quarta-feira, 20 de setembro de 2017

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Orquestra Jovem do Equador abre série de espetáculos do projeto ‘2 Estações Culturais de Paraty’

Orquestra Jovem do Equador abre série de espetáculos do projeto ‘2 Estações Culturais de Paraty’

Matéria publicada em 15 de agosto de 2017, 18:29 horas

 


Programação segue até o fim de novembro, com 24 shows

Paraty – Se você gosta de música boa e de qualidade, seu destino para dias de folga e descanso pode ser Paraty. A música clássica ganha a cidade histórica a partir desta quarta-feira, dia 16. A Orquestra Jovem do Equador abre o projeto “2 Estações Culturais de Paraty”, que vai oferecer uma programação intensa de música de câmara e instrumental (brasileira e jazz) até o fim de novembro na cidade. O espetáculo “De Vivaldi à América do Sul” será realizado na Igreja de Santa Rita, às 21h, com regência do maestro Diego Carneiro. Toda a programação é gratuita.

A iniciativa do projeto “2 Estações Culturais de Paraty” é da Secretaria de Cultura em parceria com a Secretaria de Turismo, a Associação Paraty Cultural e o Paraty Convention & Visitor’s Bureau. Serão 24 apresentações – dez na Casa da Cultura, oito no Forte Defensor Perpétuo e seis nas igrejas de Santa Rita ou do Rosário. A programação inclui espetáculos de músicos e grupos convidados e também abre espaço para artistas locais. Além disso, haverá uma série de atividades que permitirão a troca de experiências entre os músicos visitantes e os alunos da Casa da Cultura e músicos de Paraty.

– Essa iniciativa reforça a vocação de Paraty como referência em turismo cultural, acrescentando um atrativo ao calendário da cidade. E o intercâmbio dos artistas convidados com músicos e alunos daqui confere ao festival também um relevante papel no fomento à criação e produção musical da cidade – diz a secretária de Cultura de Paraty, Cristina Maseda.

‘2 Estações Culturais de Paraty’: Projeto vai oferecer programação intensa de música de câmara e instrumental (Foto: Divulgação)

‘2 Estações Culturais de Paraty’: Projeto vai oferecer programação intensa de música de câmara e instrumental (Foto: Divulgação)

‘De Vivaldi à América do Sul’

A Orquestra Jovem do Equador é uma das mais importantes orquestras de jovens do país e faz parte do programa de música da ONG AmaZonArt, criada pelo maestro Diego Carneiro. O primeiro concerto foi em prol das vítimas do terremoto de abril de 2016, que destruiu parte do país. Desde então, a orquestra fez mais de 20 apresentações. Nesta passagem pelo Brasil, serão sete concertos, incluindo o que acontecerá na Igreja de Santa Rita: os jovens começarão tocando as quatro estações do Vivaldi e prosseguirão com obras do mesmo artista, até visitarem compositores do Equador e do Brasil, como Villa-Lobos.

Apresentações

As apresentações vão ser divididas em quatro séries: Casa Instrumental, Fazendo Escola, Feito em Casa e Fazendo Sala.

 

SÉRIE CASA INSTRUMENTAL

Projeto já em andamento de intercâmbio entre músicos de Paraty e do resto do Brasil: a cada mês, um músico da cena da música instrumental brasileira vem à cidade para um workshop, ensaios e show com músicos paratienses.

 

SÉRIE FAZENDO ESCOLA

Visando inspirar e estimular os alunos de música da Casa da Cultura, por meio do intercâmbio com grupos de alunos avançados de outras instituições de educação musical do país, e grupos formados em função de masterclasses de instrumentos.

 

SÉRIE FEITO EM CASA

Grupos de música instrumental já em atividade em Paraty, grupos formados por alunos e por professores da Casa da Cultura.

 

SÉRIE FAZENDO SALA

Grupos de música de câmara e de música instrumental já consagrados vindo se apresentar em Paraty – e se encontrando com alunos e músicos da cidade.

 

Serviço

A abertura do projeto ‘2 Estações Musicais em Paraty’ será nesta quarta-feira, dia 16, às 21h, na Igreja de Santa Rita. A entrada do público é gratuita.

