sexta-feira, 24 de novembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vizeu marca no fim e decreta derrota do Resende contra o Flamengo

Vizeu marca no fim e decreta derrota do Resende contra o Flamengo

Matéria publicada em 18 de março de 2017, 20:54 horas

 


Jogador da base do rubro-negro saiu do banco e fez o único gol da partida disputada no Estádio Raulino de Oliveira

Bloqueado: Leandro Damião tentou marcar mas parou na defesa do Gigante do Vale (Foto: Paulo Dimas)

Bloqueado: Leandro Damião tentou marcar mas parou na defesa do Gigante do Vale (Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – Com um gol marcado por Felipe Vizeu nos acréscimos, o Resende foi derrotado pelo Flamengo por 1 a 0, em partida disputada na noite deste sábado (18), no Estádio Raulino de Oliveira, pela segunda rodada da Taça Rio. A vitória fez a equipe rubro-negra assumir a liderança do Grupo B com seis pontos ganhos, enquanto o Resende é o terceiro colocado do Grupo C.

A exemplo do que aconteceu diante da Portuguesa, na rodada inicial, o técnico Zé Ricardo escalou uma equipe reserva. O time dominou a maior parte do jogo, mas encontrou grande dificuldades em colocar a bola nas redes, o que só aconteceu no final da partida. O Resende montou um esquema defensivo eficiente, mas acabou sofrendo o gol em falha do goleiro Arthur que tinha salvado o time com grandes defesas, durante o jogo.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Bangu, no Raulino de Oliveira. O Resende vai encarar o Macaé, em Bacaxá.

Primeiro tempo

O Flamengo partiu para o ataque desde o primeiro instante da partida, enquanto o Resende tentava bloquear as investidas da equipe rubro-negra. Logo aos cinco minutos, o técnico Ademir Fonseca foi obrigado a queimar uma substituição porque o meia Rogerinho sentiu dores no joelho e pediu para sair. O atacante Robinho entrou em seu lugar e Rogerinho foi levado de ambulância para ser examinado fora do estádio.

No Flamengo, Mancuello que costuma atuar pela direita, atuava de forma centralizada, enquanto Matheus Sávio caía pela esquerda.

Aos 12 minutos, Muriel investiu pela direita e cruzou para Jhulliam que penetrava pelo meio, mas o atacante não conseguiu dominar e o goleiro Thiago ficou com a bola.

O time dirigido por Zé Ricardo adiantou a marcação para sufocar a defesa do Resende que, sem outra alternativa, tentava os lançamentos longos para os atacantes, o que facilitava a tarefa dos zagueiros da equipe da Gávea.

O primeiro chute a gol só aconteceu aos 22 minutos quando Mancuello apanhou um rebote, na entrada da área, e mandou a bomba, mas a bola saiu.

O jogo seguia em ritmo morno, com as defesas superando os ataques. O Flamengo tinha a iniciativa do jogo, mas não conseguia criar jogadas que permitissem a conclusão dos atacantes.

Aos 28 minutos, o Resende criou a primeira situação de perigo com uma bomba de Pingo que obrigou o goleiro Thiago a se esticar para desviar a bola para escanteio. Dois minutos depois, Donatti bloqueou outro chute de Pingo que levava a direção do gol.

O Flamengo só reapareceu na área do Resende aos 32 minutos em chute cruzado de Rodinei que passou perto da trave direita da equipe do Sul Fluminense.

Aos 40 minutos, Mancuello bateu escanteio na cabeça de Juan, mas o zagueiro desviou errado e mandou a bola para fora. Aos 44, foi a vez de Leandro Damião aparecer, pela primeira vez, na área. Após chute de Cuéllar, o atacante ganhou a dividida com a zaga, mas seu chute acabou bloqueado, frustrando a torcida rubro-negra.

No último lance da etapa inicial, Mancuello tentou surpreender Arthur em cobrança de falta, mas o goleiro do Resende mostrou elasticidade e espalmou para escanteio.

Segundo tempo

O Flamengo voltou para o segundo tempo com uma mudança tática no ataque. O colombiano Berrío que estava aberto pela direita, se juntou a Leandro Damião na frente. Aos três minutos, Mancuello chutou forte e a bola acertou a cabeça de Paulo Victor e saiu para escanteio. O jogador do Resende precisou ser atendido. O rubro-negro continuava melhor em campo e, aos cinco minutos, Berrío chutou cruzado, o goleiro Arthur deu rebote e Matheus Sávio cruzou para a cabeçada fraca e sem direção de Leandro Damião.

