sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Barra Mansa x Resende: 100 anos de história em jogo

Barra Mansa x Resende: 100 anos de história em jogo

Matéria publicada em 24 de fevereiro de 2015, 16:26 horas

 


Confronto que marcou época no passado se moderniza mas não perde o charme

Barra Mansa e Resende entram em campo nesta quarta-feira ás 19 horas com a responsabilidade de manter acesa a chama que durante muitos anos incendiou o cenário esportivo do interior do Estado do Rio de Janeiro.
O primeiro confronto das duas equipes aconteceu  em 3 de junho de 1917, quando o Leão do Sul saiu derrotado. No entanto, no domingo seguinte (10/6/1917), houve uma revanche e, dessa vez, o time do Barra Mansa venceu, como registrado no jornal  da época “ Cartão Postal” . Uma grande rixa nascia e os confrontos entre as duas equipes eram sempre muito esperados.
A primeira partida profissional entre Barra Mansa e Resende ocorreu em 10 de julho de 1934, quando se enfrentaram pela Liga Sportiva Sul-Fluminense, competição que dava vaga para o time campeão disputar as finais do campeonato estadual da época. O Leão do Sul venceu por 2 a 0, em jogo realizado na cidade de Resende.
Em função da proximidade entre as duas cidades, os dois clubes já protagonizaram muitos jogos importantes pelo Campeonato Fluminense, todavia nada se compara aos duelos da decisão da Copa Vale do Paraíba de 1968. Resende e Barra Mansa conquistaram o direito de disputar a final do campeonato por terem vencido um turno cada. A primeira partida foi realizada em Resende (3/11/1968), mas foi o Leão do Sul que venceu por 3 a 1, com gols de Maurino (2) e Mário. No jogo de volta (10/11/1968), em Barra Mansa, a equipe da casa se sagrou campeã da Copa Vale do Paraíba após um empate de 0 a 0.
As duas equipes consideradas as mais antigas da região do Sul Fluminense com mais de cem anos cada, formaram na época de ouro do interior do Rio de Janeiro, antes da fusão dos dois estados, uma das maiores rivalidades entre cidades vizinhas. O Barra Mansa, mais estruturado e acostumado a disputar o campeonato promovido pela Federação Fluminense de Desportos era na época o time de maior tradição formando ao lado de Royal e Central de Barra do Piraí, Guarani de Volta Redonda, Rodoviário de Piraí e o próprio Resende  os maiores clubes do Sul do Estado.
Considerando apenas os jogos disputados em competições oficiais e profissionais, Barra Mansa leva vantagem sobre o Resende. São 8 vitórias para o Barra Mansa, 2 empates e 3 vitórias para o Resende.

O tempo mudou a história
Se antes o Leão do Sul era o time a ser batido nos duas atuais a palavra “experiência em competição”, mudou de endereço. O Resende é hoje um time tradicional na disputa d a série A já tendo chegado por duas vezes a uma semi final do Campeonato Estadual, e numa delas em 2011 eliminando o Flamengo em pleno Maracanã por 3 a 2 num jogo que entrou para a história dos chamados times de menor investimento. Nos últimos três anos repetiu as boas atuações chegando em 2012 a conquistar a quinta colocação do campeonato estadual.
Já o Barra Mansa que durante alguns anos se abdicou da disputa, decepcionado pelos rumos do estadual de 1995 quando conseguiu a vaga para a elite e acabou impedido de disputar, retornou ao profissionalismo há cerca de quatro anos e também numa campanha brilhante no ano passado conseguiu finalmente a tão sonhada vaga na elite e este ano, apesar dos mais de 100 anos de existência se tornou debutante da primeira divisão do Rio de Janeiro.

Manoel Neto espera contar com a forma máxima

Com apenas duas semanas a frente do clube o técnico Manoel Neto não desanimou com alguns problemas de contusão no elenco e já no jogo contra o Vasco, mesmo sem poder escalar, Rafael Laurenço, machucado e o zagueiro Carlão vitima de acidente de montou um time que surpreendeu o adversário e saiu de  São Januário com um ponto precioso na caminhada do time na primeira divisão.
Esta semana não foi diferente. O volante Audren com uma forte gripe deixou de treinar por dois dias, Jefferson voltou a sentir dores no tendão e também se ausentou de alguns treinamentos, mas o que mais preocupa é o volante Leandro Teixeira que permanece em tratamento e pode desfalcar o time.

