domingo, 20 de Maio de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Brasil tem vocação de potência mundial, diz autoridade suíça

Brasil tem vocação de potência mundial, diz autoridade suíça

Matéria publicada em 16 de Maio de 2018, 07:29 horas

 


Brasil tem a vocação de potência mundial e um potencial de desenvolvimento excepcional. (crédito AB)

Genebra – “O Brasil tem a vocação de potência mundial e um potencial de desenvolvimento excepcional”, disse o presidente do Parlamento Suíço, Dominique de Buman, que está no Brasil desde domingo (13), onde participa, até amanhã (17) na cidade de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, das comemorações dos 200 anos da imigração suíça no Brasil.

Segundo ele, o Brasil é um “país com um grande mosaico populacional e uma das nações do mundo que melhor conseguiram promover uma convivência pacífica entre pessoas de diferentes culturas”.

Conhecido como o “primeiro cidadão suíço”, por ocupar o mais importante cargo público do país, Dominique de Buman nasceu na cidade suíça de Friburgo, de onde os imigrantes pioneiros vieram para o Brasil, a partir de 1818, beneficiados por um decreto do rei português dom João VI. Os suíços foram os primeiros imigrantes europeus a se instalar no Brasil, depois dos portugueses, e deixaram a Suíça por ocasião de uma grande crise econômica na Europa.

Imigração e turismo

Buman elogiou a política amigável do Brasil em relação à entrada de imigrantes. “É uma política inteligente por parte de um país que tem superfície territorial de grande importância, com muita matéria-prima”.  Ele destacou que o Brasil tem “longa tradição de acolhimento”.

Presidente da Federação Nacional do Turismo da Suíça, Buman disse haver interesse no desenvolvimento das relações turísticas. “A clientela brasileira e da América do Sul ainda não está tão presente na Suíça. Por isso, do nosso lado, vamos empreender esforços para que as condições de acesso à Suíça sejam fáceis para o poder de compra desse público”. Além disso, segundo ele, há toda uma clientela suíça que se interessa em visitar a América do Sul. Ele observou que a América do Sul é “uma região relativamente segura e estável que, a exemplo da Suíça, rechaça o terrorismo. Essas são condições interessantes para o intercâmbio turístico”.

Relações comerciais

De acordo com Buman, as relações entre os dois países são excelentes e o Brasil é atualmente o país da América do Sul para o qual a Suíça mais exporta. Essa base de troca bilateral não sofreu queda nos últimos anos.

Uma análise do intercâmbio comercial entre o Brasil e a Suíça mostra saldo favorável ao país sul-americano na série histórica. Em 2007, por exemplo o Brasil exportou US$ 160.64 milhões para a Suíça e importou US$ 120.61 milhões, com saldo de US$ 40.03 milhões. Em 2017, a exportação brasileira somou US$ 217.73 milhões e a importação, US$ 150.74 milhões, com saldo positivo de US$ 66.98 milhões para o Brasil.

Para Buman, a intensificação das relações comerciais entre os dois países “necessariamente passará por um acordo entre o Mercosul e a Associação Europeia de Livre Comércio, da qual a Suíça é membro”. Ele lembrou que a Suíça, mesmo tendo uma economia forte, é um país pequeno, com apenas 8 milhões de habitantes, “não sendo por isso possível desenvolver um comércio com todo o mundo na mesma intensidade”.

O presidente do Parlamento Suíço disse que seu país tem “contatos históricos e importantes” com a América do Sul, particularmente com a Argentina, o Chile e, naturalmente, o Brasil. “São economias globais, devemos perceber que hoje tudo é globalizado e que tudo isso passará pelo Mercosul”. Ele se declarou muito otimista com a melhoria dessas relações comerciais.

8 comentários

  1. O Brasil só precisa de outros países para ter acesso aos dólares para pagar suas dívidas, de resto temos tudo para se desenvolver e ser uma nação melhor que muitas outras europeias. Qualquer cidadão do mundo adora o nosso clima. Podemos produzir no Rio Grande do Sul e vender no nordeste e vice versa. Temos o que muitos países não têm que é uma grande população, grandes áreas, riquezas minerais imensuráveis, e força de trabalho.

    Só os brasileiros ainda não descobriram pq são analfabetos funcionais (incapazes de abrir um livro acadêmico para estudar) e por isso acabam acreditando em candidatos bandidos. Bastam dizerem: P R O M E T O, e pimba, ganham o voto dos amebas e zumbis. O último foi o Samuca. Tods estão vendo, nem precisa voltar aos governos anteriores do Brasil e dos estados.

    Acredite! Vc, e somente Vc, pode fazer deste um grande país se pensar NESTE BRASIL CONTINENTAL antes de escolher o seu candidato.

    Acredite! Vc pode fazer isso! Vc tem condição de fazer uma boa escolha desde que NÃO acompanhe os candidatos, ou seja, sendo isentos e evitando a todo custo ir na conversa de assessores e cabos eleitorais.

    • Com o POUCO CONHECIMENTO QUE TEMOS eu posso garantir que não precisa de nenhum suíço, americano ou inglês vir aqui dizer qual o nosso potencial.

  2. Essa autoridade suíça é tão importante quanto o sheik árabe.

  3. Hahaha… sabe de nada, inocente!

  4. Há números melhores na econômia hoje do que com Dilma Roussef, pois pior do que tava não dava!
    Aquela nova matriz econômica da Dilma foi um desastre! Toda tentativa da Dilma de fazer na marra redução de tarifa de energia e conceder empréstimos do BNDES para induzir o crescimento de certos setores impostos foi outro desastre… a mesma coisa com as desonerações…. Tudo isso levou o Brasil à maior recessão da história!
    Logo, com tantos políticos ruins e corruptos e com uma sociedade que vota nesses políticos, nós só poderemos ser uma potência mundial daqui uns 30 anos, se e somente se, o povo comece a colocar gente honesta e competente no Executivo e no Legislativo!
    Como diria o ex-Senador Mão Santa: “A gente faz apenas uma vez na vida: nascer, morrer e votar no PT!”….

  5. liberdade e propriedade

    Temos território e recursos naturais para desbancar os EUA com folga e rapidez, mas é preciso extirpar o comunismo do Brasil, e dar total liberdade à economia. No Brasil liberal de D.Pedro, já éramos a 2° potência mundial, prestes a superar a Inglaterra, daí veio o golpe.

  6. Tem vocação sim ! só falta investir em educação,punir os corruptos e o povo não ter memória fraca e aprender a votar.E seguir o que esta escrito na bandeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document