quinta-feira, 19 de julho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Segmento de acessórios pet se mantém aquecido

Segmento de acessórios pet se mantém aquecido

Matéria publicada em 7 de janeiro de 2018, 19:35 horas

 


Volta Redonda – Um segmento do comércio em especial tem demostrado crescimento constante, é o ramo de produtos pet, que hoje representa 0,38% do produto interno bruto (PIB), segundo Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet).

De acordo com o comerciante Carlos Eduardo, proprietário de uma loja de produtos agropecuários e pet shop no bairro Niterói, a cada ano crescem as vendas e a variedade de acessórios pets em seu comércio.

– Acredito que com o surgimento de novas raças, além da preocupação maior dos donos de cães e gatos com o bem estar de seus animais, tem impulsionado um aumento gradativo das vendas de acessórios pets. Antigamente as pessoas não gostavam muito de passear com seus animais, agora observo que ocorrem mais eventos incentivando os passeios e atividades com cães e gatos, com isso, alavanca ainda mais as vendas. As guias, peitorais e enforcadores ainda são os acessórios que mais vendo, em seguida vem os brinquedos como bolas e mordedores. Já as camas e roupas saem mais no inverno – disse.

Mercado pet: Coleiras e guias são os itens mais procurados (Foto: Filipe de Souza)

Mercado pet: Coleiras e guias são os itens mais procurados (Foto: Filipe de Souza)

Segundo Eduardo, atualmente os acessórios correspondem a 30% do lucro da loja, já as vendas de rações e petiscos ainda são o foco maior da loja, correspondendo a 70% do faturamento.

– Os produtos para cães ainda têm mais saída que os para gatos, representando 60% a mais. Já nas férias, observo um aumento de 20% nas vendas de caixa para transporte e cinto de segurança – afirmou.

Para a funcionária de um pet shop na Vila Santa Cecília, Fabiana Romero, apesar de ainda perder em termos de faturamento para o serviço de banho e tosa, alimentação e medicamentos, as vendas de acessórios têm crescido muito.

– Apesar de ainda ter pouca saída, a procura por acessórios pets estão crescendo a cada dia. Vendemos brinquedos, caminha, peitoral, guias e roupas. Os cães ainda são os maiores cliente, representando 60% das vendas além de ter mais opções e variedades como bolas, pelúcias, brinquedos no formato de osso e galinhas. Em relação aos preços, são bem variados, vendemos itens como bolinhas a partir de R$ 3,90 até brinquedos de R$ 200 – ressaltou.

 

Untitled Document