domingo, 19 de maio de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Moreira Franco diz que governo estuda conter alta da gasolina

Moreira Franco diz que governo estuda conter alta da gasolina

Matéria publicada em 18 de maio de 2018, 21:08 horas

 


Governo discute a possibilidade de reduzir alíquotas de impostos, como ICMS, para preço cair

Reclamação: Preço da gasolina gera queixas em todo o Brasil
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Rio – O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, disse hoje (18) que é preciso discutir o preço dos combustíveis no país. Ele avaliou que o preço “está subindo demais”, e revelou que medidas já estão em discussão, como a redução do PIS/Cofins e do ICMS.
“Está subindo demais. Já tinha conversado anteriormente com o presidente [da Petrobras] Pedro Parente. Cheguei até, em determinado momento, a conversar com o presidente do Cade [Conselho Administrativo de Defesa Econômica], porque havia alguma distorção que ninguém entendia e é fundamental que as pessoas entendam”.
Segundo o ministro, a Petrobras pratica uma política de preços correta, mas é preciso entender que a composição do preço envolve outros fatores. “Então, temos que, juntos, entrar na discussão desses outros fatores, porque a gasolina, e o combustível de modo geral, sobretudo o gás de cozinha, não é um bem conspícuo”.
Para o ministro, os impostos são muito elevados e, segundo ele, já está em discussão a possibilidade de reduzir o PIS/Cofins e o ICMS. A discussão sobre o preço dos combustíveis, na visão dele, também deve envolver a Petrobras, pela sua importância como fornecedora.
“É uma questão do governo, mas ela [a Petrobras] como elemento importante e fornecedora de um bem fundamental, tem que dar a sua experiência, contribuição e avaliação da realidade para que possamos ter uma politica de preço que seja justa”.
Durante palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro, Moreira Franco também considerou que a carga tributária sobre a energia elétrica no Brasil é “absolutamente extorsiva”. “Somos a quinta energia mais cara do mundo, o que é uma coisa muito preocupante. Isso se torna mais preocupante porque o cliente pega a sua conta e não entende como é a composição de preço da energia”, disse, citando a cobrança do ICMS.

Cessão Onerosa

O ministro evitou comentar detalhes sobre a discussão em torno do contrato de cessão onerosa de reservas do pré-sal, que está sendo renegociado entre o governo e a Petrobras. Moreira Franco disse que a Petrobras “é credora” na renegociação, que ocorre de forma confidencial.
Em 2010, quando foi firmado o contrato original, a União cedeu à Petrobras o direito de explorar 5 bilhões de barris de petróleo e gás natural, por meio do sistema de exploração cessão onerosa, modelo pelo qual a contratação entre as partes é direta, e não por meio de leilão ou licitação. Em troca, a empresa pagou ao Tesouro Nacional R$ 74,8 bilhões. O governo e a Petrobras discutem agora a revisão desse valor, já previsto no contrato, considerando, por exemplo, variações do dólar e do preço do barril do petróleo.

Energias renováveis

O ministro disse durante a palestra para empresários fluminenses que está em estudo um programa para financiar a instalação de painéis solares em residências e empresas.
Para o ministro, as fontes renováveis poderão contribuir para a queda do preço final do combustível no país. Segundo Moreira Franco, até 2030, os investimentos em energias renováveis no país devem atingir R$ 125 bilhões.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Avatar

    Muito engraçado esse Ministro vir com esse papo furado, pois é o Governo Federal, que fica com a maior fatia dos impostos em cima da Gasolina e da Energia Elétrica. O Estado do Rio também é GULOSO, pois a Gasolina no Estado de São Paulo é muito mais barata do no RJ. Acho graça também que ainda aparece BABACA por aqui, criticando BATER PANELA. Foi graças as batidas de panela, que o PT se fudeu. E o Temer foi colocado lá em Brasilia pelos PETISTAS. Em setembro vamos lembrar do PT nas URNAS.

  2. Avatar

    Duvido. Mentira. E só irão parar com esse abuso de aumento, quando parar tudo, parar o país. Precisamos parar o país. O brasileiro dorme muito é por isso que é feito de bobo. Acorda, Brasil! chega de tanto aumento no combustível, chega!

  3. Avatar

    Discutir a alta da gasolina agora, como se fosse o primeiro, pelo amor, depois de não sei quantos aumentos, somente agora ministro, afff

  4. Avatar

    Está impossível suportar essa carga tributária!

  5. Avatar
    Liberdade e propriedade

    O governo dispara os impostos sobre a gasolina (mais de 50%), e vem dizer que algo preciso ser feito. A Petrobrás fica com 30% e os postos 20%. Se os postos parece muito, dizem que tem cartel e tal, mas eles fazem alguma coisa, pior é o governo que fica com 50% e não faz absolutamente nada no processo. A cada litro que tu põe ali na bomba o governo te cobra 2,50 reais sem fazer nada, o posto 1 real pelo serviço, a Petrobrás 1,50 pela extração e refino.

  6. Avatar

    E vai longe esse estudo…

  7. Avatar

    Esse presidente da Petrobras ,Pedro Parado, quer posar de genio afundando a economia e por tabela o trabalhador .Quero ver tirar da merda a empresa com medidas eficazes sem detonação.Como age ate o Tiririca resolve.

  8. Avatar

    Onde estão as Panelas. Ahhhhh esqueci, só tem milionário agora no país, a corrupção acabou e a economia melhorou.

  9. Avatar

    ESTAMOS FUDIDOS!!!

Untitled Document