sexta-feira, 19 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Cursos de panificação viram opção de emprego para alunos

Cursos de panificação viram opção de emprego para alunos

Matéria publicada em 14 de abril de 2018, 13:47 horas

 


Oportunidade: Alunos buscam o curso para tentar novos empregos ou abrirem o próprio negócio (Foto: Júlio Amaral)

Oportunidade: Alunos buscam o curso para tentar novos empregos ou abrirem o próprio negócio (Foto: Júlio Amaral)

Volta Redonda – Os cursos da Escola de Panificação do Senai, que fica agora no Aero Clube, viraram uma oportunidade para quem pretende ingressar no mercado de trabalho ou abrir o próprio negócio. Em março a unidade iniciou o primeiro curso de padeiro após a troca de endereço. O
instrutor de alimentos, Gabriel Carvalho da Cunha, afirmou que graças a uma parceria que o Senai tem com empresas da região muitos alunos conseguem empregos quando ainda estão fazendo o curso.
– Alguns alunos são chamados mesmo antes de concluírem o curso por conta da demanda de emprego. Na escola de panificação os cursos mais procurados são os de padeiro e confeiteiro. Se todos os alunos que estão no curso desejarem trabalho imediato, eles conseguem – destacou Cunha, acrescentando que o curso de panificação começou a ser oferecido em 2009, em uma unidade móvel do Senai. No entanto, segundo ele, devido a grande demanda, a escola foi inaugurada em julho de 2014, no bairro São Geraldo. Ainda de acordo com o instrutor, outra parceria que o Senai tem com o Sindicato de Panificadores permite oferecer gratuidades aos alunos que fizerem o pedido.
– Atualmente são formadas, em média, de quatro a cinco turmas de qualificação por ano, totalizando 80 profissionais. O perfil é muito variado: muitos buscam a qualificação e outros querem montar ou próprio negócio. Entre os alunos também recebemos muitos empresários querendo se aperfeiçoarem – disse.

Gosto e trabalho

Ingrid Fabiane Peris, de 35 anos, moradora de Pinheiral, trabalha como autônoma em casa, fazendo bolos e doces. “Este já é o meu segundo curso, o primeiro foi de confeiteiro e agora optei pelo curso de padeiro. O curso é muito bom e culinária é uma paixão e a profissão que quero seguir”, ressaltou.
Quem também deseja seguir o ramo da culinária é Deivis Everton, de 30 anos. “Trabalhava numa telefonia como gerente empresarial, uma área muito concorrida e perdi o emprego recentemente, mas sempre gostei de cozinhar e gosto de preparar algo em casa para a família. Resolvi me arriscar e abraçar esta oportunidade que surgiu em participar deste curso de padeiro”, disse.
Deivis afirma estar surpreso como a matemática é usada nas aulas. “Estou gostando de tudo, tanto das aulas teórica quanto da aula prática. Está sendo muito gratificante”, comenta.

Júlio Amaral
(jamaral@diariodovale.com.br)

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Quería saber em que época tem inscriçåo no senai quería fazer o curso!

  2. Excelente curso, que abrange muito bem a área técnica, com informações precisas de como atua cada ingrediente na receita, além disso, o instrutor Gabriel é um excelente profissional, sempre disposto a esclarecer qualquer dúvida, o único problema do curso, é que se não fechar a boca, vai ganhar alguns quilos na balança rssss.

  3. Bom dia, parabéns ao Senai por disponibilizar esse curso, e ainda são muitas vagas gratuitas, iniciei esse curso há alguns anos atrás, ainda era lá no Senai Barreira Cravo, infelizmente não conclui devido alguns percalços, porém, levei minha irmã pra fazer o curso, ela gostou, se formou e hoje é uma ótima profissional da área de panificação em uma padaria conceituada de volta redonda, pretendo um dia, quem sabe esse ano, voltar a fazer esse magnífico curso, abraço à todos.

Untitled Document