terça-feira, 11 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Seleção Brasileira realiza primeiro treino em Moscou

Seleção Brasileira realiza primeiro treino em Moscou

Matéria publicada em 19 de março de 2018, 17:36 horas

 


Tite deve apostar em Coutinho para criação das jogadas

Tite deve apostar em Coutinho para criação das jogadas


Moscou, Rússia –
Nesta segunda-feira, aconteceu o primeiro treino da Seleção Brasileira antes dos dois últimos amistosos antes da Copa do Mundo, diante da Rússia e da Alemanha. As atividades também foram importantes para que os jogadores presentes conseguissem o primeiro contato brasileiros com a Telstar, a bola oficial da Copa do Mundo.

O treino desta segunda-feira teve 16 dos 25 atletas que Tite convocou para os dois amistosos. Entre eles, estavam: os goleiros Alisson (Roma), Neto (Valência) e Ederson (Manchester City) , os zagueiros Miranda (Inter de Milão) e Rodrigo Caio (São Paulo) , o lateral-esquerdo Alex Sandro (Juventus), os volantes Fernandinho (Manchester City) e Fred (Shaktar Donetsk), os meias Renato Augusto (Beijin Guoan), Willian (Chelsea) e Talisca (Besiktas) e também os atacantes Douglas Costa (Juventus), Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool), Willian José (Real Sociedad) e Taison (Shaktar Donetsk).

Além de não ter todos os jogadores convocados disponíveis, o técnico Tite teve que fazer um treino no campo com apenas nove atletas, já que alguns dos presentes ficaram na academia realizando um trabalho regenerativo. Com isso, o comandante teve que chamar garotos da base do Spartak Moscou para as atividades terem peças suficientes durante o treinamento.

O treino da Seleção Brasileira aconteceu ao lado do estádio do Spartak Moscou, onde a equipe jogará sua terceira e última partida da fase de grupos, diante da Sérvia. A estreia do Brasil na Copa do Mundo será no dia 17 de junho, às 15 horas, em Rostov, contra a Suíça.

A expectativa é de que o restante dos jogadores convocados cheguem até o fim do dia e com isso Tite possa realizar as atividades com o grupo completo, antes da partida desta sexta-feira, diante da Rússia.

WILLIAM JOSÉ RECLAMA DE CRÍTICAS

O atacante Willian José chegou para o seu primeiro período com a Seleção Brasileira no domingo e fez questão de responder àqueles que criticaram a sua convocação pelo técnico Tite. Um dos principais nomes da Real Sociedad na temporada, o jogador exaltou seus números nos últimos jogos e disse que a maioria das pessoas ainda o julga por causa de suas passagens no Brasil.

“Fiquei surpreso por ser a última convocação antes da Copa, mas aconteceu comigo. Cada um fala o que quer, mas muitos não acompanham meus jogos. Em 31 jogos, tenho 18 gols na temporada, uma média muito boa para um centroavante que joga numa equipe média da Europa. As pessoas têm que acompanhar mais, ficam olhando só pelo que fiz ou não fiz há cinco anos”, disse o atleta, em conversa com canais de TV na chegada ao hotel da delegação.

Com passagens por Santos, São Paulo e Grêmio, Willian não teve grande destaque em nenhum dos gigantes brasileiros. Em três temporadas somadas, foram 24 gols marcados, com destaque para os 15 anotados em 2012, quando defendia o Tricolor Paulista.

Marcelo no meio

O lateral esquerdo Marcelo, titular do Real Madrid e provável dono da posição na Seleção Brasileira para a Copa do Mundo, já projeta uma mudança na sua carreira com o passar do tempo. Aos 29 anos, ele pensa em jogar na segunda linha do meio-campo, como um armador pelos lados, posição semelhante à exercida por nomes como Willian e Philippe Coutinho.

“De meia eu vou jogar. Se um time me quiser [quando for mais velho], vou jogar. Tenho esse pensamento”, comentou o jogador, em entrevista ao canal Desimpedidos.

Visto como um atleta muito técnico para um defensor, Marcelo ainda explicou que já atuou mais à frente em algumas oportunidades, mas não se vê como um meia central, orquestrando a equipe, como Renato Augusto.

“Eu já joguei nessa função (de meia). Deu pouco certo, mas eu corri. Tinha a noção de lateral com meia, aí dá para fazer. Mas jogar de meia mesmo, de costas, acho que é impossível”, continuou o jogador, que disputará sua segunda Copa do Mundo pela Seleção e tentará apagar a imagem deixada após o 7 a 1 sofrido diante da Alemanha, em 2014.

Os germânicos, por sinal, são os rivais do dia 27 deste mês, no segundo amistoso preparatório dessa janela da Fifa. Pouco antes, na sexta-feira, dia 23, os brasileiros vão encarar a Rússia, no estádio Luzhniki, em Moscou. Além destes dois duelos, a Seleção vai encarar outros dois rivais já durante a preparação final para a Copa do Mundo.

O grupo comandado por Tite enfrentará Croácia e a Áustria, nos dias 03 e 10 de junho, respectivamente. Os jogos acontecerão em locais diferentes. o primeiro deles será na Inglaterra, sendo que a cidade ainda será definida, e o segundo em Viena.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document