quinta-feira, 19 de outubro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Prioridade

Prioridade

Matéria publicada em 25 de agosto de 2017, 07:00 horas

 


wp-coluna-cultura-geral-artur-rodrigues

 

“No fim das contas, o que importa não são os anos de vida, e sim a vida dos anos”.

Abraham Lincoln

 

Prioridade, o que é isso?

Segundo o dicionário Aurélio Buarque de Holanda, prioridade é a “preferência conferida a alguém ou algo, relativamente ao tempo de realização do seu direito, com preterição do de outros. Primazia. Qualidade duma coisa que é posta em primeiro lugar, numa série ou ordem”.

Onde encontrá-la, como aprender a conviver com ela?

Ao longo da vida vamos somando compromissos, pilhas deles e aí, no meio dessa soma, forma-se a babel onde nos perdemos sem saber o que é ou não prioridade. Muitas pessoas questionam o que deve ser considerado mais importante: a vida pessoal ou a profissional?

Eis a nossa frente a vida com suas infindas necessidades e possibilidades, então o que escolher? Muitas vezes uma escolha envolve muitas coisas importantes, fundamentais e optar torna-se algo difícil e dolorido.

Priorizamos o trabalho, e viramos workaholic. Priorizamos o dinheiro, e nos lançamos às compras de forma desmedida. Quantas vezes nos esquecemos de priorizar o amor, a família, a felicidade e até mesmo o sonho?

Que fique claro que não é necessário se privar do consumo, como muitas pessoas imaginam, mas sim fazer uso consciente e inteligente do dinheiro para que o resultado seja positivo.

Óbvio que temos que buscar a todo custo alterar muitos de nossos hábitos e crenças, muitas delas negativas, algo que pode estar enraizado em nosso comportamento e muitas vezes não sabemos como lidar, como administrar essa situação.

Antes de sairmos em busca dos nossos verdadeiros objetivos, é fundamental que saibamos eliminar dúvidas que nos assolam, focar e centrar no que é realmente importante e necessário para a nossa vida. Isso sem jamais desistir ao menor sinal de dificuldade.

O que mais desejamos na vida, com certeza é fazê-la longa e com saúde, em suma ser feliz é prioridade zero. Mas é fato que o “problema” quando o assunto é felicidade, este nos parece algo totalmente abstrato, muito longe das mãos.

Caminhar

Muitas vezes a prioridade que alimenta o meu caminhar é totalmente diferente do seu. São desejos diferentes e por conta disso estão em ordens que mudam de pessoa para pessoa, mas certamente não são menos importantes. Não é possível dar ordem de valor a estes nossos desejos, mas é importante sabermos administrar a forma como vamos colocá-los em prática e o tempo que iremos dispor e nos dispor para cada um deles. O equilíbrio nessa matemática é fundamental para que essas vontades se coadunem, sejam colocadas em prática e que todas nos satisfaçam de maneira igual.

Então, temos que saber que cada dia representa uma oportunidade para crescermos interna e externamente. Assim saberemos priorizar cada momento percebendo o que realmente importa em nossa vida. Para priorizar cada um dos nossos sonhos, temos que saber priorizar antes de tudo a nós mesmos. Saber fazer cada uma das escolhas. Então, a partir desse ponto de partida conseguiremos dar um norte aos nossos desejos, centrando em nossas vontades mais importantes, conduzindo essa transformação sem medo ou receio.

Penso que três pontos são muitos importantes para seguirmos em frente, para nos livrarmos das cobranças, sobretudo as que fazemos a nós mesmos.

– Ser honesto: Quando estivemos preparando nossa lista de prioridades, temos que ser ao máximo realistas, colocando metas verdadeiras, evitando metas inatingíveis, algo que certamente nos frustrará logo a frente.

– Ser flexível: Para dessa maneira ser ao máximo eficiente ao priorizar. Aprender a lidar com as mudanças do dia a dia é algo primordial.

– Saber dizer não: Temos que aprender a dizer não para muitas coisas. Este item é a meu ver o mais importante e que requer ao máximo o nosso esforço. Desapegar de coisas que não valham o nosso olhar, seja ele algo que nos toque a alma ou o bolso. Dedicar nosso tempo as coisas de maneira equilibrada, nunca 90% para um e 10% para outro. Se fizermos dessa maneira, certamente iremos nos perder pelo caminho e estaremos andando sempre em círculo.

Três “efes” são fundamentais: Força, Foco e Fé. Priorize e realize.

 

 

ARTUR RODRIGUES | artur.rodrigues@diariodovale.com.br

Untitled Document