sexta-feira, 21 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco vence e garante vaga na Sul-Americana

Vasco vence e garante vaga na Sul-Americana

Matéria publicada em 22 de maio de 2018, 23:38 horas

 


Santiago, Chile – O Vasco derrotou a Universidad de Chile por 2 a 0 , em partida disputada na noite desta terça-feira, em Santiago, e garantiu uma vaga na Copa Sul-Americana. Foi a primeira vitória da equipe cruz-maltina na fase de grupos da Libertadores e o resultado colocou o time de São Januário no terceiro lugar do Grupo 5 com cinco pontos ganhos, mesma pontuação do adversário, mas o Vasco levou vantagem sobre o conjunto chileno no saldo de gols. Bruno Silva, no primeiro tempo, e Yago Pikachu, na segunda etapa, anotaram os gols.

O Vasco soube jogar com inteligência para conquistar a vaga. Depois de sair na frente do marcador, o time comandado por Zé Ricardo soube suportar uma forte pressão do adversário e depois liquidar o jogo no segundo tempo, sem dar chances de reação ao adversário. A Universidad teve mais posse de bola, mas não teve objetividade para chegar ao gol defendido por Martín Silva.

O jogo

Embora o Vasco necessitasse da vitória, foi a Universidad de Chile que assumiu o controle das ações nos primeiros minutos. Aos oito minutos, Soteldo investiu pela esquerda e rolou para Beausejour que cruzou para Pinilla, mas o atacante chileno não consegue a cabeçada. Um minuto depois, Soteldo repetiu a jogada e tentou achar Pinilla, mas a zaga cruz-maltina aliviou o perigo.

Depois de suportar a pressão inicial, o Vasco equilibrou a partida e, aos 14 minutos, marcou o primeiro gol. Andrés Rios recebeu na área e bateu forte. O goleiro De Paulo deu rebote e o volante Bruno Silva apareceu para empurrar a bola para o gol, colocando a equipe carioca na frente. Dois minutos depois, Caio Monteiro experimentou de longe e De Paulo fez boa defesa.

O time chileno demorou a assimilar o golpe e só aos 18 minutos é que chegou na área adversária com a conclusão de Pinilla, mas Martín Silva defendeu sem qualquer dificuldade. Três minutos, Rafael Vaz apanhou uma sobra na intermediária e mandou a bomba, mas Martín Silva espalmou para escanteio. Em desvantagem, a equipe da casa passou a pressionar o Vasco em busca do gol de empate.

Comandada pelo meia Soteldo, responsável pelas melhores jogadas, a Universidad pressionava em busca do empate, enquanto o Vasco se defendia bem e procurava espaços para contra-atacar. Aos 33 minutos, Soteldo fez outra boa jogada pela esquerda e cruzou para Guerra que finalizou, mas a zaga salvou.

O Vasco só voltou a aparecer na área chilena aos 36 minutos com uma bomba de Wágner que assustou o goleiro De Paul, mas a bola saiu, levando perigo. Um minuto depois, Martín Silva evitou o gol do empate ao bloquear chute de Pinilla, na pequena área, depois de bom lançamento de Soteldo.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo e a Universidad retornou com o mesmo ímpeto ofensivo, enquanto o Vasco encontrava dificuldades para construir jogadas ofensivas. Aos dois minutos, Soteldo mandou a bomba que encobriu o travessão defendido por Martín Silva. O Vasco respondeu aos sete minutos, Wágner recebeu de Rafael Galhardo e mandou a bomba que passou muito perto da trave esquerda do time da casa. Dois minutos depois, Soteldo passou para Guerra que chutou forte, mas Martín Silva espalmou para escanteio.

O jogo ficou mais equilibrado e o Vasco quase ampliou aos 22 minutos em lançamento de Andrés Rios para Riascos, mas o atacante colombiano não alcançou a bola. Aos 26 minutos, Wágner cobrou escanteio fechado, Riascos desviou de cabeça e Guerra, em cima da linha, evitou o segundo gol.  Para tornar o time mais ofensivo, Zé Ricardo trocou o volante Bruno Silva pelo atacante Kelvin. Aos 30 minutos, Rafael Vaz falhou e a bola sobrou para Andrés Rios que tentou o chute, mas foi bloqueado pela zaga.

A resposta chilena foi dada por Soteldo que bateu cruzado e levou grande perigo para o gol defendido por Martín Silva.
Aos 36 minutos, o Vasco marcou o segundo gol. Martín Silva lançou a bola, o zagueiro Jara errou ao tentar o corte e Yago Pikachu , de cabeça, encobriu o goleiro De Paul. Depois de conseguir a vantagem, o técnico Zé Ricardo decidiu fechar sua equipe e colocou o zagueiro Erazo no lugar do atacante Andrés Rios.

Aos 43 minutos, Wágner desarmou um adversário e tocou para a entrada de Riascos que invadiu a área, se livrou do goleiro, mas tocou para fora, desperdiçando uma grande chance para liquidar a fatura. Nos minutos finais, a Universidade partiu, de forma desesperada, para buscar o gol, mas o Vasco soube se defender e garantir o importante resultado.

UNIVERSIDAD DE CHILE-CHI 0 X 2 VASCO-BRA
Local: Estádio Nacional, em Santiago (Chile)
Data: 22 de maio de 2018 (Terça-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Público: 25.139 pagantes
Árbitro: Gery Vargas (Bolívia)
Assistentes: Edwar Saavedra (Bolívia) e Relly Vallejos (Bolívia)
Cartão Amarelo: Echeverria(Univ); Breno, Caio Monteiro, Riascos(Vasco)
Gols:
VASCO: Bruno Silva, aos 14 minutos do primeiro tempo e Yago Pikachu, aos 36 minutos do segundo tempo
UNIVERSIDAD DE CHILE: De Paul, Echeverria, Jara, Rafael Vaz e Beasejour; Rafael Carioca(Leiva), Seymour,Soteldo e Lorenzetti; Pinilla e Guerra(Diaz)
Técnico: Esteban Valencia
VASCO: Martín Silva, Rafael Galhardo, Breno, Werley e Fabrício; Desábato, Bruno Silva(Kelvin), Yago Pikachu e Wágner; Caio Monteiro(Riascos) e Andrés Rios (Erazo)
Técnico: Zé Ricardo

Um comentário

  1. Gigante sempre nos dando alegrias. Dá lê Vasco

Untitled Document