segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense pega a Chapecoense

Fluminense pega a Chapecoense

Matéria publicada em 22 de outubro de 2017, 08:07 horas

 


Centrado: Lucas reforçou a importância de se pensar jogo a jogo, graças ao equilíbrio do Campeonato Brasileiro (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

Centrado: Lucas reforçou a importância de se pensar jogo a jogo, graças ao equilíbrio do Campeonato Brasileiro (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

Chapecó – Dando sequência a sua série de confrontos diretos na luta contra o rebaixamento, o Fluminense visita a Chapecoense neste domingo (22), às 19h, na Arena Condá, em Chapecó (SC), em choque válido pela trigésima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, que vem de triunfos por 1 a 0 sobre Avaí e 3 a 1 diante do São Paulo, aparece com 38 pontos, seis a mais do que a Ponte Preta, que abre a zona da degola. Já a Chape, que tem 35 pontos e ganhou novo fôlego com os 3 a 2 aplicados no Atlético-MG em Minas Gerais, vai estrear o técnico Gilson Kleina, que foi contratado e ocupará o lugar de Emerson Cris, que estava de maneira interina na função desde a demissão de Vinícius Eutrópio.

Abel Braga, treinador do Fluminense, lembrou aos seus comandados que a Chapecoense historicamente dá trabalho ao Tricolor, que jamais ganhou do rival pelo Brasileirão.

– Temos vários confrontos na história em que o Fluminense tropeçou contra esse adversário e por isso mesmo é preciso muito cuidado. Logicamente que as partidas do passado em nada tem a ver com o que vai acontecer quando a bola rolar neste domingo. Mas é bom que o nosso sinal de alerta esteja bem ligado, pois jogar em Chapecó nunca foi tarefa das mais tranquilas – disse Abel.

Os jogadores do Fluminense também manifestaram preocupação com o jogo. Porém, mostram empolgação com a possibilidade de afastarem o risco de rebaixamento e pensarem, quem sabe, em uma vaga na próxima Copa Libertadores. Porém, a ordem é projetar um confronto por vez.

– A nossa expectativa gira em torno sempre de ganhar o próximo jogo, pois sabemos que o Campeonato Brasileiro está muito equilibrado. Da mesma maneira que a gente não pode considerar o risco de rebaixamento descartado por conta de pontuação, não podemos também considerar impossível de chegar no primeiro pelotão. O que mais importa em um momento como esse é trabalhar jogo a jogo e projetar apenas o próximo, que sempre vai ser considerado o mais complicado – disse o lateral-direito Lucas.

Abel Braga só deverá anunciar minutos antes da partida o time que vai a campo. Porém, terá o retorno do volante Wendel, que cumpriu suspensão diante do São Paulo. Porém, como Douglas está bem no setor, deve ser mantido. O meia equatoriano Junior Sornoza está livre do incômodo que estava sentindo na perna direita e foi liberado para ir a campo.
Pelo lado da Chapecoense, Gilson Kleina procurou trabalhar o aspecto psicológico por conta da euforia criada pelo triunfo em Minas Gerais.

– Precisamos entender que ainda estamos muito longe dos nossos objetivos. Temos alguns pontos importantes por conquistar se quisermos afastar o rebaixamento e esse confronto com o Fluminense pode ser considerado chave dentro dessa estratégia – disse Kleina.

O treinador da Chapecoense não quis anunciar a escalação, pois teve muito pouco tempo para trabalhar com o elenco. mas deverá manter a base que atuou contra o galo para não comprometer o entrosamento.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Estádio Giulitte Coutinho, em Mesquita (RJ), e empataram por 3 a 3 em um jogo eletrizante. Naquela ocasião, o Tricolor teve seus gols anotados por Richarlison, Pedro e Marcos Júnior. Já Arthur (2) e Rossi garantiram a igualdade.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE-SC X FLUMINENSE

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 22 de outubro de 2017 (Domingo)
Horário: 19h
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Fabrício Bruno, Douglas e Reinaldo; Amaral, Moisés Ribeiro, Héctor Canteros e Luiz Antonio; Arthur e Wellington Paulista
Técnico: Gilson Kleina

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Gum, Reginaldo e Marlon; Douglas, Richard, Junior Sornoza e Gustavo Scarpa; Marcos Junior e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga

Untitled Document