quarta-feira, 17 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Ciência – Por Jorge Calife / O mistério dos OVNIs continua a desafiar pesquisadores

O mistério dos OVNIs continua a desafiar pesquisadores

Matéria publicada em 28 de dezembro de 2017, 11:41 horas

 


wp-cabeca-ciencia

Estamos no século XXI e os misteriosos objetos voadores não identificados continuam a desafiar a ciência e a imaginação humanas. Na semana passada foi revelado que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos manteve um programa secreto de investigação dos OVNIs, que gastou 22 milhões de dólares entre 2007 e 2012 e acabou sendo fechado por falta de dinheiro. Ao mesmo tempo a Marinha dos EUA divulgou um filme feito por pilotos de um caça FA-18 que perseguiram um desses objetos na costa do Pacífico, perto de San Diego, em 2004. O filme vinha sendo mantido em segredo até agora.

Não dá para ver muita coisa. Na imagem da câmera infravermelha do caça o intruso parece um borrão escuro. Segundo os pilotos o objeto estava parado sobre o mar, a 15 metros de altura, e sua energia parecia fazer a água borbulhar embaixo dele. Com a aproximação dos jatos o objeto ganhou altura e fugiu. É mais uma história de disco voador para somar a centenas de outras, narradas por pilotos civis e militares desde 1947.

O programa mais recente do Pentágono se chamava Projeto de Identificação de Ameaças Aeroespaciais Avançadas e foi criado a pedido do senador Harry Reid, ex-líder da maioria. Dois dos líderes do projeto, Luis Elizondo e Christopher Mellon, não se conformaram com o fim das investigações e pretendem continuar investigando mesmo sem o apoio do governo. Eles fundaram uma organização particular chamada Academia Rumo as Estrelas de Ciências e Artes para, em suas palavras, “investigar ciências e tecnologias exóticas”.

Em uma entrevista para uma rádio pública americana, Elizondo diz que não estava muito interessado na origem desses objetos voadores estranhos e sim na tecnologia que eles usam. “Eu não sei de onde eles vêm, mas tenho certeza de que não é daqui. Não importa se estão sendo pilotados por russos, chineses, homenzinhos verdes de Marte ou o cachorro do vizinho. O que nos interessa é a ciência bruta e o potencial de ameaça dessas coisas”, disse o pesquisador.

Elizondo pediu demissão do Departamento de Defesa em outubro passado para fundar sua academia de pesquisas. Ele acrescenta que “existem evidências suficientes a partir desses fenômenos aéreos não identificados, que mostram a existência de tecnologias exóticas que poderiam revolucionar a experiência humana”. Os pilotos da Marinha que perseguiram o OVNI em San Diego comentam que o objeto “não tinha turbinas nem qualquer sinal de sistema de propulsão”. Seja o que for que os impulsiona pelo céu está muito além da nossa tecnologia.

Para a maioria das pessoas os OVNIs são naves extraterrestres. Mas a ufologia foi tão contaminada por fraudes e histórias absurdas que a maioria dos cientistas não quer se envolver com ela. Existem projetos de busca por inteligências extraterrestres, mas eles se concentram na captação de sinais de rádio emitidos por outras civilizações do espaço. Que nunca tentaram se comunicar conosco.

Talvez sejamos atrasados demais para que os ETs se interessem por nós. Mas existe alguma coisa no céu além dos aviões de carreira. Em 1947, quando o piloto civil Kenneth Arnold observou uma esquadrilha de aeronaves que pareciam “pires” voando sobre o monte Rainer em Washington, o governo americano pensou logo nos russos. Temia-se que os OVNIs fossem algum tipo de aeronave de espionagem enviada pela União Soviética. Mas logo ficou evidente que a tecnologia dos estranhos objetos estava muito além de qualquer coisa que os russos pudessem construir.

Depois de Arnold centenas de aviadores informaram encontros semelhantes. O que são essas coisas, ninguém sabe. Continuamos tão ignorantes em 2017 quanto estávamos em 1947.

Imagem: O OVNI na mira do F-18

Imagem: O OVNI na mira do F-18

 

JORGE LUIZ CALIFE | jorge.calife@diariodovale.com.br

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Para mim o termo OVNI é auto explicativo: Objeto Voador Não Identificado. Qualquer especulação acerca da suposta natureza alienígena destes objetos não passa de delírio. Fico com Carl Sagan, que afirmava que “afirmações extraordinárias exigem provas extraordinárias”.

  2. A mensagem enviada pelos ETs, de acordo com Matthews, dizia: “Nós não estamos falando com vocês”. É a ironia suprema para os terráqueos: tão preocupados em encontrar outra forma de vida no espaço, fomos jocosamente ignorados em código morse.

Untitled Document