quarta-feira, 28 de junho de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Petrobras reduz preços da gasolina e do diesel

Petrobras reduz preços da gasolina e do diesel

Matéria publicada em 15 de junho de 2017, 18:43 horas

 


Se o ajuste for repassado integralmente ao consumidor final, preço da gasolina na bomba pode cair R$ 0,03 por litro

Expectativa: Preço de combustíveis cai nas refinarias, mas repasse da queda ao consumidor não está garantida (Foto: Paulo Dimas)

Expectativa: Preço de combustíveis cai nas refinarias, mas repasse da queda ao consumidor não está garantida
(Foto: Paulo Dimas)

Rio – A Petrobras reduziu o preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias em 2,3% e 5,8%, respectivamente. Pelos cálculos da estatal, se o ajuste for repassado integralmente e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o valor da gasolina na bomba pode cair 0,9% ou R$ 0,03 por litro, em média; e o do diesel pode cair 3,5%, ou cerca de R$ 0,11 por litro, em média.
No entanto, segundo a companhia, esse impacto depende de outros fatores da cadeia de combustíveis, principalmente distribuidoras e postos revendedores. O preço dos combustíveis ao consumidor é livre e sua fixação não acompanha necessariamente o que é cobrado nas refinarias.
A decisão do Grupo Executivo de Mercado e Preços da Petrobras acompanha a política de preços da companhia, anunciada em outubro de 2016.
De acordo com a estatal, a redução reflete as variações recentes nos preços internacionais do petróleo que, depois de flutuar ao redor de US$ 50 por barril, registrou queda sucessiva e está abaixo de US$ 46 por barril atualmente. Além disso, segundo a Petrobras, há interferência do câmbio.

Frequência de reajustes

A estatal também informou nesta quarta que os reajustes de preços, atualmente feitos uma vez por mês, passarão a ocorrer em períodos mais curtos, por causa das volatilidades observadas no mercado internacional.
Segundo o comitê, os intervalos de 30 dias “não têm sido suficientes para refletir as volatilidades de preços de internacionais de derivados e câmbio entre as datas dos reajustes”.

10 comentários

  1. Quer solução para acabar com a farra do cartel nos postos de combustível? EVITEM USAR O CARRO!

  2. Liberdade individual

    A Petrobrás vende a gasolina aos distribuidores por pouco mais de 1 real o litro, os distribuidores ficam também com pouco mais de 1 real, o restante são os impostos, pouco mais de 1 real. Quando o governo vai reduzir os impostos, já que não faz nada mesmo? A Petrobrás vende a gasolina mais barata do que todas as petroleiras privadas do mundo. A culpa da gasolina aqui ser mais cara na bomba que nos EUA é dos impostos, que lá são quase nulos na gasolina.

  3. Brasileiro indignado

    Estou preocupado com o valor do botijão de gás
    ,que preço absurdo

  4. Tem um posto na 207 que sempre vende mais barato, tanto gasolina quanto o álcool. Será porque ?

  5. Pagador de impostos

    Calma gente É que VR, BM e as demais cidades da região ficam muuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito longe de qualquer refinaria. Assim, os combustíveis ainda vem para cá em lombo de jegues e de burros e isso encarece muito o transporte o que eleva o preço de venda desses produtos por aqui.

  6. Em Volta Redonda é cartel, será que o Ministério Público não vai investigar o caso?

  7. Começa agora o estoque antigo infinito nos postos…

  8. Falavam que a gasolina e o GNV aqui era absurdo pq o prefeito era o Neto…..ele já saiu há 5 meses!!!

  9. A cada notícia dessa, arrumam um jeito de aumentar mais ainda a gasolina… sempre tem uma desculpa!

  10. Enquanto não tabelar não adianta baixar o preço na refinaria pois
    o cartel da região não alterará em nada os preços na bomba.
    Tinha que fazer o preço máximo em cada municipio baseando da distância
    de onde retiram os combustíveis, nesse caso a gasolina é retirada em Volta Redonda,
    na Vila Americana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document