldes da Venezuela ou Cuba.

  4. Tem mais o q escrever não, fio? Idiotice é fazer uma matéria dessa. Cada um usa o q quer, acorda!

  5. الفتح - الوغد

    As crônicas do Calife são sempre lúdicas (mesmo quando o assunto não o é), gostosas de ler como uma crônica de recreio. Mas tem um povo aí que deve ter a glândula biliar na boca, em vez de no fígado…

    Não se importe com os rasgos, isso é gosto individual. Também não se preocupe com a exposição da derme em dias frios, pois como já disseram aí, “periguetes” não sentem frio… Olhar para as pernas saradas das jovens universitárias faz um bem danado para as vistas e o coração. Continue praticando tais exercícios regularmente…

  6. Pagador de impostos

    O objetivo foi alcançado. Acho que foi o texto mais lido do autor nesse jornal.

  7. Ainn..mexeu com meu brioco, magoou kkkkk!! cuidado as feminazis e os feministos querem ditar a opinião alheia .

  8. Você é bilíngue? Falou português e várias bostas!

  9. Que lixo de texto! Apaga isso que talvez ainda dê tempo…

  10. Quanto aos trajes, acho que cada veste o que quer. Só não pode sair de casa com a trola ou a rebeca de fora, pois aí dá cana mesmo. Tatuagem pode ser bacana para quem gosta, mas prejudica na hora do emprego, pois tem
    função que não aceita ninguém com essas coisas na pele, não fala abertamente, mas não aceita e fim de papo.

  11. Se elas não estão com frio qual o problema? O corpo são delas, as roupas são delas. E daí, elas estão indo pra faculdade e gostam desse estilo de roupa, se sentem bem, as roupas já deixaram de ser apenas uma maneira de se proteger do frio e passaram a ser muito mais do que isso, passaram a ser uma dia de arte, de expressar sentimentos e merece ser respeitada assim como todas as outras artes, ela não está afetando ninguém além de pessoas com o pensamento pequeno e ignorante. Se não tem matéria que presta pra escrever não escreva, simples assim. E a questão das tatuagens, então quer dizer que uma pessoa com 50 anos não pode ter tatuagem? Se a pessoa gostou do desenho e quer eternizar na sua pele (ou não, pois existem maneiras de tirar a tatuagem, mas isso não vem ao caso) a pessoa não vai se importar em estar enrugada ela vai se importar em se sentir bem com aquele desenho e pronto. Da próxima vez vá achar algo interessante pra escrever

  12. Gostaria só de saber onde, você que escreveu essa matéria, fez curso de moda, ou quais estilistas e semanas de moda você acompanha pra postar algo relacionado a isso sem saber com propredade sobre o que está falando. Outra coisa, acredito que cada um usa a roupa que quer, sendo ela adequada ou não para a ocasião ou clima de acordo com as regras de etiqueta, visto que a liberdade é um direito neste país e está, inclusive, presente na DUDH.

  13. Comentário machista e preconceituoso!
    O que seria do mundo se todos se vestissem da mesma forma e de acordo com as estações do ano?
    E pior! O que seria do mundo se todos tivessem a mesma opinião…
    Em relação ao comentário das tatuagens, totalmente irrelevante. Só mais uma besteira para “encher linguiça” dessa coluna “sem noção” e sem notícias.

    • الفتح - الوغد

      “… O que seria do mundo se todos tivessem a mesma opinião…”

      Né? Pensa bem antes de escrever…

  14. localiza noix comediia

    essa vergonha aí cê quer passar no crédito ou no débito, meu bem? kkkkkkkkkkkkk piriguete não sente frio e eu vou ta usando shortinho mostrando a raba sim senhor, e não é pra chamar atenção de macho escroto q nem vc não, é pq EU acho bonito! quem gostou bate palma, quem não gostou paciência!!!

  15. liberdade e propriedade

    Sua calça furada deve ser folgada, então a circulação de ar interna refrigerou sua perna inteira. A roupa das meninas deveriam ser justas, logo uma pequena parte à mostra, não causa hipotermia do corpo e é compensada, como é o caso das mãos e rosto.
    Tatuagem é uma tremenda futilidade.

