segunda-feira, 16 de julho de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / De olho

De olho

Matéria publicada em 18 de junho de 2017, 21:36 horas

 


20-04-17- Vere de VR- Geral da CMVR- Camara- P. Dimas

Fontes próximas ao prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (PV) afirmam que o governo está olhando com cuidado sua base de apoio.
***
Parece que entre os dezessete vereadores que se dizem governistas, tem alguns que são governo… mas não muito.
***
Estaria havendo uma pressão para definir quem pertence ou não (de verdade) à bancada governista.
***
O risco é que a maioria folgada que Samuca tem na Câmara Municipal atualmente seja mais nominal que real.
***
E o problema é que isso torna mais difícil o planejamento do trabalho.

Sem informação I
O vereador voltarredondense Paulinho do Raio-X (PMDB) é da base de apoio ao governo e tem, como diz seu nome de urna, uma ligação muito próxima com a área da saúde. Mas garantiu que não tem informações sobre as possíveis mudanças na pasta.

Sem informação II
Outro vereador de Volta Redonda que afirmou que não teve acesso a qualquer dado sobre esse assunto foi Maurício Pessôa (PSC).

Longe
Com a maior parte dos políticos aproveitando o feriado prolongado de Corpus Christi fora da cidade, não houve tempo para troca de informações ou articulações sobre a provável saída de Marcia Cury.

Empregos I
O Governo do Rio de Janeiro anuncia 1.286 vagas de emprego em todo o estado. Na Região do Médio Paraíba, são 24 vagas. Na Baixada Litorânea, são oito vagas. Na Região Metropolitana, são 58 oportunidades, sendo 40 para Motorista de Ônibus, além de outras. A Região Serrana tem 97 chances.

Empregos II
Na capital, são 719 vagas, com destaque para 100 de Operador de Telemarketing Receptivo, 58 para Atendente de Lojas e Mercados, 47 para Despachante de Transporte Coletivo, 42 para Açougueiro, 40 para Operador de Caixa, 40 para Vendedor de Comércio Varejista, 30 para Faxineiro, entre outras.

Salários
Com salários que podem chegar a até R$ 5 mil, as oportunidades são para ambos os sexos e com exigência de formação entre os ensinos fundamental incompleto e o superior completo. Entre as vagas, estão 386 para deficientes.

Oportunidades
Entre as oportunidades para deficientes, existem 80 para Repositor de Mercadorias, 72 para Operador de Caixa, 60 para Vendedor de Comércio Varejista, 50 para Atendente de Lanchonete, 23 para Embalador à Mão, 17 para Faxineiro, 15 para Almoxarife, entre outras.

Violência obstétrica I
As comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; e de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados promovem audiência pública na quarta-feira (21) para discutir com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e outros convidados os casos de violência obstétrica registrados no Brasil.

Violência obstétrica II
Estima-se que 25% das brasileiras que tiveram seus filhos de parto natural sofreram violência obstétrica tanto em hospitais públicos quanto em privados.

Violência obstétrica III
São consideradas violências obstétricas agressões físicas ou verbais; a negação de alívio para a dor; negação de atendimento ou deixar de informar algum procedimento que for realizado durante o parto.

Momento de fragilidade
A autora do requerimento para a realização da audiência, deputada Laura Carneiro (PMDB-RJ), afirmou que a violência ocorre num momento de fragilidade da mulher e é recorrente no Brasil, pois o País ainda não adotou práticas humanizadas de atendimento nos serviços de saúde.

Um comentário

  1. Será que vai acontecer o que eu já havia previsto antes da eleição de que o Samuca pularia de partido na primeira oportunidade?

    O que tem a dizer os samukets que elegeram ele dizendo que agora será diferente?

Untitled Document