quarta-feira, 28 de junho de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense mira clássico como oportunidade de reação

Fluminense mira clássico como oportunidade de reação

Matéria publicada em 16 de junho de 2017, 16:56 horas

 


Rio – A derrota de 2 a 0 para o Grêmio, em casa, não estava nos planos do Fluminense, que sempre trabalha com o triunfo em casa. Porém, como a competição está exigindo muito dos atletas em junho, a ordem é já pensar no clássico do próximo domingo, às 16h(de Brasília), contra o Flamengo no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela oitava rodada do Campeonato Braisleiro.

Na visão dos jogadores, é preciso deixar rapidamente o duelo contra o Grêmio para trás.

– Clássico é sempre uma grande oportunidade de você conseguir melhorar tudo em um clube, pois o time que ganha passa a ter dias mais tranquilos, mesmo em uma competição onde não há tempo para comemorar ou para ficar triste. O jogo contra o Flamengo tem uma grande importância para a sequência do nosso trabalho e vamos a campo com o único pensamento de somamrmos três pontos – disse o zagueiro Henrique.

O atacante Henrique Dourado concorda.

– A derrota para o Grêmio é algo que nos deixou muito tristes, pois foi em casa, onde sempre se espera que o Fluminense vai conquistar um resultado positivo, principalmente por conta do apoio dos torcedores. O Fluminense quer brigar na parte de cima da tabela de classificação e por isso mesmo nós não podemos ficar apena slamentando. No domingo tem um clássico muito importante contra o Flamengo e se conseguirmos a vitória já vamos melhorar um pouco a nossa realidade nesta competição. Portanto, o foco já está todo no próximo compromisso – disse o atacante.

O elenco do Fluminense participou de um trabalho regenerativo nesta sexta-feira e neste sábado pela manhã acontece o treino que vai definir a escalação para o clássico contra o Flamengo. Abel Braga segue enfrentando problemas com os vários jogadores que estão entregues ao departamento médico e que não esstão podendo ser utilizados, como o zagueiro Renato Chaves e o meia Junior Sonorza, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document