quarta-feira, 24 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / IBGE inicia Censo Agro 2017 na região

IBGE inicia Censo Agro 2017 na região

Matéria publicada em 17 de outubro de 2017, 22:33 horas

 


Sindicato Rural de Barra Mansa incentiva produtor a participar da pesquisa

Barra Mansa – O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) iniciou, neste mês de outubro, o Censo Agro 2017, que pretende fazer um levantamento de dados sobre a produção agropecuária, florestal e aquícola do país. O último censo agropecuário realizado no Brasil foi feito em 2006.

O objetivo da pesquisa é investigar informações nos cerca de 5,3 milhões de estabelecimentos agropecuários em todos os municípios brasileiros, levantando dados sobre agricultura, extração vegetal, silvicultura, criação de animais de pequeno, médio e grande porte, aquicultura, criação de abelhas, criação de bicho-da- seda, beneficiamento e transformação de produtos agropecuários.

Na região Sul Fluminense, a agência do IBGE de Volta Redonda, que atende os municípios de Volta Redonda, Barra Mansa, Quatis e Rio Claro, será a responsável pela pesquisa. O chefe da agência, Luiz Antônio Torres, explica que essas cidades somam cerca de 1.950 propriedades rurais e que o produtor nestes locais é bastante interessado.

“Os produtores destes municípios são muito interessados, principalmente por entenderem a importância dessa pesquisa para manutenção dos benefícios que o governo oferece. Existem muitos programas de incentivo e eles não querem ficar de fora”, disse Torres, acrescentando que o censo teve início por Volta Redonda e o próximo município a receber as visitas dos recenseadores será Barra Mansa.

O Sindicato Rural de Barra Mansa, que abrange os municípios de Barra Mansa, Volta Redonda e Quatis, incentiva o produtor a participar da pesquisa. De acordo com o presidente do sindicato, Adilson Rezende, é preciso receber bem o recenseador e responder adequadamente as perguntas. Ele lembra que, como os números do último censo estão defasados, a pesquisa desse ano traz a oportunidade de atualizar dados importantes para o setor.

– O setor agropecuário teve um grande crescimento nos últimos anos, tanto na questão da produção quanto no número de pessoas que vivem e trabalham na zona rural. Essas informações são importantes para que o governo possa elaborar políticas públicas para beneficiar e incentivar a produção rural no país. Os dados atualizados pelo censo também ajudam os sindicatos, por exemplo, a buscar projetos e ações baseadas nas necessidades levantadas pelos produtores – disse ele.

Adilson alerta ainda para que o produtor fique atento à identificação dos recenseadores. “É muito importante ficar atento em alguns detalhes como se o recenseador está uniformizado e se ele usa o crachá. Caso essas peças não estejam à vista, o produtor pode solicitar essa identificação ao recenseador para garantir a própria segurança”, ressaltou o presidente do Sindicato Rural.

Para a realização da pesquisa, a agência de Volta  Redonda contará com uma equipe de quatro supervisores e seis recenseadores. O período de coleta de dados vai de outubro deste ano até fevereiro do ano que vem. Ela será feita por meio de preenchimento de questionário eletrônico, sobre o total de estabelecimentos e o que produzem; utilização de pessoal e mão de obra; caracterização do produtor; distribuição e uso de terras, entre outros dados do setor, referentes ao período de 01 de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017. A previsão é que a divulgação de resultados preliminares e, posteriormente, dos dados definitivos da pesquisa, seja feita em 2018.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. PEGAR JOVENS INFRATORES E MANDAR TRABALHAR NO CAMPO JUNTOS COM ESSA CAMBADA DO IBGE.

Untitled Document