sábado, 20 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Concerto da OSBM contará com a participação da pianista Yuka Shimizu

Concerto da OSBM contará com a participação da pianista Yuka Shimizu

Matéria publicada em 25 de setembro de 2017, 18:47 horas

 


Barra Mansa – A delicadeza do som do piano será o acompanhamento do próximo concerto da Temporada 2017 “OSBM Pelo Mundo” da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. O evento acontece nesta quarta-feira, dia 27 de setembro, às 20h, no Instituto Cultural Municipal (antigo Clube Municipal), com entrada gratuita. Sob a regência do maestro Nilton Soares, o concerto contará com a participação especial da pianista Yuka Shimizu.

O programa traz as obras “3 Cenas para Orquestra”, de G.Bernstein; “Fantasia Brasileira no 3 para Piano e Orquestra”, de Mignone; “Bachianas Brasileiras no 4”, de Villa-Lobos, e “As Quatro Estações de Hermeto – Verão”, de M.Briamonte (com transcrição feita pelo maestro Nilton Soares).

Para o maestro e diretor Artístico da OSBM, Vantoil de Souza, a expectativa é de que o concerto tenha um público variado na noite da apresentação, uma vez que o piano é um instrumento mais conhecido da população em geral e é bastante apreciado. “É um instrumento com o qual as pessoas estão mais acostumadas, conhecem mais e se interessam bastante quando há a participação de um pianista. E, com certeza, Yuka Shimizu abrilhantará ainda mais a apresentação da Orquestra”, destacou Vantoil.

Especial

Natural do Japão, Yuka Shimizu ingressou na Faculdade de Música Kunitachi, em Tokyo, em 1995. Dois anos depois, chegou ao Brasil e passou a estudar com Clara Sverner e Mordehay Simoni, formando-se no Conservatório Brasileiro de Música em 2001, com orientação da Professora Maria Teresa Soares.

A pianista recebeu diversos prêmios no Brasil por suas interpretações e realiza recitais desde 1998, nos principais teatros do Rio de Janeiro e também no Japão. Atua também como duo, com Neti Szpilman, no projeto Para Sempre Nazareth, e como duo Burajiru com o violinista Fernando Thebaldi.

Em 2006, gravou o CD “Embalada pela brisa do Rio”, com músicas de Ernesto Nazareth e, em 2016, gravou seu segundo CD “Piano Brasil”. Já se apresentou como solista da Orquestra Sinfônica Nacional (UFF) sob a regência da maestrina Lidia Amadio e maestro Chiyuki Murakata. É uma entusiasta na divulgação da música brasileira tanto no Brasil como no Japão.

Maestro

O maestro Nilton Soares foi regente da Orquestra Sinfônica Juvenil de Barra Mansa e, atualmente é maestro assistente da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, tendo atuado com o grupo diversas vezes durante as últimas três temporadas, regendo em concertos na cidade de Barra Mansa e em cidades do interior do Estado do Rio de Janeiro. Com a orquestra, também participou do Festival Música Antiga de Juiz de Fora e do Rio Cello Encounter. É mestre em Música pela UFRJ, professor no curso de música do Centro Universitário de Barra Mansa, no Projeto Música nas Escolas e Coordena o Projeto Orquestra Escola em Piraí.

Dentre os grupos que regeu estão a Banda Sinfônica de Barra Mansa, Orquestra Sinfônica Heliópolis, a World Youth Orchestra e a Orquestra de Câmara de Florença e Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, em concerto do Laboratório de Regência.

Participou de importantes festivais e oficinas, e teve como professores os maestros Ricardo Rocha, Osvaldo Ferreira, Fábio Mechetti, Giuseppe Lanzeta, o maestro Isaac Karabtchevsky, participando por quatro anos consecutivos de suas classes de regência, além de ter participado por quatro anos da classe particular do maestro Roberto Tibiriçá.

Especial: Natural do Japão, Yuka Shimizu ingressou na Faculdade de Música Kunitachi, em Tokyo, em 1995 (Foto: Divulgação)

Especial: Natural do Japão, Yuka Shimizu ingressou na Faculdade de Música Kunitachi, em Tokyo, em 1995 (Foto: Divulgação)

Orquestra de Jazz de Barra Mansa realiza concerto no Instituto Municipal

A Orquestra de Jazz de Barra Mansa, também conhecida como Big Band, realiza nesta terça-feira, dia 26, às 20h, no Instituto Cultural Municipal, seu concerto da temporada 2017. O evento tem entrada gratuita.

O maestro da orquestra, Maxwell de Paula, conta que o grupo musical existe há cerca de sete anos e que cada vez mais vem amadurecendo o trabalho realizado. “Esse espetáculo quebra um pouco os parâmetros eruditos ao trazer o jazz como estrela da noite. Estamos preparando uma grande estreia, pois pela primeira vez a orquestra entra como parte de uma temporada. É um desafio tocar no Instituto Cultural Municipal, que vem voltando ao cenário cultural em grande estilo, abrigando grandes concertos. A Big Band se sente honrada em fazer parte dessa retomada”, ressaltou o maestro.

O programa que será apresentado traz músicas nacionais, como “Samba de Verão”, de Marcos Valle, e “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, abrindo o concerto, e que serão executadas pelo Trio de Jazz (piano, bateria e saxofone), que integra a orquestra.

– Tocamos ritmos como samba, bolero, salsa, frevo, adequando-os às particularidades do jazz. Essa versatilidade atrái ainda mais o público. Temos um público fiel, que acompanha o nosso trabalho, mas queremos torná-lo ainda mais conhecido e formar mais apreciadores do jazz. Por isso, convidamos quem gosta e quem quer conhecer mais de jazz a assistir o concerto – disse Maxwell.

Farão parte também do repertório as canções “Easy Street”, de Alan Rankin Jones, “500 Miles” e “Spain”, ambas de Chick Corea, “Mambo (West Side Story)”, de Leonard Bernstein, e “Backrow Politics”, de Gordon Goodwin.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document