  16. Maria Tereza Oliveira

    Tem certeza que este texto é de 2017?
    Nós somos donos de nossos próprios corpos e uma vez que nos sentimos felizes em nos encher de tatuagens ou nos despir de roupas pesadas é uma escolha nossa.
    Ou é uma prepotência colossal ou uma autoestima absurdamente alta que faz com que alguém pense que vai fazer outra pessoa mudar de ideia sobre o que ela faz com seu corpo pq vc acha que irá ficar feio… Menos, muito menos!
    Me economiza!

    • liberdade e propriedade

      É uma simples opinião do autor. E na minha opinião é coerente. Você que parece estar no passado ao querer censurar a opinião dos outros. Claro que cada um faz o que quiser da vida, mas o autor é livre para dizer o que acha de tatuagens ou calça rasgada.

  17. Especialista de moda de Taubaté, é falta de notícia isso? Eu ein.

  18. Texto tipicamente gestado com tempero de recalque (“ah, no meu tempo não era assim…”). Mocinhas universitárias da parada de ônibus, atenção ao tiozão topetudo observador de rasgos em calça aí, ó…

    • الفتح - الوغد

      Vão fazer até pose, afinal estarão sendo contempladas por um colunista do maior jornal da região…

    • Al fatah, as mocinhas ou as véinhas pelancudas com sobrancelhas e bocas tatuadas que vão fazer pose para o véinho de topete caido?

    • الفتح - الوغد

      Acho que mulheres de todos os grupos, cara leitora… Só acho que ele exagerou. Mulher de 40 tem pele lisa ainda, e nas de 50 a tatuagem só fica ruim se a mulher em questão estiver bem “esbagaçada”…

  19. Cada um usa o que quer e você não pode definir isso. Se a pessla quer usar uma calça rasgada em dia de frio, ela vai usar e você não tem nada a ver com isso. Aliás, uma dica: escreva melhor, tem tanto ponto desnecessário que chega a dar agonia. Beijos

  20. Que coisinha de mal gosto esse texto. Relacionar portugueses e indios e a violência que foi terem seus costumes cortados. Extinguindo. Machista,nava novo sob o sol,nada que se possa esperar de um colunista velho num jornal comprado.

  21. Deixem o Trump do Brejo continuar a falar de buraco em calça e pelanca de véia. Assim, pelo menos ele não se aventura de novo a escrever as bobagens habituais sobre política.

  22. Cuida da sua vida, ô fracassado! O que as pessoas fazem ou deixam de fazer com seus corpos é problema delas, não seu, velho mexeriqueiro! Você tem essa cara ridícula, escreve mal pra burro, é ignorante e ninguém te enche o saco por isso, enche? Se vc tem o direito de ser esse embuste que é, deixe as pessoas existirem da forma que lhes for mais conveniente e agradável! E visão do inferno sempre será essa sua cara feia e esse bafo horroroso com o qual vc empesteia o ar!

    • الفتح - الوغد

      Leia os demais comentários, só isso… Tua vida deve ser bem triste e mesquinha, afinal ela é um reflexo do que somos…

    • E O DIPLOMA? JÁ TEM?

      E a tua deve ser um caminhão de bosta, a julgar pela defesa apaixonada que tá fazendo do Trump do Brejo!

    • الفتح - الوغد

      Não tô falando… kkkkkkk!… Onde que eu defendi o que Calife disse? Eu que bebo e vc que fica “doida”?…

      Aliás, isso aí deve ter mais nickname aqui nos comentários do DV que Chico Anysio tinha de personagens. Esse “Trump do brejo” é deveras suspeito… kkkkkkkk!

  23. Cada época tem as suas bizarrices. Esta das calças é a menor delas, o pior é o fato dos jovens estarem cada vez mais caindo na conversa marxista e votando no PT e no PSOL, isso sim é preocupante e compromete o futuro do país.

  24. kkkkkkk só rindo mesmo de você topetinho sexy, sempre observando as mocinhas nos ônibus e nos pontos, e daí as pessoas vestem o que querem, deixa de ser ranzinza e caia na gandaia, é tão bom ser feliz, experimenta, você vai gostar de ser livre, pega sua calça rasgada coloca uma legging por baixo e ficara quentinho, não jogue ela fora não que a vida tá difícil, já pensou que aqueles jovens podem não ter dinheiro pra comprar outra? beijinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document