quinta-feira, 23 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco: Cristóvão admite pressão, mas foca no Vitória

Vasco: Cristóvão admite pressão, mas foca no Vitória

Matéria publicada em 13 de março de 2017, 16:02 horas

 


Técnico tem sido muito criticado pela torcida, apesar dos poucos jogos disputados na temporada

Na berlinda: Cristóvão já é questionado pelos resultados que vem sendo obtidos em campo (Foto: Paulo Dimas)

Na berlinda: Cristóvão já é questionado pelos resultados que vem sendo obtidos em campo (Foto: Paulo Dimas)

Rio – O clima de pressão no Vasco aumentou após mais um tropeço, desta vez diante do Macaé, na estreia da Taça Rio. Nem mesmo a estreia do atacante Luís Fabiano foi capaz de mudar o panorama da equipe cruzmaltina. O técnico Cristóvão Borges, muito criticado pela torcida, falou sobre o atual momento na temporada.

– Eu procuro focar no meu trabalho, no que é preciso, que é muita coisa. Não é um trabalho fácil. Lógico que isso não é uma coisa agradável, não é assim que eu desejaria que tivesse acontecido, mas não é do meu controle. Tenho que trabalhar, fazer com que a equipe jogue melhor. O desejo do torcedor é o nosso. Precisamos de resultado, por isso ficamos pressionados à medida que isso não acontece – disse.

O resultado colocou mais pressão sobre os vascaínos para o duelo contra o Vitória, nesta quinta-feira, pela Copa do Brasil. Cristóvão Borges tentou manter a calma e pregou trabalho para que os cariocas busquem a classificação.
– Vamos continuar trabalhando, preparando a equipe para a partida decisiva. Agora estamos jogando só partidas decisivas – sacramentou.

O Vasco precisa vencer o Vitória no Barradão ou empatar por dois ou mais gols de diferença para avançar na Copa do Brasil. No confronto de ida, em São Januário, as duas equipes ficaram na igualdade por 1 a 1.

Um comentário

  1. Luís Fabiano nem tá aguentando mais a pressão…

Untitled Document