domingo, 23 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Por que filhotes de cães mordem tanto?

Por que filhotes de cães mordem tanto?

Matéria publicada em 20 de junho de 2018, 08:01 horas

 


Ato de morder as coisas está relacionado a três principais motivos: brincadeira, troca e o nascimento dos novos dentinhos e tempo ocioso.

Você que está com um filhotinho de cachorro em casa, com certeza já vivenciou a situação como encontrar alguns objetos mordidos por ele, como sapatos, meias, tapetes, entre outros. Sem falar das mordidas que você mesmo leva, principalmente nos pés e mãos, não é? E já deve ter se perguntado porquê esse pequenino faz isso? Por que ele morde tanto?

E para esclarecer essa dúvida, hoje na nossa coluna falarei qual é o motivo para eles fazem isso e darei dicas de como se livrar dessa destruição dos objetos e principalmente dos seus pés e mãos.

Pois bem, o ato de morder as coisas está relacionado a três principais motivos: brincadeira, troca e o nascimento dos novos dentinhos e tempo ocioso.

Um filhotinho é como uma criança, tem muita energia (umas mais e outras menos) e é através das brincadeiras que irão gastar essa energia. Porém diferente dos humanos, a brincadeira que eles mais gostam é a de morder, e aprendem isso desde muito filhotinho, quando ainda estão com a mãe e os irmãos. Essa brincadeira entre eles não quer dizer que estejam sendo agressivos, pelo contrário é a forma que encontram para se divertirem. E como para o filhote tudo é diversão, ao ser levado para uma nova casa, com um mundo novo para descobrir, ele passa a morder tudo o que vê pela frente. E mais, muitas das vezes não existem outros animais para dividir as brincadeiras, então o dono passa a ser o parceiro ideal para eles.

Outro motivo pelo qual os filhotes mordem as coisas é pelo nascimento ou troca dos dentes. Os cães, assim como nós humanos, na fase da infância trocam os dentes, caindo os dentes de leite, dando lugar aos permanentes. Isso acontece no período entre o terceiro e o sétimo mês de vida, e é muito comum que os tutores não percebam essa troca, pois os cães costumam engolir os dentes que caem, sem falar que o crescimento dos dentes permanentes é bem mais rápido. E também nos cães, este crescimento e troca incomodam bastante; as gengivas, assim como nos bebês, coçam muito e para saciarem essa necessidade, os cães atacam os objetos, sem distinção daquilo que pode ou não morder.

E por último, outro motivo que leva o seu cãozinho a morder tudo o que vê pela frente é o tempo ocioso. O tédio, a falta de atividades físicas e ansiedade principalmente para aqueles que passam a maior parte do tempo sozinho, são também a justificativa para esse ato.

Além dessas três principais causas, os filhotes ainda podem morder algo pelo fato de se sentirem ameaçados ou com medo, para chamar a sua atenção e caso eles estejam com fome ou simplesmente sede.

Independente do motivo pelo qual seu filhote esteja mordendo as coisas é importante que você saiba que esse é um comportamento que não deve ser levado adiante, pois à medida que vão crescendo, as mordidas podem ficar mais sérias e mais fortes e acabam machucando, mesmo não sendo essa a intenção do seu cachorro. Por essa razão, crie outras formas de brincar com seu mais novo amigo.

Então para não deixar seu filhote destruir tudo pela casa, veja algumas dicas do que você deve fazer:

– prepare um ambiente bem interativo para eles, com diferentes brinquedos, objetos e petiscos, para que eles possam ficar ocupados a maior parte do tempo e esqueçam as outras coisas que ele não pode morder;

– dedique algum tempo do seu dia para brincar com ele, mas de brincadeiras saudáveis que não estimulem as mordidas;

– pegue algumas frutas como maçã, banana, ou pera, congele e depois ofereça para ele. Esse tipo de alimento além de serem saborosos para eles ainda ameniza a coceira na gengiva;

– não deixe objetos que eles não possam mexer em locais de fácil acesso;

– se ele estiver mordendo algum objeto que você não queira, tire-o de perto do objeto e comece a brincar com ele, tirando o foco do objeto mordido. Não grite e nunca use de violência. Esses métodos não resolvem, pelo contrário, só estimula a agressividade nele;

– crie uma palavra de comando, como por exemplo, “NÃO”. E utilize-a somente ela (várias palavras confundem ele), com firmeza (a entonação de vós é muito importante para educá-lo) e nas horas certas (corrigir tempo depois do ato não resolve, pois o cão não associa ao que fez, tem que ser no momento exato do ato). Ao ver o seu animalzinho praticando o erro, imediatamente vá até e ele diga a palavra de comando e afaste-o do objeto em questão;

Como vimos, são práticas fáceis, porém requer dedicação e paciência por parte do tutor. Os filhotes não aprendem o que é certo ou errado da noite para o dia, apenas com a repetição será possível garantir a obediência e evitar assim, os transtornos ao perder objetos.

Um comentário

  1. Por que o cão, da minha sogra ,ataca os netos?

Untitled Document