sábado, 25 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Volta Redonda se prepara para aderir Agenda 2030 das Nações Unidas

Volta Redonda se prepara para aderir Agenda 2030 das Nações Unidas

Matéria publicada em 11 de agosto de 2017, 12:20 horas

 


Objetivo é fomentar o desenvolvimento sustentável no município

Volta Redonda– Com o objetivo de cuidar do meio ambiente e promover o desenvolvimento econômico sustentável, o município vai aderir à Agenda 2030, criada pelos países membros das Nações Unidas durante a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável.

A agenda consiste em 17 objetivos a serem cumpridos visando a sustentabilidade. Por meio do decreto 14.500, o prefeito Samuca Silva, criou um Grupo de Trabalho para elaborar o Programa Municipal de Sustentabilidade e Desenvolvimento, visando a viabilidade do município em aderir a Agenda da ONU e ao Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia.

Samuca destacou que, em seu Plano de Governo, há compromissos firmados com o meio ambiente.

– Principalmente no campo da sustentabilidade, posicionando Volta Redonda como referência em desenvolvimento sustentável com a preservação de seu patrimônio ambiental – destacou o prefeito, reforçando: “Há a necessidade de inserir Volta Redonda no contexto dos grandes debates e ações sobre o desenvolvimento urbano, sustentável e ambiental, bem como gerar políticas públicas sobre o tema”, completou o chefe do Executivo.

O Grupo de Trabalho será coordenado pelo Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP), em parceria com as secretariais municipais de Meio Ambiente e de Planejamento Transparência e Modernização da Gestão; o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU); e o Gabinete de Estratégia Governamental.

Segundo o gerente do Escritório de Gerenciamento de Projetos, Silvio Gomide, os objetivos e metas da Agenda 2030 vão estimular ações para os próximos 15 anos em áreas de importância crucial.

– Essas ações abrangem o acesso à Educação, aos serviços básicos de Saúde, empregos, sustentabilidade energética e ambiental através da adoção de energias limpas, conservação e gestão dos ecossistemas terrestres e marinhos, e o combate à desigualdade em todos os níveis – destacou Silvio.

Silvio ainda sublinhou que a Agenda 2030 foi adotada por 193 países-membros das Nações Unidas, inclusive o Brasil, na Cúpula de Desenvolvimento Sustentável, em setembro de 2015.

– A Agenda consiste em uma declaração, 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e suas 169 metas, bem como uma seção sobre meios de implementação e de parcerias globais, e um roteiro para acompanhamento e revisão – explicou o diretor do EGP.

Um comentário

  1. Excelente a iniciativa, e só!

    O Samuca só esqueceu do quanto estamos atrasados em educação de qualidade e esqueceu que em VR temos uma das maiores indústrias poluidoras do planeta, fora a cultura, plantada nos últimos 20 anos de se mover somente dentro de um carro com gasolina altamente poluidora do meio ambiente que os riquinhos adoram e não se importam em pagar o preço que estiver.

    Antes de adotar essa agenda é preciso mudar a cultura. E cultura não se muda com decretos e muito menos com grupo de trabalho. O prefeito acha mesmo que em 3 anos vai conseguir isso?

    Pare de brincar e comece a trabalhar em outras áreas, prefeito!

Untitled Document