sábado, 16 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Poesia na praça

Poesia na praça

Matéria publicada em 15 de fevereiro de 2017, 13:18 horas

 


Evento surgiu da necessidade de os jovens terem uma nova oportunidade de se expressarem

wp-coluna-em-cena-joao-vitor-monteiro-novaes

A Praça do Pam, Centro de Angra dos Reis, recebeu no final do mês de janeiro a segunda edição do “Slam Consciência”, um evento do tipo “Poetry Slam”, ou seja, poetas e poetisas recitam seus trabalhos autorais. Os concorrentes são avaliados por um júri formado por cinco pessoas da plateia que dão notas de 0 a 10, onde a maior e a menor nota são retiradas. Após a soma das notas restantes o poeta ou poetisa com a maior nota vence o Slam.

Em todas as edições, além do momento de poesia (slam), ocorre também palestras de temas atuais. O tema da primeira edição foi “feminismo” e o da segunda edição foi “acessibilidade”.

Os eventos acontecem uma vez por mês, sempre no primeiro domingo do mês. Segundo os organizadores, o campeão ou campeã do slam recebe um prêmio simbólico.

De acordo com João Carlos dos Santos, a segunda edição foi legal. “Tivemos quatro participantes no slam, e a campeã foi a Lais Pimentel. Tivemos também uma palestra com o Matheus Marinho sobre o tema acessibilidade”.

Quando perguntado sobre a próxima edição João disse que as expectativas para a terceira edição são as melhores possíveis, pois o tema da palestra será algo atual e polêmico.

O evento surgiu da necessidade de os jovens terem uma nova oportunidade de se expressarem. “É bacana, pois os jovens assistem a uma palestra de algum tema atual e ao final podem opinar ou fazer perguntas ao palestrante”. O público das primeiras edições ficou em torno de 50 pessoas.

Ao ser perguntado sobre a falta de luz o coordenador disse que tanto a primeira quanto a segunda edição foram feitas no escuro, pois as lâmpadas da praça não estão acendendo. “Comuniquei ao atual secretário de Cultura, João Willy, sobre essa falta de luz, mas até o momento nada foi feito. Esperamos que esse problema de iluminação pública possa ser resolvido o quanto antes, pois no mês de março faremos nossa terceira edição”.

Sucesso e vida longa ao evento!

 

Reflexão e questionamentos sobre o teatro

O Coletivo Diletante, núcleo de artistas angrenses coordenados por Bruno Carlos, ator e diretor do espetáculo, voltará em cartaz com “O que se leva da Vida”.

A peça, que realizou algumas apresentações ano passado, volta em cartaz no dia 18 de fevereiro (sábado), com duas sessões, no Centro Cultural Theophilo Massad. A primeira sessão será às 18h e segunda às 20h. O valor do ingresso é R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia e antecipado).

Os ingressos podem ser adquiridos online até dia 17 através do site (https://www.sympla.com.br/espetaculo-o-que-se-leva-da-vida__116434) e haverá ainda venda no dia do evento, uma hora antes de cada apresentação.

“O que Se Leva da Vida” é o primeiro espetáculo do Coletivo Diletante que a partir de jogos e exercícios teatrais busca contar histórias dentro da temática da vida, utilizando situações simples do cotidiano, e usando de dramaturgias consagradas como a “A barca do inferno” – Gil Vicente, “Paixão” – Adriana Falcão, “A máquina” – João Falcão, “Estragou a TV” – Luiz Fernando Veríssimo e “Alice no País das Maravilhas” – Lewis Carroll. Propondo um novo olhar sobre esses textos o grupo busca uma reflexão e questionamento sobre o teatro.

A peça tem 60 minutos e tem classificação indicativa de 10 anos.

 

Fica técnica

Elenco: Fernando Messias, Gabriel Vasconcelos, Jamile Lisboa, Matheus Assis, Julia Melo, Juliette Lima, Paloma Amorim, Bruno Carlos

Gênero: Comédia

Técnica: Brenda Rodrigues, Ariadna Santos

Direção: Bruno Carlos

Texto e adaptação: Coletivo Diletante, Bruno Carlos

Preparação corporal: Alessandra Lemos

Levantamento teórico: Alexandre Francisco

Criação de luz: Gustavo Valente

 

Serviço

A peça será apresentada na Praça Guarda Marinha Greenhalgh, s/n, Centro Cultural Theophilo Massad, Centro

 

 

 

JOÃO VITOR MONTEIRO NOVAES  | joao.vitor@diariodovale.com.br

Untitled Document