O homem que passou um ano no espaço - Diário do Vale
sábado, 18 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / O homem que passou um ano no espaço

O homem que passou um ano no espaço

Matéria publicada em 21 de maio de 2018, 07:00 horas

 


Scott Kelly narra suas experiências no livro Endurance

Experiencia: Kelly orbitou a Terra na ISS

“Endurance… Um ano no espaço” é um daqueles raros livros sobre as viagens espaciais modernas, que ganha edição brasileira. O relato do astronauta Scott Kelly, que passou um ano na estação espacial internacional, foi traduzido por Andreia Gottlieb e está saindo pela editora Intrínseca.

Kelly participou da Expedição 44, que começou em março de 2015 e só terminou em março de 2016. O objetivo era testar a resistência humana para as futuras missões de longa duração ao planeta Marte. Antes disso ele já tinha participado de duas missões de quatro meses a bordo da ISS. No livro o astronauta descreve o dia a dia no espaço, a alimentação, as tarefas rotineiras e os problemas com a adaptação do corpo a ausência de gravidade. Kelly também fala sobre os momentos difíceis que passou quando sua cunhada, a senadora Gabrielle Giffords foi baleada na cabeça durante um atentado. E a angústia de estar no espaço e não poder fazer nada para ajudar ou consolar sua esposa lá na Terra.

Kelly tem um irmão gêmeo, o também astronauta Mark Kelly, que ficou na Terra durante sua missão de um ano. Assim os cientistas tiveram a oportunidade de comparar as mudanças acontecidas no corpo do viajante em relação a outro ser humano, quase idêntico, que não foi submetido à ausência de gravidade.

Antes mesmo de ser publicado o livro “Endurance… um ano no espaço” teve seus direitos de filmagem comprados por um estúdio de cinema. O problema é que é difícil fazer um filme sobre uma missão espacial real, onde a rotina do dia a dia foi o maior dos problemas. Kelly teve a companhia de cosmonautas russos e de outros astronautas americanos durante sua estadia na ISS, mas não deixou de sentir a solidão e o isolamento. Mesmo com todos os confortos da estação espacial, com o contato constante por e-mail com a Terra, ele sentiu as aflições comuns às viagens espaciais. Como o medo de ser atingido pelas partículas do lixo espacial que orbita em torno da Terra. O livro custa em torno de 30 reais e pode ser encontrado nas principais livrarias.

Jorge Luiz Calife
jorge.calife@diariodovale.com.br

Untitled Document