Confira a programação do ‘2 Estações Culturais de Paraty’

 

*PROGRAMAÇÃO AGOSTO

 

Dia 25 (sexta-feira), às 21h

Igreja do Rosário – Serie Fazendo Sala

Diego Carneiro, violoncelo

Bach: Suítes III, IV e V para violoncelo solo

 

Dia 26 (sábado), às 21h

Casa da Cultura – Serie Fazendo Escola

Diego Carneiro e alunos da masterclass

Solos, duos e trios para cordas

 

Dia 31 (quinta-feira), às 21h

Casa da Cultura – Serie Feito em Casa

Orquestra Popular de Paraty

 

 

*PROGRAMAÇÃO SETEMBRO

 

Dia 2 (sábado), às 17h

Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa

Java quarteto – jazz e música instrumental brasileira

 

Dia 9 (sábado), às 17h

Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa

Jerome Charlemagne (saxofone), Randal Oliveira (violão) e Jonathan Andreolli (percussão)

 

Dia 9 (sábado), às 21h

Casa da Cultura – Série Casa Instrumental

Fábio Gouveia, multi-instrumentista, e músicos de Paraty

 

Dia 23 (sábado), às 21h

Casa da Cultura – Série Fazendo Sala

Gabriel Nóbrega e banda Silibrina

Música instrumental brasileira contemporânea

 

Dia 29 (sexta), às 21h

Casa da Cultura – Série Feito em Casa

Grupo de Música Universal da Casa da Cultura; Carol D’Avila, direção.

 

Dia 30 (sábado), às 17h

Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa

Grupo de Música de Câmara da Casa da Cultura

 

Dia 30 (sábado), às 21h

Igreja de Santa Rita – Serie Fazendo Sala

Trio Capitu – Flauta, oboé e fagote

“Roda de amigos: Villa-Lobos, Mozart, Pixinguinha e outros”

 

 

*PROGRAMAÇÃO OUTUBRO

 

Dia 14 (sábado), às 17h

Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa

Choro em Trio

 

Dia 14 (sábado), às 21h

Casa da Cultura – Série Casa Instrumental

Sérgio Frigério (baixo) e músicos de Paraty

 

Dia 20, às 21h

Igreja de Santa Rita – Série Fazendo Escola

Camerata da Ação Social pela Música

 

Dia 21 (sábado), às 17h

Forte Defensor Perpétuo – Série Fazendo Escola

Camerata da Ação Social pela Música

 

Dia 21 (sábado), às 21h

Igreja do Rosário – Série Fazendo Sala

Ana de Oliveira duo – violino e viola: Mozart, Bartok, Villa-Lobos, Liduino Pitombeira

 

Dia 27 (sexta), às 21h

Igreja do Rosário – Série Fazendo Sala

Bruno Madeira, violão: 300 anos de música solo para violão

 

Dia 28 (sábado), às 21h

Casa da Cultura – Série fazendo sala

Quartessência, quarteto de saxofones: De Bach a Hermeto

 

 

*PROGRAMAÇÃO NOVEMBRO

 

Dia 4 (sábado), às 18h

Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa

Diálogo de guitarras: Java Carneiro e Lucas Dutra

 

Dia 4 (sábado), às 21h

Casa da Cultura – Série Casa Instrumental

Rodrigo “Digão” Brás,  baterista e músicos de Paraty

 

Dias 10 e 11 – Série fazendo sala

Projeto Coisa Fina

O grupo originalmente criado para tocar a música de Moacir Santos em 3 formações:

Dia 10 (sexta), às 21h: Casa da Cultura: Quinteto

Dia 11 (sábado), às 18h: Forte Defensor Perpétuo: Trio

Dia 11 (sábado), às 21h: Casa da Cultura: Big band

 

Dia 25 (sábado), às 18h

Forte Defensor Perpétuo – Série Feito em Casa

Grupo de Música de Câmara da Casa da Cultura

 

Dia 25 (sábado), às 21h

Igreja de Santa Rita

Apresentação da Missa Tango, de Martin Palmieri, com o Coralusp, promovido pela AMAS (Associação dos Amigos do Museu de Arte Sacra), em sua série Música no Museu

 

Untitled Document