domingo, 23 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense goleia o Bangu na estreia da Taça Rio

Fluminense goleia o Bangu na estreia da Taça Rio

Matéria publicada em 21 de fevereiro de 2018, 19:39 horas

 


Marcos Júnior foi o nome do jogo diante do Bangu

Marcos Júnior foi o nome do jogo diante do Bangu


Rio – 
O Fluminense começou bem a Taça Rio ao golear por 4 a 0 o Bangu, nesta quarta-feira, em Moça Bonita. Com o resultado, os tricolores chegaram aos três pontos no segundo turno do Campeonato Carioca e assumem a ponta grupo C, a frente da Portuguesa pelos critérios de desempate. Já os banguenses não somam pontos pelo grupo B.

O primeiro tempo foi muito disputado, com o Fluminense tendo mais posse de bola. No entanto, tanto só tricolores, quanto o Bangu criaram boas chances de gol. Somente no segundo tempo, já com um jogador a mais, a equipe das Laranjeiras chegaram a vitória com dois gols de Marcos Júnior, um de Pedro e outro de Marlon Freitas.

Na próxima rodada, o Fluminense terá o clássico contra o Flamengo, neste sábado, na Arena Pantanal, em Cuiabá. No mesmo dia, o Bangu vai até a Região dos Lagos para enfrentar o Macaé.

O jogo

O Fluminense começou a partida com o domínio da posse de bola, mas sem criar boas chances no ataque. A primeira vez que os tricolores assustaram aconteceu aos oito minutos, quando Renato Chaves tentou o cruzamento e quase acertou o gol. O goleiro Célio Gabriel estava atento para tirar o perigo.

A equipe das Laranjeiras seguia rondando a área e teve a chance de abrir o placar aos 14 minutos. Pedro recebeu passe na área, passou por um marcador, mas viu a zaga tirar o perigo antes da finalização. O Bangu tentava avançar nos contra-ataques e só criou boa oportunidade aos 23. Almir achou Valdir na área, mas o lateral foi travado por Jadson na hora de buscar o gol.

O Fluminense teve sua melhor chance aos 27 minutos. Em contra-ataque rápido, Sornoza lançou Gilberto pela direita. O lateral entrou na área e tentou tocar para Pedro, que se esticou, mas noa chegou a tempo de colocar para a rede.

A partir dai, o jogo ficou aberto, com as duas equipes em busca do ataque. O Fluminense chegou com perigo aos 30 minutos, em cabeceio de Pedro pela linha de fundo. O Bangu respondeu três minutos depois. Valdir cruzou pela direita, Gum não alcançou a bola, que ficou para Almir. O meia apareceu livre na área, mas cabeceou sobre o travessão.

Os tricolores continuavam levando perigo, principalmente nas bolas aéreas. Já o Bangu chegava no toque de bola, mas parava no goleiro Julio César. Quando a partida se encaminhava para o intervalo, os donos da casa ficaram com um jogador a menos. O zagueiro Michel fez falta em Gilberto na entrada da área e recebeu o cartão vermelho de forma direta por ser o último homem.

Na cobrança de falta, Sornoza cobrou com força, mas Célio Gabriel espalmou e contou com a sorte ao ver a bola ainda bater na trave. Assim, o duelo permaneceu com o placar inalterado até o fim da etapa inicial.

No segundo tempo, o Fluminense não demorou para aproveitar fato de estar com um a mais em campo. Logo aos dois minutos, Marlon cruzou para Marcos Júnior cabecear sem chance para Célio Gabriel e abrir o placar em Moça Bonita.

Mesmo após o gol, os tricolores seguiram melhores em campo e aumentaram a vantagem aos sete minutos. Gilberto roubou a bola do defensor do Bangu e tocou para Marcos Júnior. O atacante passou por um marcador e chutou da entrada da área, no canto direito de Célio Gabriel.

O Bangu, mesmo com um amenos, foi obrigado a avançar e chegou com perigo aos 13 minutos. Rodney fez boa jogada individual, mas finalizou sobre o travessão. No entanto, está foi a única chance dos dons da casa, que esbarravam na boa marcação tricolor.

Com boa vantagem, o Fluminense diminuiu o ritmo e passou a trocar muitos passes. Com isso, a partida ficou concentrada entre as intermediárias. Só que aos 29 minutos, os tricolores chegaram ao terceiro em Moça Bonita. Após boa troca de passes, Robinho finalizou para o gol. Célio Gabriel espalmou para o lado e viu Pedro apenas tocar para a rede.

Na parte final da partida, o Fluminense voltou a apenas administrar o resultado. Os tricolores quase chegaram ao quarto gol, com Pedro, em falha de Célio Gabriel, mas o goleiro do Bangu conseguiu se recuperar n lance. Só que aos 40 minutos, os visitantes deram números finais ao marcar com Marlon Freitas, que aproveitou passe na área para finalizar para a rede.

Untitled Document