domingo, 25 de junho de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Será só uma preocupação normal?

Será só uma preocupação normal?

Matéria publicada em 29 de julho de 2016, 13:31 horas

 


wp-coluna-um-papo-com-a-vida-aline-stteel

Como identificar se seus pensamentos e comportamentos podem ser consequência de um transtorno de ansiedade generalizado ou apenas uma preocupação normal de qualquer pessoa?

Existem alguns sinais sim que podem o ajudar. É natural que todos nós tenhamos momentos de maior preocupação diante de situações de estresse, porém, a ansiedade sentida deixa de ser algo normal quando passa a ser constante e não está ligada aparentemente a nenhum acontecimento específico. O transtorno de ansiedade generalizado reconhecido pela sigla TAG é um distúrbio onde é encontrado uma excessiva preocupação ou apreensão persistente e difícil de se controlar, que esteja presente em pelo menos seis meses e que esteja acompanhado por, no mínimo, três dos seguintes sintomas: fadiga, tensão muscular, irritabilidade, inquietação, dificuldade de concentração, perturbação no sono. O diagnóstico deve ser realizado somente por profissionais da área.

No transtorno nem sempre se consegue identificar um agente estressor específico, ou seja, um motivo definido para tal comportamento. A pessoa com o transtorno está sempre em estado de alerta, o que torna a vida dela extremamente cansativa e desgastante causando um impacto grande em seu desempenho social, pessoal e profissional. A diferença, por exemplo, é que todos nós ficamos preocupados e apreensivos ao vermos notícias de violência e assaltos na televisão, porém, a pessoa com TAG começa a imaginar catastroficamente aqueles acontecimentos em seu dia a dia de maneira que sua qualidade de vida é reduzida drasticamente por seus pensamentos e medos exagerados.

Preocupação

Quando falamos em preocupação normal essa não interfere em suas responsabilidades e atividades diárias. Já no TAG essa preocupação interfere significativamente. O preocupado é capaz de controlar seus sentimentos já no TAG essa preocupação é constante e incontrolável. As preocupações normais são limitadas a um número específico de acontecimentos reais já no TAG muitas das preocupações advém de fantasias e espera-se sempre o pior. Quando uma preocupação não faz parte do transtorno mesmo sendo desagradáveis não causam esse sofrimento incapacitante e sua duração é de um curto período de tempo e específica a cada fato, já no TAG você se preocupa com tudo e todos, em todos os dias ininterruptamente por no mínimo seis meses sem especificamente existir um assunto relacionado real para tal preocupação.

Alguns sintomas comportamentais do TAG são a incapacidade de relaxar e desfrutar momentos agradáveis de silêncio e permanecer quieto sendo aquele momento de paz interna. Dificuldade em se concentrar e manter o foco, o que prejudica a aprendizagem mesmo que de assuntos de seu interesse. Dificuldade em expor suas opiniões já que se sente oprimido e evita situações de voltar a atenção para si e evita situações que possam aumentar a ansiedade, o que pode provocar comportamentos de isolamento social.

Os sintomas físicos são a tensão muscular, dores no corpo, fibromialgia, inquietação, irritabilidade, problemas no estômago como gastrite, náuseas, diarreia e outros. Além de problemas para dormir, sudorese e taquicardia.

A psicoterapia proporciona ao paciente reconhecer e aprender a lidar com seus pensamentos e escolher seus comportamentos sempre em busca de uma vida com mais qualidade e autonomia. Podemos ser o que quisermos menos infelizes, sendo assim, todo caminho em busca de nosso melhor é muito válido e deve ser percorrido. Um momento de crise é bom para que possamos olhar para novas possibilidades ainda não pensadas e nem exploradas. Surgem em momentos de crise novas potencialidades. Temos sempre o caminho de não reclamar e procurar soluções para fazer a diferença em nossas vidas e na vida dos que nos rodeiam, as soluções mais criativas surgem no caos de certos momentos. É importante se organizar e reconhecer em si o que vem acontecendo e caso identifique o transtorno de ansiedade generalizada procure ajuda profissional e saiba que tem tratamento e cura. Seu projeto de vida mais importante deve ser sempre sua saúde mental e física, só assim poderá cumprir com tranquilidade e equilíbrio todas as outras atividades que quiser desempenhar.

 

ALINE STTEEL  | aline.stteel@diariodovale.com.br

Untitled Document