domingo, 17 de dezembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Sul-Americana: Fluminense visita a LDU

Sul-Americana: Fluminense visita a LDU

Matéria publicada em 20 de setembro de 2017, 19:17 horas

 


Abel Braga está de olho em um título na temporada

Abel Braga está de olho em um título na temporada

Quito (Equador) – O Fluminense visita a LDU nesta quinta-feira, às 19h15(de Brasília), no Estádio Casa Blanca, em Quito, capital do Equador, em confronto válido pela rodada de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O Tricolor conseguiu ganhar o confronto de ida por 1 a 0 e agora tem a vantagem do empate para se classificar.

Os brasileiros ainda podem perder por um gol de diferença, mas a partir de 2 a 1, já que os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Aos equatorianos resta devolver o 1 a 0 e forçar a disputa de pênaltis, ou então, vencer por dois ou mais gols de vantagem para se garantir diretamente nas quartas-de final.

Ciente da necessidade de vitória da LDU, o técnico do Fluminense, Abel Braga, orientou seus jogadores para que eles estejam prontos para suportar a pressão dos equatorianos. A Sul-Americana é uma prioridade no Fluminense, que jamais conquistou um título continental em sua gloriosa história.

– Nós sabemos que vamos enfrentar uma pressão, pois a LDU precisa fazer o resultado e vai tentar buscar o gol desde os primeiros minutos. Vamos ter que saber lidar com esta situação, neutralizando as principais jogadas deles e procurando atacar quando tivermos a posse de bola. A tentativa de buscar o gol por parte deles é esperada e por isso mesmo vamos precisar ser inteligente e trabalhar bem a posse de bola – disse o goleiro Júlio César.

Outra preocupação dos tricolores é com a altitude de 2.800 metros da capital equatoriana.

– Nunca joguei na altitude, mas sei pelos demais que realmente é algo impressionante e que sentimos bastante. Logo, teremos que ter equilíbrio, fazer a bola correr e não cair nas armadilhas da LDU, que vai querer nos cansar – disse o meia Gustavo Scarpa.

O Fluminense tem problemas em termos de escalação. Abel Braga enfrenta problemas e não terá a dupla de zaga considerada titular. Henrique sofre com dores na coxa esquerda e Renato Chaves com incômodo na panturrilha esquerda estão vetados pelo departamento médico. Assim, Nogueira e Frazan farão mais uma vez a dupla de zaga. O atacante Henrique Dourado, artilheiro do Campeonato Brasileiro, cumpre suspensão pois foi advertido com o terceiro cartão amarelo no jogo de ida. Pedro e Robinho, que cumpriu suspensão na derrota de 3 a 1 para o Atlético-PR pelo Campeonato Brasileiro, disputam sua vaga.

Pelo lado da LDU, o técnico Pablo Repetto pediu paciência a seus comandados na busca pela classificação.

– Nós não podemos ser suícidas na busca pelos gols, embora esteja dentro da nossa estratégia atacar desde cedo para abrirmos logo o marcador e igualarmos a série. Temos que pressionar, mas sem deixar espaços. O ideal é abusar das jogadas de velocidade, pois eles sentem muito a altitude. Temos que fazer viradas de jogo para confundirmos a marcação do Fluminense – analisou o treinador.

Para este compromisso o técnico da LDU não quis antecipar a escalação, mas deverá manter a base que atuou no Rio de Janeiro. O time ganhou folga no fim de semana pelo Campeonato Equatoriano para se preparar de maneira integral para esta partida.

Fluminense e LDU são velhor conhecidos. Os times duelaram na grande decisão da Copa Libertadores de 2008. Na ida a LDU surpreendeu e ganhou por 4 a 2. Na volta, no Maracanã lotado, o Tricolor fez 3 a 1 e forçou a prorrogação e a disputa de pênaltis. Nas penalidades, os equatorianos ganharam por 3 a 1. Um ano depois, pela Copa Sul-Americana de 2009, nova final. Em casa a LDU aplicou uma goleada histórica por 5 a 1, enquanto que no Rio de Janeiro o Tricolor conseguiu apenas um 3 a 0, em jogo que o artilheiro Fred acabou expulso.

FICHA TÉCNICA
LDU-EQU X FLUMINENSE-BRA

Local: Estádio Casa Blanca, em Quito (Equador)
Data: 21 de setembro de 2017 (Quinta-feira)
Horário: 19h15(de Brasília)
Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)
Assistentes: Gabriel Chade (Argentina) e Ariel Scime (Argentina)
LDU: Leonel Nazareno, John Narváez, Lucas Tagliapietra, Horacio Salaberry e Aníbal Chalá; Edison Vega, Jefferson Intriago, Anderson Julio e Jonathan Valencia; Jonathan Betancourt e Hernán Barcos
Técnico: Pablo Repetto
FLUMINENSE: Julio César, Lucas, Frazan, Nogueira e Marlon; Jefferson Orejuela, Douglas, Wendel e Gustavo Scarpa; Wellington Silva e Pedro (Robinho)
Técnico: Abel Braga

Untitled Document