sábado, 15 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo vence o Vasco e está na final da Taça Rio

Botafogo vence o Vasco e está na final da Taça Rio

Matéria publicada em 21 de março de 2018, 23:47 horas

 


Botafogo teve noite de heróis e vilões mas todos sorriram no final

Botafogo teve noite de heróis e vilões mas todos sorriram no final

Rio – Em mais um clássico emocionante entre Botafogo e Vasco, os alvinegros desta vez levaram a melhor e venceram por 3 a 2, nesta quarta-feira, n Nilton Santos. Com o resultado, os botafoguenses avançaram para a final da Taça Rio.

A partida foi muito movimentada, principalmente no primeiro tempo. O Botafogo abriu o placar com Brenner, mas viu o Vasco virar com gols de Erazo e Riascos. Antes do intervalo, os alvinegros empataram com Luiz Fernando. No segundo tempo, os botafoguenses chegaram a vitoria com gol de Igor Rabello.

O Botafogo espera seu adversário, que sai do vencedor do confronto entre Fluminense e Flamengo, nesta quinta-feira. Os tricolores jogam por um empate para chegarem a decisão. O Vasco agora se prepara para as semifinais do Campeonato Carioca.

O jogo

O clássico iniciou com muita correria das duas equipes. O Vasco tinha mais posse de bola e busca o ataque com mais organização. No entanto, quem abriu o placar foi o Botafogo, aos 12 minutos, na primeira chance real do jogo. Leo Valencia fez boa jogada pela direita e cruzou para Brenner cabecear para a rede.

O revés fez o Vasco se lançar ao ataque com mais intensidade. Tanto que aos 14 minutos, Wagner arriscou de fora da área e obrigou Gatito Fernández a fazer grande defesa. Quatro minutos depois, Yago Pikachu cruzou pela direita para Riascos. O colombiano tocou para o gol, mas viu a bola bater no travessão, bater no chão, mas não entrar.

De tanto insistir, os cruzmaltinos chegaram ao empate aos 19 minutos. Após cobrança de escanteio, Erazo subiu mais que a zaga e cabeceou para a rede. O Botafogo foi obrigado a atacar novamente e quase marcou o segundo aos 20 minutos. Após cruzamento de Moisés, Luiz Fernando acertou belo chute de primeira, mas a bola foi pela linha de fundo. Só que o Vasco seguiu melhor em campo e voltou a dominar o clássico. Os cruzmaltinos rodavam a área alvinegra e chegaram ao empate aos 30. Depois de outra cobrança de escanteio, Riascos cabeceou sem chance para Gatito Fernández.

Os vascaínos poderiam ter aumentado a vantagem aos 31 minutos. Andrés Rios aproveitou erro na saída de bola do Botafogo, mas chutou fraco para facilitar a defesa de Gatito Fernández. Riascos e Wagner estavam livres no lance. Como castigo, aos 33, os alvinegros chegaram ao empate no Nilton Santos. Luiz Fernando foi lançado na área, levou a melhor sobre Fabrício e chutou sem chance para Gabriel Félix.

O gol animou os botafoguenses, que equilibraram o jogo e quase viraram aos 37 minutos. Moisés chutou cruzado e viu Erazo quase colocar para a própria rede. Nos minutos finais, o Vasco voltou a ser dominar e tentou sair para o intervalo a frente no placar. No entanto, a zaga alvinegra soube segurar a igualdade.

No segundo tempo, as duas equipes mantiveram a vontade em campo. O Vasco era mais organizado e tinha mais posse de bola. Os cruzmaltinos também criaram a primeira boa chance aos oito minutos. Após boa troca de passes, Paulinho chutou cruzado na área. Riascos tocou para a rede, mas Igor Rabello apareceu para salvar o Botafogo.

Enquanto o Botafogo não levava perigo para Gabriel Félix, o Vasco se aproveitava para avançar nos contra-ataques. Em duas oportunidades, Riascos fez boa jogada, mas viu Wagner e Andrés Rios desperdiçarem as finalizações.
Aos poucos, o Botafogo melhorou a marcação e equilibrou o clássico. Com isso, os alvinegros passaram a se aventurar mais ao ataque, mas continuava sem levar perigo. O Vasco tocava mais a bola, mas perdeu objetividade. Assim, o jogo ficou concentrado entre as intermediárias.

Com a necessidade da vitória, os alvinegros passaram a buscar mais o ataque e chegaram ao gol aos 39 minutos. Após falta cobrada na área, Igor Rabello cabeceou para a rede.  Nos minutos finais, o nervosismo tomou conta dos cruzmaltinos, que pouco produziram no ataque. O Botafogo conseguiu segurar a bola no campo ofensivo para poderem comemorar a classificação para a final da Taça Rio.

 

VASCO 2 X 3 BOTAFOGO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de março de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueirense Corrêa (RJ) e Michael Correia (RJ)
Renda: R$ 155.900,00
Público: 9.255 pagantes
Cartões amarelos: Yago Pikachu, Paulão, Leandro Desábato e Wellington (Vasco); Marcelo, Rodrigo Lindoso, Igor Rabello e Luiz Fernando (Botafogo)
GOLS
VASCO: Erazo, aos 19min do primeiro tempo; Riascos, aos 30min do primeiro tempo
BOTAFOGO: Brenner, aos 12min do primeiro tempo; Luiz Fernando, aos 33min do primeiro tempo; Igor Rabello, aos 39min do segundo tempo

VASCO: Gabriel Félix; Yago Pikachu, Paulão, Frikson Erazo e Fabrício; Wellington (Paulo Vítor), Leandro Desábato e Evander (Wagner); Paulinho, Andrés Rios (Thiago Galhardo) e Duvier Riascos
Técnico: Zé Ricardo

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Moisés; Marcelo, Rodrigo Lindoso, Leonardo Valencia (Pachu), Marcos Vinícius (Rodrigo Pimpão) e Luiz Fernando (Ezequiel); Brenner
Técnico: Alberto Valentim


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Tou Só Observando...

    JUSTIÇA DIVINA. Se lascou bacalhau
    CHUUUUUUUUPAAAAAAA…

Untitled Document