Aos 11 minutos foi a vez de Donatti cabecear, após cobrança de escanteio, mas Leandrão salvou em cima da linha. Dois minutos depois, o goleiro do Resende voltou a salvar sua equipe ao defender chute de Mancuello.

O Flamengo dominava completamente e quase marcou em primeiro gol em chutes de Renê e Berrío que passaram muito perto da trave defendida por Arthur. Aos 19 minutos, o goleiro Arthur apareceu novamente ao desviar um chute de Mancuello que tinha endereço certo.

Após a parada técnica, Zé Ricardo tentou aumentar o poder de fogo do Flamengo colocando Lucas Paquetá e Felipe Vizeu nos lugares de Matheus Sávio e Mancuello. O Flamengo passou a atuar com três atacantes.

Aos 28 minutos, o Resende fez seu primeiro ataque perigoso no segundo tempo com um chute de Yago que obrigou Thiago fazer uma boa defesa, espalmando para escanteio. Na cobrança, Marcel quase marcou um gol olímpico, mas o goleiro do Flamengo conseguiu evitar que a bola entrasse.

O time da Gávea seguiu pressionando e, aos 36 minutos, após cruzamento de Renê, Juan cabeceou nas mãos de Arthur. Aos 41 minutos, Lucas Paquetá bateu falta na entrada da área e levou grande perigo, mas a bola saiu.

O Resende poderia ter marcado aos 43 minutos quando Marcelo levantou na área em cobrança de escanteio e Jhulliam, livre, cabeceou para fora. Aos 45 minutos, Berrío cruzou para Felipe Vizeu, mas o chute saiu fraco e Arthur não teve trabalho.

Um minuto depois, o mesmo Felipe Vizeu marcou o gol do Flamengo. Cafu cruzou e Vizeu cabeceou no meio do gol, mas o goleiro Arthur não conseguiu fazer a defesa.

FICHA TÉCNICA
RESENDE 0 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda
Data: 18 de março de 2017 (Sábado)
Horário: 18h30
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Andréa Marcelino de Sá (RJ)
Público: 1557 pagantes
Cartão Amarelo: Matheus Sávio(Fla);Muriel, Thiago Salles(Res)
Gol:
FLAMENGO: Felipe Vizeu, aos 46 minutos do segundo tempo
RESENDE: Arthur, Muriel, Leandrão, Thiago Sales e Dieyson; Léo Silva, Marcelo Costa , Paulo Victor(Marcel) e Rogerinho(Robinho); Pingo(Yago) e Jhulliam
Técnico: Ademir Fonseca
FLAMENGO: Thiago, Rodinei, Juan, Donatti e Renê; Cuéllar, Romulo(Cafu), Matheus Sávio(Lucas Paquetá) e Mancuello(Felipe Vizeu); Berrío e Leandro Damião
Técnico: Zé Ricardo

9 comentários

  1. Rocende joga como nunca, mas perde como sempre. É o DNA do fracasso que explica, nasceu pra ser terceiro escalão na hierarquia…

  2. O lugarzinho azarado esse fim de mundo de VR Resende tem que construir um estádio para 100 mil pessoas logo, o GIGANTE DO VALE não pode jogar mais nessa cidade insalubre

    • KKKK….oh e o anão voltou…e o anão voltouuu ôôô……ops….aliás….voltou não…….nunca deixou de ser……kkkkk

    • Vai ter mais gente dentro do estádio que na cidade. Quem cuidará das roças e da criação?… kkkkkkkkkkkkkkkkk!

      Concordo. O Rocende deveria ser proibido de jogar aqui. Só quando fosse para ser enrabado pelo Voltaço e pelos grandes do Rio… kkkkkkkkkkkkkkk!

    • 1×0 foi pouco,time com do resende jogou com 10 na defesa.

  3. Mascote do Voltaço

    Resende, a nova piada do Sul Fluminense! Abel cara de pastel, cadê seu comentário?

  4. Por pouco nosso Voltaço não colhe um resultado adverso, apesar de indiretamente… vamos torcer para um jogo legal amanhã no Raulino! Voltaço 2 x 0

  5. Adepto do Voltaço

    Este time da cidade ai do lado é muito Feio!!!!!!Retranqueiro, covarde e horrivel.

Untitled Document