quinta-feira, 21 de junho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Adultos e idosos ganham nova chance de estudar em Volta Redonda

Adultos e idosos ganham nova chance de estudar em Volta Redonda

Matéria publicada em 19 de maio de 2018, 20:00 horas

 


Projeto ajuda pessoas com nova chance de frequentar as salas de aula

Volta Redonda – O projeto “Renascer” já aprovou cerca de 200 alunos e hoje atende 55 pessoas a partir dos 40 anos. O grupo está dividido em quatro turmas do 1º ao 4º ano do ensino fundamental. Criado no dia 18 de abril de 2000, pela Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAP-VR), o protejo tem o objetivo de promover a escolaridade para as pessoas que não tiveram oportunidade de estudar durante a idade escolar.

Segundo a professora Cristiane Aparecida de Almeida, que há 13 anos atua no projeto, a ideia do Renascer surgiu quando a AAP-VR percebeu um grande número de pessoas idosas e analfabetas funcionais. Elas sabiam ler, mas não conseguiam interpretar as palavras. Em casos ainda mais agudos, foram identificadas até mesmo pessoas que nem sabiam ler o próprio nome ou o nome do ônibus que utilizavam para ir até a associação. Muitos não sabiam assinar o próprio nome.

A associação foi percebendo esta dificuldade e resolveu fazer algo para atender esta parcela marginalizada do público.

– A princípio, foi feita uma parceria com o Instituto de Educação Professor Manuel Marinho, mas há cinco anos esta parceria está sendo desenvolvida com o Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB/FERP). Os professores são da AAP-VR, porém a parte de orientação pedagógica, matrículas e documentação é feita pela UGB – destaca Cristiane.

A professora Mariana Faria Martins da Silva, há 14 anos no projeto, explicou os critérios para estudar no Renascer. Segundo ela, é preciso ter mais de 40 anos, ser associados ou não da AAP-VR e não ter concluído o ensino fundamental.

– Este ano temos quatro turmas até o 4º ano, uma para cada ano do ensino fundamental, sendo duas turmas na parte da manhã, entre 8h às 11h e duas turmas à tarde nos horários das 14h às 17h, se aparecer pessoas para o 5º ano, montamos uma nova turma.

A avaliação desses alunos é feita através de uma sondagem, assim que ele é recebido. “Nesta sondagem, é avaliado o nível de conhecimento deste aluno para depois encaixá-lo na turma correta. São oferecidas seis disciplinas, matemática, história, língua portuguesa, geografia, ciência e artes”, explicou.

De acordo com Cristiane, reter o conhecimento é uma das principais características das dificuldades pelos alunos, como no caso da leitura e a escrita.
– Pelo fato de ter permanecido muito tempo sem estudar ou nunca ter estudado, o aluno possui uma dificuldade maior para assimilar os conteúdos trabalhados – diz.

Alunos elogiam o projeto

A auxiliar de serviços gerais Damiane de Oliveira Moura, de 47 anos, buscou o Renascer para complementar os estudos e tentar melhorar oportunidades no mercado de trabalho.

– Iniciei no terceiro ano do fundamental e estou gostando muito. Com as aulas, melhorou a minha escrita, a leitura e o meu conhecimento de forma geral – disse ela, que emendou:
“O que mais gosto no projeto é das professoras, o fato de estar estudando e conhecer novas pessoas. O Renascer também tem ajudado no meu trabalho”, comentou.

Já Maria Helena de Oliveira, de 71 anos, já estuda há dois anos no projeto Renascer e afirma que muita coisa mudou até agora.

– Hoje eu me sinto mais vaidosa e mais comunicativa. Estava muito tempo afastada dos livros. Com o Renascer, eu voltei a lembrar das coisas. E hoje posso até ajudar os meus cinco filhos adotivos no dever de casa. O Renascer abriu mais a minha vida – comentou Maria Helena.

A aluna do 2º ano Maria da Conceição Pereira, de 75 anos já está há oito estudando no projeto onde teve que interromper por diversas vezes em decorrência de problemas pessoas e de saúde. “Gosto da atenção da professora e das amizades que fiz aqui. Sinto-me bem neste ambiente e o projeto melhorou a minha autoestima além de ajudar na leitura”, afirmou.

3 comentários

  1. Parabéns a todos os envolvidos nesse projeto, que transformam a vida das pessoas através do conhecimento.

  2. Deu certo porque não teve nenhum político nesse projeto. Parabéns para a professora Cristiane Aparecida de Almeida, que há 13 anos atua no projeto. E demais colaboradores. Este é o Brasil que todos nós precisamos.

  3. Projeto lindo,parabéns à todos os envolvidos!

Untitled Document