quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Portuguesa quebra jejum e derrota o Vasco

Portuguesa quebra jejum e derrota o Vasco

Matéria publicada em 25 de fevereiro de 2018, 18:59 horas

 


Disputando: Vasco fez partida muito abaixo do esperado e foi derrotado

Disputando: Vasco fez partida muito abaixo do esperado e foi derrotado

Rio – O Vasco não foi feliz na sua estreia na Taça Rio. Escalado com um time reserva, o time de São Januário foi derrotado pela Portuguesa por 1 a 0, gol marcado por Tiago Amaral, no primeiro tempo. O resultado fez o Vasco ocupar a quarta posição no Grupo B sem qualquer ponto ganho, enquanto a Lusa da Ilha do Governador é o segundo colocado do Grupo C com seis pontos ganhos. A vitória fez a Portuguesa quebrar um jejum de 54 anos sem derrotar o Vasco.

O resultado foi justo. A Portuguesa esteve sempre melhor organizada em campo e poderia até ter vencido por um placar maior. O Vasco mostrou desentrosamento e não conseguiu, em nenhum momento, ameaçar a vitória do adversário.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Macaé em São Januário, ainda pela primeira rodada, enquanto a Portuguesa vai visitar o Bangu em Moça Bonita;

O jogo

Com o incentivo da torcida, o Vasco partiu para o ataque e chegou ao gol da Portuguesa, logo aos três minutos, com um chute do lateral Romário. Logo depois, Rafael Galhardo bateu falta e quase surpreendeu o goleiro Milton Raphael. A Lusa da Ilha do Governador respondeu com um chute forte de Romarinho que obrigou Gabriel Félix a se empenhar para espalmar para escanteio. Na cobrança, a zaga hesitou e Marcão cabeceou na trave.

O jogo seguia movimentado e, aos oito minutos, o estreante Giovanni Augusto lançou Riascos que chutou para boa defesa de Milton Raphael. O mesmo Riascos voltou a aparecer aos 14 minutos. O colombiano se livrou de Marcão e bateu de esquerda, mas a bola subiu muito.

O time dirigido por Zé Ricardo seguia mais agressivo e, aos 18 minutos, Rafael Galhardo investiu pela direita e cruzou na pequena área, mas Milton Raphael chegou antes de Riascos.

Mesmo pressionado durante a maior parte do tempo, a Portuguesa não deixava de aproveitar as chances para fustigar a defesa do Vasco em lançamentos para Romarinho e Tiago Amaral.

Aos 29 minutos, a Portuguesa marcou o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, Maicon Assis  tocou pelo alto, Marcão e Adriano cabecearam e Tiago Amaral, também de cabeça, ganhou a dividida com o goleiro Gabriel Félix e desviou para as redes.

O Vasco tentou responder imediatamente, mas o chute de Riascos não levou perigo. A Portuguesa não recuou para segurar o resultado e quase ampliou quando Romarinho recebeu passe de Sassá e tentou colocar no canto esquerdo de Gabriel Félix, mas a bola saiu.

O Vasco seguia com dificuldade para penetrar na área adversária e tentava chutar de longe, como aconteceu com Andrey, aos 41 minutos, sem qualquer pontaria.

Aos 43 minutos, Riascos fez ótima jogada individual pela direita e quase surpreendeu o goleiro da Portuguesa. No último lance da primeira etapa, Giovanni Augusto deu ótimo passe para Rildo que chegou a encobrir Milton Raphael, mas Adriano salvou na linha de gol.

O Vasco voltou com o atacante Caio Monteiro no lugar do volante Bruno Paulista e , aos dois minutos, Rildo iludiu seu marcador pela esquerda e bateu cruzado para ótima defesa de Milton Raphael. Aos seis minutos, Fabricio cobrou falta com perigo, mas a bola saiu.

O time de São Januário tentava impedir que a Lusa saísse jogando, mas não conseguia criar jogadas que levassem muito perigo ao gol de Milton Raphael. Aos 16 minutos, Thiago Galhardo arriscou, de fora da área, mas mandou bem longe do gol.

O Vasco encontrava grande dificuldade para chegar na área da Lusa. O adversário, bem postado, dificultava as investidas da equipe cruz-maltina.

Aos 31 minutos, a Portuguesa quase ampliou o marcador. Após boa jogada de Romarinho, Tiago Amaral concluiu e Gabriel Félix fez ótima defesa, espalmando para escanteio.

Nos minutos finais, o Vasco pressionou de forma desordenada, mas a defesa da Portuguesa se segurou com eficiência e garantiu a vitória.

PORTUGUESA 1 X 0 VASCO

Local: estádio Giulite Coutinho
Hora: 17h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Gilberto Stina Pereira
Cartão Amarelo:Bruno Paulista, Thiago Galhardo, Erazo(Vas); Tiago Amaral, Maicon Assis, Luan(Port)
Gol:: PORTUGUESA: Tiago Amaral, aos 29 minutos do primeiro tempo
PORTUGUESA: Milton Raphael; Adriano, Luan, Marcão e Diego Maia; Muniz, Jhonnatan e Maicon Assis(Emerson); Romarinho(Philip), Sassá(Igor) e Tiago Amaral
Técnico: João Carlos Ângelo
VASCO: Gabriel Félix, Rafael Galhardo(Luiz Gustavo), Erazo, Werley e Fabricio; Bruno Paulista(Caio Monteiro), Andrey, Thiago Galhardo(Paulo Vitor) e Giovanni Augusto; Rildo e Riascos
Técnico: Zé Ricardo


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document