Maratona fora de casa é o maior problema do Resende

A série de jogos longe da sua torcida tem sido o maior problema enfrentado pelo Resende este ano. Como o Estádio do Trabalhador não havia sido aprovado o jogo de estréia contra o Bonsucesso que seria em casa acabou transferido para o Estádio do América na baixada fluminense.
Desde o dia 4 de fevereiro, o Resende não sabe o que é jogar dentro de casa no Campeonato Carioca. A última vez foi no empate em 1 a 1 com o Tigres-RJ, na segunda rodada. De lá para cá, foram 19 dias, em que o time disputou três jogos e perdeu os três — para Flamengo, por 2 a 1, Madureira, por 3 a 0, e Cabofriense, por 2 a 0.
Sobre o assunto o técnico Edson Souza disse não se impoortar, mas reconheceu que, para os jogadores, pode, sim, fazer diferença. “ Pra mim, tanto faz. Eu preparo meus jogadores para jogarem em qualquer lugar. Se você perguntar pra eles, é claro que eles vão dizer que preferem jogar onde estão acostumados a treinar, o reduto deles, mas pra mim não faz diferença”  – disse.
E não será em breve que a torcida verá o Resende jogando em casa. Amanhã o time terá pela frente Barra Mansa no Raulino de Oliveira, no domingo no mesmo local pega o Fluminense, na sequencia terá mais três jogos fora de casa contra; Nova Iguaçu, Vasco e Botafogo.
Após cinco jogos, o Resende ocupa a 11ª colocação, com quatro pontos. O próximo compromisso no estadual é o clássico regional contra o Barra Mansa, que encerra a sexta rodada nesta quarta-feira. O duelo está marcado para as 19h30, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Barra Mansa x Resende
Local: Estádio da Cidadania
Hora:  19h30min
Juiz:   Leandro Newley Ferreira
Auxs: Luiz Antonio Muniz e Tárcio Monteiro Lago
Barra Mansa: Tiago Leal; Dudu, Rômulo, Thiagão e Wallace; Audren, Leandro Teixeira, Diogo (Rafael Laurenço) e Vitinho; Jefferson e Érick Foca (Kaique). Técnico; Manoel Neto
Resende: Arthur, Muriel, Marcelo, Admilton  e Uallace; Cássio, Léo Silva, Jeferson Silva  e Marcel; Geovane Maranhão e Willian Carioca . Técnico: Edson Souza.

 

Por: Manoel Alves


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

16 comentários

  1. Para fortalecer o futebol do interior tem que para de picuinha e reunir os clubes profissionais para um torneio de nivel regional forte como era a copa vale do paraíba.

    Times do Vale do Paraíba Paulista com os do Rio,
    ano passado houve um triangula entre Voltaço Resende e Sao Jose …
    Poderia ter um torneio com Sao Jose Taubate Guaratingueta e o Fla de guarulhos,do lado de ca Resende V Redonda BMansa e Angras que hoje esta na 2°do carioca

  2. Copa RJ/SP Vale do Paraiba SP com Taubaté São Jose Flamengo de Guarulhos e Guara do Vale Paraiba Fluminense com Voltaço Barra Mansa Resende e o Angra.

  3. FABIO HENRIQUE DE SOUZA OLIVEIRA

    Poderia voltar essa Copa Vale do Paraiba com times de Sao Paulo e Rio

  4. FABIO HENRIQUE DE SOUZA OLIVEIRA

    Poderia voltar essa Copa Vale do Paraiba

  5. Mulher de Resende, Mulher de Barra Mansa que vem a minha cidade Volta Redonda!

  6. Classico dos desesperados vai dá um sono esse joguinho vai dá 0x0 ….

  7. Poxa… Manuel Alves! Eu elaborei a pesquisa sobre o histórico de confronto entre Barra Mansa e Resende hoje pela manhã, publiquei no meu blog e você a transcreveu quase que praticamente toda em sua matéria, mas sequer mencionou a fonte. Lamentável.. heim?

  8. O clássico dos velhos anões inexpressivos no coliseu da capital do Vale Fluminense. Esse jogo irá definir um dos rebaixados…

    • Al Fatah
      Voce que se considera tão inteligente, como fechará a inflação em 2015 ?
      E o PIB , será positivo ou negativo ?

      Acho que seu sonho é morar em Barra Mansa, tem ótimos apartamentos no mercado
      para alugar ou vender.

      Ganham 3 jogos, começam a curtir como o VR fosse o suprasumo do futebol nacional.

    • Não me acho inteligente, vc é quem está dizendo. Quanto ao PIB, isso é pergunta pra Walter Mercado, não pra Einstein…

    • O Voltaco está no mesmo patamar do BMFC e RFC, disputa só o Carioca e os titulos que tem são apenas acessos, turno ou amistosos. O Raulino não é mérito do Voltado, com dinheiro público qualquer cidade da região pode fazer um. Capital sem aeroporto? Resende tem um monte de lojas que não tem na sua capital minúscula.

    • É o mesmo que dizer que Botafogo está no mesmo Patamar do Flamengo, ou pior. Nossos títulos são em maior quantidade e de maior expressão que de Resende e Barra Mansa somados, não há comparação…

      VR é sim o centro regional, negar isso é birra e sandice. O próprio IBGE a classifica como tal e pode ser constatado no dia a dia, sendo a única cidade da região que é centro de conurbação. Resende tem umas lojinhas nos shoppings às moscas e só existe do Polo Industrial para cá, pela Dutra. Não sedia nenhuma empresa ou repartição de nível regional… Legal é o cara chamar de minúscula uma cidade que tem um bairro (Retiro) com mais moradores que a maior parte da zona urbana de Resende…

    • Conheco varias capitais sem aeroporto dentro da cidade, desculpa aí, espertao

    • Negativo, o Flamengo tem vários títulos de 1° divisão que o Botafogo não tem. Já BM, VR e RFC são todos pequenos sem conquistas relevantes no mesmo patamar, e disputam a mesma coisa. A única diferença é que o VRFC foi muito mais incentivado ao longo de sua história, foi fundado pela ditadura, ganhou tudo de mão beijada e hoje está na estaca zero.

      Lojinhas, não, são grandes redes de varejo. VR tem muitas coisas sim! Mas para ser Capital deveria ter quase tudo o que Resende e BM tem, mas falta muitas coisas.

      Tem uma cidade paupérrima do nordeste que está re-erguento o Coliseu. Toda cidade pode ser seu “coliseu” é só abrir mão esgoto tratado igual VR.

  9. Torcedor de Ouro BMFC

    Viva o Leão, Viva o time mais antigo do Brasil….vamos invadir V Redonda, o estádio da Cidadania é nosso!

Untitled Document