terça-feira, 11 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Volta Redonda contará com time feminino de futebol

Volta Redonda contará com time feminino de futebol

Matéria publicada em 22 de maio de 2017, 17:46 horas

 


Lançando: Sabino apresenta projeto para nova equipe de futebol feminino

Lançando: Sabino apresenta projeto para nova equipe de futebol feminino

Volta Redonda – O sábado de 20 de maio pode ser considerado uma data importante para o retorno às atividades do time de futebol feminino de Volta Redonda. Na apresentação das jogadoras e da comissão técnica, autoridades como o vice prefeito Maicon Abranches, a Secretária de Esportes, Maria Paula, o sub-prefeito do Retiro, Geraldinho do Gelo, marcaram presença e prometeram ajuda logística. Em alguns casos, até mesmo apoio financeiro deve chegar para alavancar o projeto.

Vice-presidente do Volta Redonda, Gabriel Torturella compareceu ao evento, conheceu o projeto e prometeu encaminhar a diretoria devido à complexidade do assunto. Um painel com as conquistas e mostrando as atletas que chegaram a defender o clube foi exibido num telão, assim como todos os troféus conquistados, como o título de Campeão e vice-campeão estadual.

Há cerca de seis meses, o idealizador do projeto, Sabino Cunha, retomou o assunto aproveitando inclusive a resolução conjunta da FIFA e Conmembol de só autorizar clubes que mantenham a modalidade de futebol feminino a permissão para disputa de torneios internacionais. A princípio, não houve resposta positiva do Volta Redonda e, após peregrinação pela região, Sabino chegou a pensar e abandonar o projeto.

– Estava ficando desanimado, até que fui recebido na Secretaria de Esportes pela Maria Paula, que gostou do projeto e vaio tentar nos oferecer suporte para que o time feminino fosse novamente montado – lembrou Sabino.

Este apoio foi confirmado durante o evento pelo vice-prefeito Maicon Abranches e pela Secretária de Esportes. “Todos sabem que a prefeitura passa por um momento bastante delicado em suas finanças. Nós queremos ajudar de alguma forma colocando a estrutura da Smel a disposição”, disse a secretária.

Comissão Técnica e elenco

Diante de uma plateia de mais de 300 pessoas, foi apresentada a comissão técnica, que terá os seguintes membros: Sabino Cunha (Coordenador); Jocenir Dias e Evandro Fagundes (Assessores); Cláudio Adão (gerente); Hilder Alves (supervisor); Emanuele Panzariello (Manú) e Fabiano (técnicos), Maria Clara (auxiliar), Lucas Marcílio (preparador físico); Marcão (assistente de campo) e Nilo (massagista).

O elenco já tem 85 atletas selecionadas em diversas peneiras, realizadas em Volta Redonda e cidades próximas. Maicon Abranches garantiu apoio na capitação de recursos junto a iniciativa privada.

– Dentro das minhas possibilidades vamos ajudar. Temos amizade com muitos empresários da cidade e tenho certeza que muitos deles vão atender o nosso convite – lembrou

Os primeiros parceiros já foram divulgados: FOA (Fundação Osvaldo Aranha) e Geraldinho do Gelo. Os treinos serão iniciados a partir do dia 27 num dos campos do Complexo Esportivo, Jornalista Oscar Cardoso, no bairro Aero Clube.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

12 comentários

  1. Naõ sou contra mas tem gente nesta comissaõ que naõ pode pois ja´fez muitas coisas na liga e naõ tem credibilidade e o Voltaço naõ pode assumir estes prejuizos.

  2. Acho que é caso da Prefeitura assumir isso. o nosso Voltaço já investe bastante na base. Não podemos encarar o Voltaço como um Projeto Social. O clube tem despesas e no fim das contas quando tudo acaba a conta fica no clube. Sou muito a favor da cidade de Volta Redonda ter um time de futebol feminino, volei, basquete, mas contando que eles se sustentem e sejam independentes, não necessariamente ser o Volta Redonda Futebol Clube. Não fiquem dependendo da receita do Voltaço.

    • الفتح - الوغد

      O lado ruim de termos políticos no clube é que sempre firmam essas parcerias “caracu”, que quando dá errado o ônus vai todo pro Voltaço. Os pilantras que fomentam essas patuscadas só ficam com os créditos da “boa ação”… Alguém tem dúvidas dos reais interesses por trás disso? Por que então não montam um time independente de futebol feminino?…

    • É exatamente o que eu penso. Pra que vincular ao Voltaço? Se acreditam tanto no Projeto partam do zero conquistem espaços, busquem recursos apoio mas sem comprometer um clube que já vive com tanta dificuldade. É necessário que a Diretoria fique muito atenta e não se deixe levar por interesses políticos.

  3. Oops! Verdade.

  4. TEMOS QUE INCENTIVAR SIM COM OS PES NO CHAO NAO FAZENDO DIVIDAS QUE SABEMOS QUE NAO SERÃO CUMPRIDAS NUNCA ACHO QUE TEMOS QUE DAR APOIO INTEGRAL , COMO FEZ NO BRASIL CERTA EPOCO O JORNALISTA LUCIANO DO VALLE PODE DAR CERTO BASTA TER VONTADE , VAMOS EM FRENTE ISTO AI GENTE

  5. COM OS APOIOS DA PREFEITURA, SMEL VR E DOS POSSÍVEIS PARCEIROS, TENHO CONFIANÇA NO ENTENDIMENTO DA DIREÇÃO DO VOLTAÇO COM A PARCERIAS.

  6. الفتح - الوغد

    Eu não sei por que insistem em coisas que reconhecidamente não dão certo. O futebol feminino profissional no Brasil não vingou, não é autossustentável e deve ser encarado como modalidade recreativa, infelizmente… Espero que a diretoria do Voltaço não caia nessa de novo. Já basta o time de vôlei, que hoje representa um passivo trabalhista muito grande. Já é difícil manter o futebol masculino, quiçá outras modalidades…

    • Concordo com sua opinião. A propósito, esse Cláudio Adão seria o “pantera”?

    • acho que tem que apostar sim, o esporte muda vidas…
      O volei foi um esporte mal aproveitado por volta redonda, boa cidade, boa estrutura mas quem tava a frente nao tinha dignidade nem hombridade pra estar na frente do projeto. Os atletas entraram na justiça trabalhista e com toda razao

    • Cláudio Adão nunca foi o pantera. Pantera é o Donizete

    • Oops! Verdade.

Untitled Document