ÔĽŅ A dan√ßa dos planetas no c√©u de Junho - Di√°rio do Vale
terça-feira, 21 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / A dança dos planetas no céu de Junho

A dança dos planetas no céu de Junho

Matéria publicada em 11 de junho de 2018, 08:07 horas

 


V√™nus, J√ļpiter e Marte iluminam as noites frias do m√™s

Marte: Planeta se aproxima da Terra este mês

Anéis: Saturno também está mais perto

J√ļpiter: Planeta esta na constela√ß√£o de Libra

Venus: Estar√° ao lado da lua crescente no meio de junho

O c√©u estrelado vai estar lindo nas noites frias da nossa regi√£o. Quatro planetas estar√£o vis√≠veis ao longo da noite este m√™s, e basta que o c√©u esteja l√≠mpido e sem nuvens para apreciar seu brilho. Para quem tem uma pequena luneta √© a √©poca ideal para observar V√™nus, Marte, J√ļpiter e Saturno. Mas mesmo a olho nu esses planetas se destacam no c√©u pelo seu brilho intenso e mais firme que o das estrelas comuns. O inverno come√ßa na semana que vem e apesar das chuvas, provocadas pelo avan√ßo das frentes frias, ainda teremos muitas noites de c√©u claro ao longo do m√™s.
Assim que o Sol se esconde podemos observar o planeta V√™nus, brilhando em todo o seu esplendor acima do horizonte oeste. Depois do Sol e da Lua Cheia, V√™nus √© o astro mais brilhante do c√©u. Foi por isso que os antigos gregos e romanos batizaram este ponto cintilante com o nome da deusa da beleza. V√™nus √© o planeta mais pr√≥ximo e mais parecido com a Terra em tamanho. E durante muitos anos se imaginou que ele fosse uma esp√©cie de g√™meo da Terra, com oceanos e florestas. Hist√≥rias em quadrinhos imaginavam V√™nus como uma Terra primitiva, cheia de dinossauros e outros animais pr√©-hist√≥ricos. As sondas espaciais acabaram com essas fantasias revelando um mundo sufocado por um efeito estufa descontrolado, com chuvas de √°cido sulf√ļrico e temperaturas de 300 graus na superf√≠cie.
Como se encontra entre a Terra e o Sol, Vênus apresenta fases como a Lua. Com uma luneta comum é possível observa-lo como uma meia lua nesta época do ano. O lado direito brilhando com a luz do Sol e o esquerdo mergulhado na noite.
Por estar perto do Sol, V√™nus s√≥ √© vis√≠vel durante as primeiras horas da noite, entre as 18h30 e as 19h30. Logo depois ele se esconde no horizonte, depois das 20 horas j√° √© poss√≠vel observar J√ļpiter brilhando como um astro amarelado na constela√ß√£o da Libra. Ao telesc√≥pio J√ļpiter mostra suas faixas de nuvens escuras e suas luas, que levaram o cientista italiano Galileu Galilei a concluir que a Terra n√£o era o centro do Universo, como a igreja cat√≥lica ensinava naquela √©poca.
Por volta da meia-noite Marte aparece no horizonte leste como uma estrela avermelhada, semelhante a Antares, a estrela alfa da constela√ß√£o do Escorpi√£o que domina o c√©u no inverno. Na verdade Antares vem de anti-Ares, a rival de Marte, o planeta vermelho encontra-se em fase de aproxima√ß√£o com a Terra e a cada dia que passa ele fica meio milh√£o de quil√īmetros mais pr√≥ximo de n√≥s. H√° 15 anos que Marte n√£o fica t√£o perto da Terra, o que os astr√īnomos chamam de oposi√ß√£o. Foi durante uma dessas oposi√ß√Ķes que o escritor brit√Ęnico H.G.Wells imaginou a invas√£o da Terra pelos marcianos no cl√°ssico da fic√ß√£o cient√≠fica ‚ÄúA guerra dos mundos‚ÄĚ.
At√© a d√©cada de 1960 ainda se dizia que as apari√ß√Ķes de discos voadores aumentavam durante essas aproxima√ß√Ķes do planeta. Hoje sabemos que n√£o h√° vida em Marte, mas mesmo assim um monte de gente anda com vontade de se mudar para l√°. Com um telesc√≥pio de porte m√©dio √© poss√≠vel observar as calotas polares brancas do planeta e seus desertos cor de ferrugem.
Saturno brilha durante a madrugada, na constela√ß√£o do Sagit√°rio. Ele tamb√©m se encontra numa fase de maior proximidade com a Terra, mas mesmo assim encontra-se a mais de um bilh√£o de quil√īmetros de distancia. Ele √© chamado de ‚Äúa joia do Sistema Solar‚ÄĚ devido aos seus an√©is de part√≠culas de gelo. Que podem ser observados com uma luneta. No dia 27, l√° pelo final do m√™s, a lua vai estar ao lado de Saturno, separada do planeta pela distancia aparente de um grau. O que rende √≥timas fotografias.
Portanto coloque um agasalho e curta o show dos planetas nas noites estreladas de junho.

Por: Jorge Luiz Calife

Untitled Document