segunda-feira, 20 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Comércio deve contratar 2,5 mil pessoas

Comércio deve contratar 2,5 mil pessoas

Matéria publicada em 12 de novembro de 2017, 17:33 horas

 


Estimativa é da Câmara de Dirigentes Lojistas com relação ao movimento do fim de ano

Volta Redonda – Pelo menos 2,5 mil novas contratações. Esta é a estimativa da CDL/VR (Câmara de Dirigentes Lojistas), de comerciários em regime de trabalho temporário, que passam a reforçar as vendas, no setor, devido as festividades de final de ano.

Os novos contratados começam a ser chamados esta semana. Cerca de 20% desse pessoal acaba efetivado. Outros ficam no cadastro de reserva da loja e podem ser chamados para cobrir férias de funcionários.

A previsão de cada lojista é contratar cerca de 70% a mais, em relação ao número de funcionários que atuam no dia a dia. O dono de uma rede de lojas de cama, mesa e banho, Luis Fernando Cardoso, também diretor da CDL/VR,  estima receber o reforço de cerca de 16 funcionários. Um dos motivos apontados pelo comerciante que incentivou a contratação foi a nova lei trabalhista.

Pelas regras atuais, o tempo mínimo de contratos para temporários, passa para 15 dias. Antes era de pelo menos um mês. Outro fator motivador são as horas trabalhadas que foram reduzidas de 8h/dia para 4h/dia. Estas modificações segundo o comerciante facilitam as contratações, pois permitem ao lojista ampliar o número de vendedores de acordo com o volume de vendas.

– Nosso maior pico de venda é  entre os dias 10 e 24 de dezembro, mas pelas regras antigas tínhamos que arriscar e contratar funcionários extra para todo o mês, isso agora mudou e podemos ir chamando novos funcionários a medida que o volume de clientes for aumentando na loja – ressaltou o lojista.

O comerciante lembrou ainda que os salários neste setor são bem atrativos e se tornam uma boa alternativa para quem esta fora do mercado de trabalho. De acordo com o diretor da CDL dependendo do setor, comerciários recebem entre salário e comissões, além de bônus, entre R$ 3 mil a R$ 6 mil, valor geralmente praticado em lojas de eletrodomésticos onde os produtos são mais caros. O salário base no comércio é de R$ 1,175,00 mais direitos trabalhistas.

A estudante de história, Maria Cristina Tavares, de 26 anos, disse estar esperançosa por uma vaga. Ela deixou curriculum em diversas lojas e espera ser chamada. Maria Cristina já tem, inclusive, planos para o valor recebido: pagar mensalidades da faculdade e ganhar fôlego até conseguir emprego fixo. “A minha meta é terminar os estudos e tenho passando muitas dificuldades para arcar com as despesas de faculdade, e por isso, não escolho trabalho”, ressaltou a estudante.

Vendendo: Comércio vai contratar para absorver movimento pelas festas do final de ano (Foto: Divulgação)

Vendendo: Comércio vai contratar para absorver movimento pelas festas do final de ano (Foto: Divulgação)

5 comentários

  1. Ainda bem que a Dilma foi embora, senão o título desta matéria seria muito diferente, vejamos:
    “Ninguém vai contratar ninguém neste Natal” ou “Comércio espera perda de 5% nas vendas nesse Natal em relação ao Natal do ano passado”….

  2. Esse esta sabendo legal kkkkk

  3. الفتح - الوغد

    Comércio de VR, foto de SP… Ah, Monica Lewinsky…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document